” Engana-se quem acredita em um assassino ” – Verdade!…( Mas na falta de melhor opção: prefira o policial assassino ao assassino de policial!…Bem, você ainda poderá acreditar no Alckmin, no Serra, no Pinto, no Caramante, etc. ) 32

Vingador oficial, Fleury inicia a onda de mortes

  • 13 de outubro de 2012

Um delegado ligava para jornalistas anunciando que havia um “presunto” na estrada. A fonte secreta tinha o apelido de Lírio Branco e passava a ficha criminal do morto. Em alguns casos, os matadores deixavam ao lado do corpo desenhos de caveira do esquadrão da morte. Não bastava matar. Era preciso avisar o público que os assassinos tentavam livrar o mundo dos bandidos.

Entre 1969 e 1971, mais de 200 suspeitos foram executados pelo esquadrão. Aplaudidos pela população e respaldados pelas autoridades, os assassinos consolidaram em São Paulo a ideia de que os homicídios podiam ser usados como uma ferramenta eficaz para limpar a sociedade dos bandidos, ao mesmo tempo em que aplacavam o desejo de vingança de uma população amedrontada.

“Os efeitos dos assassinatos praticados pelo esquadrão são sentidos até hoje. A limpeza social continuou sendo defendida e praticada por grupos de extermínio hoje localizados principalmente na Polícia Militar”, afirma o padre Agostinho Duarte Oliveira, de 81 anos.

Amigo de infância do delegado Sergio Paranhos Fleury, com quem jogava futebol no mesmo clube da Vila Mariana, padre Agostinho conseguiu, em 1969, autorização do secretário de Segurança Pública, Hely Lopes Meirelles, para entrar no Presídio Tiradentes.

Conversando com os detentos, padre Agostinho descobriu como o esquadrão da morte agia. Os presos comuns eram retirados das celas nas madrugadas para serem exterminados. O corpo cheio de balas jogado em alguma estrada.

Depois da morte de Saponga, em vingança ao crime contra o investigador Davi Parré, as execuções do esquadrão passaram a se tornar corriqueiras e banais. Jornais da época contabilizavam o total de mortos anunciados pelo esquadrão. Havia uma certa tolerância com essas ações, cujas investigações eram inexistentes. Afinal, aqueles que deveriam investigar eram os mesmos que matavam.

A situação dos integrantes do esquadrão mudou em 17 de julho de 1970, depois da morte de outro investigador. O suspeito de matar o policial Agostinho Gonçalves de Carvalho era conhecido como Guri, de 20 anos. No mesmo dia, oito corpos baleados foram levados ao Instituto Médico Legal.

Fleury e seus homens foram acusados de torturar os pais de Guri para que eles o entregassem. Guri acabou sendo encontrado na mata de uma fazenda no Parque do Carmo, na zona leste. Os policiais chegaram acompanhados de jornalistas que descreveram a cena nos dias seguintes nos jornais. Guri foi morto com mais de 100 tiros. O homicídio, anunciado aos quatro ventos pelos policiais, provocou a reação de instituições como o Tribunal de Justiça.

Em agosto de 1970, o depoimento do padre Agostinho, de sobreviventes e de presos do Tiradentes ajudaram o então promotor Hélio Bicudo e o juiz-corregedor Nelson Fonseca a iniciar o processo que levaria ao indiciamento de 35 pessoas – seis foram condenadas.

Apesar da dificuldade em punir, os autos trouxeram à luz informações preciosas. Vieram à tona, por exemplo, informações de que traficantes de São Paulo eram beneficiados por mortes praticadas pelo grupo. A promiscuidade de policiais e bandidos da Boca do Lixo motivou várias mortes do esquadrão, que protegia traficantes amigos de rivais, como revelaram depoimentos do processo.

“A violência era tolerada porque aparentemente ocorria em defesa da sociedade, mas na verdade era usada para acobertar outros tipos de crime”, lembra Bicudo, de 92 anos. “Os esquadrões da morte acabaram seguindo o caminho do crime. É o que costuma ocorrer. Engana-se quem acredita em um assassino.”/BRUNO PAES MANSO

  1. quantas saudades! antigamente se lamentava quando um policial morria, hoje se lamenta quando o ladrão morre. é a total inversão de valores da nossa sociedade. outra coisa pra se pensar é que se o ladrão sabe que a qualquer momento poderá ser morto, então que mude de vida e pare com o crime ou senão…

    Curtir

  2. A origem desta desgraça que ocorre, ou seja, policiais sendo mortos igual barata, é esse padre viado e esse bicudo vagabundo.
    CHEGA DE PASSAR A MÃO NA CABEÇA DE LADRÃO.
    Pena de morte já!

    Curtir

  3. EXISTE SITUAÇÃO MELHOR PARA O LADRÃO DO QUE USAR O ESTADO COMO ALIADO??? SE EU FOSSE BANDIDO E UM POUCO INTELIGENTE, É O QUE EU FARIA. ENQUANTO VAI MATANDO DOIS OU TRÊS POLICIAIS POR SEMANA, A POPULAÇÃO E O GOVERNO ESTÁ POUCO SE LIXANDO E SE A POLÍCIA REVIDA, CORREGEDORIA IMPLACÁVEL EM CIMA, ENTÃO É SÓ ORANDO MEUS AMIGOS, POIS A SITUAÇÃO ESTÁ NEGRA E VAI PIORAR.

    Curtir

  4. E O ESTADO INSISTE EM NÃO ACEITAR AJUDA FEDERAL, SEGUINDO O EXEMPLO DO RIO DE JANEIRO QUE ATÉ A MARINHA CHAMOU. TODOS PELO BEM DO POVO. AÍ RIO DE JANEIRO, VOCÊS DERAM EXEMPLO DE HUMILDADE JUNTANDO TODAS AS FORÇAS, AGORA EXPORTE UM POUCO DE HUMILDADE PARA ESSE GOVERNINHO DE BOSTA QUE TEMOS AQUI, POR FAVOR…

    Curtir

  5. É O QUE EU DISSE ,HOJE O GOVERNO DE SÃO PAULO É OMISSO E PERMISSIVO,BEM DIFERENTE DE DÉCADAS ATRÁS ,HOJE ELE PUNE O PM por pouca merda,os que de fato precisam ser punidos não são ,porque porque aceitam limpara a sujeira desse desgoverno .

    Hoje matasse bandido ,mas também pagasse para matar policiais e quem mata e ou entrega um policial para ser morto,OUTRO POLICIAL.

    Naquela época POLICIAIS eram unidos contra o crime,tinha gana de se acabar com os criminosos,a maioria dos Policias serviam porque gostavam da profissão ,e não havia trairagem entre a tropa .

    Hoje infelizmente ATÉ ISSO ESSE GOVERNO PODRE conseguiu fazer,DESESTABILIZAR A TROPA ,colocar as instituições umas contra as outras mais ainda,e para que?

    PARA ATENDER SEUS OBJETIVOS SÓRDIDOS E INESCRUPULOSOS!

    Hoje PM que mata bandido é tratado como demente,fica afastado, trabalhando comunitário e ou administrativo por um tempo.

    AO MEU VER A CULPA É DO GOVERNADOR E SEUS CÚMPLICES APADRINHADOS,POIS PCC TODOS SABEMOS QUE TEM ,QUE BANDIDOS EXISTEM DESDE A ÉPOCA DE CRISTO,E QUE ENQUANTO AS INJUSTIÇAS SOCIAIS NÃO ACABAREM,ENQUANTO AM MÁ DISTRIBUIÇÃO DE RENDA NÃO ACABAR,E ENQUANTO O QUE ALIMENTA ESSA CORJA DO PODER FOR EXATAMENTE AS MORTES E AS DESGRAÇAS HUMANAS QUE OS COLOCAM LÁ EM SEUS CARGOS PÚBLICOS DE ENGORDA IGUAL A PRESO,NADA MAS NADA IRÁ MUDAR,PORRA!

    Esses desgraçados do SISTEMA dependem de todas essas desgraças para comerem seus caviares,tomarem seus vinhos,se deleitarem as custas de quem está na ponta da linha,eles tratam a todos como indiretamente bandidos,somos apenas MASSA DE MANOBRA ,UM MEIO DELES GANHAREM SEUS PÃES E OS LEITINHOS DE SEUS FILHINHOS QUE NEM NO BRASIL MUITOS MORAM!

    EU QUERIA PERGUNTAR A UM LÍDER DO PCC DO POR QUE ELES TEM RAIVA DE PRAÇA DE INVESTIGADOR DE CARCEREIRO,DE SUBORDINADOS,SE ELES TEM RAIVA DO SISTEMA ,ENTÃO POR QUE ELES NÃO MATAM ,OU SEQUESTRAM OS QUE ESTÃO LÁ EM CIMA FODENDO TODO MUNDO? E PIOR QUE ROUBAM,DESVIAM VERBAS E AINDA SÃO ELEITOS PARA FAZER NOSSAS LEIS ,IMPOR REGRAS A SOCIEDADE !

    Curtir

  6. quero que essa corja do PSDB se exploda que vão para o inferno,o dia que morrer um deles daí quem sabe as coisa param,apologia ao crime,ameças ,duro são eles que indiretamente são os assassinos desses policiais ,queria saber se o nobre GOVERNADOR ,COMANDANTE E SECRETÁRIO ESTÃO DORMINDO SOSSEGADOS FDPs!

    Curtir

  7. Que se foda,só morre praça,SP o Estado mais rico e mais filho da puta da União Federativa do País,os descomandantes estão fechados com o PSDB,se elegem pelo PSDB para vereadores em SP,assumem o comando de todas Subprefeituras de SP, e quando na ativa,fraudavam licitações milionárias,mesmo depois de denunciados pelo ministério público nada fora feito, devido a essa formação de quadrilha,e apadrinhamento político;Segundo a corregedora do CNJ.o Estado de São Paulo só vai ser sério,o dia que o SGT.Garcia conseguir prender o Zorro,ou seja isso jamais vai acontecer,segundo palavras da Ministra Eliana Calmon,que atua no Brasil inteiro,e faz referência ao Estado de SP, como o Estado mais dificil de se fazer justiça(Ministra Eliana Calmon corregedora do Conselho Nacional de Justiça)

    Curtir

  8. Esse Bruno Paes (Manso) deve ser mesmo, porque ele não publica as provas do que ele fala, acusar quem esta morto é facil, Bruno vc é maria vai com as outras, é outro pra defender bandido…ou tô mentindo…!

    Curtir

  9. Com certeza, o Comando da PM perdeu a tropa.

    Conversando com amigos de rua, todos são unissonos em dizer que oficial não serve pra nada.

    Quando mais precisava de um comando atuante e forte, diate de uma dificuldade, a gente percebe que estão fugidos, escondidos atras da mesa.

    A PM tem 70 coronéis, e não vejo nenhum dando entrevista nos últimos quinze dias.

    Mas isso é bom. A Máscara caiu.

    Policiais, estamos sozinhos!

    Se o indíce de crime cai, aí sim aparece um fdp, com sua fardinha “calça branca” para falar e receber os elogios…
    Indice que vc policial, diminuiu, com SEU trabalho.

    Se tem Formatura de PROERD, aí aparece um fdp com sua fardinha “calça branca” para discursar…
    PROERD que vc policial, fez aulas durante o ano todo.

    Se tem solenidade, aí sim aparece um fdp, para discursar no palanque… enquanto vc, policial, fica em pé , no sol

    A máscara caiu. Oficial só serve para esse tipo de coisa, não espere nada além disso

    Curtir

  10. TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014

    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014

    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014

    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014

    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014

    De que lado você está???????????

    Curtir

  11. TELHADA governador em 2014 :
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    TELHADA governador em 2014
    De que lado você está???????????

    Conte Lopes e Telhada,são dois políticos midiáticos acendem uma vela para deus e outra para o diabo,idiota aquele que acredita nos discursos desses dois.
    Quem luta pela segurança publica em SP,é o Major Olimpio!
    Os outros são discursos ,para inglês ver….

    Curtir

  12. Policiais Militares a alguns anos atras, vários PMs demonstraram coragem em abrir os portões de entrada da sede do 11 BPM/M no bairro da Liberdade, após isso houve uma invasão de reporteres, seguindo-se da chegada de varias Vtrs do 11BPMM, 7BPMM e 13 BPMM, os oficiais ficaram sem saber o que fazer, dali os praças com suas viaturas seguiram para a porta da Igrefa Martiz na Praça da Sé, aí sim surtiu efeito, após isso alguns foram demitidos, mas os que ficaram foram beneficiados, valeu esforço de poucos para o beneficio de muitos, isso foi no Governo Fleury, e olha que naquela época o problema eram os baixos salarios e não havia exterminio de Praças PM, hoje os problemas são os baixos salários e a caça dos Praças e na real, voces praças sabem como é no Quartel quem manda e desmanda é o oficial, voce vibra na rua, perde suas horas de folga nos flagrantes, nos foruns da vida, arrisca sua integridade fisica e a promoção vai para o seu Cmt de Cia, pelo bom trabalho que voce realizou. Acordem Praças. Digo isso pois fui PM por dez anos, turma de 79 e hoje sou Policial Civil. Ah …, antes de mais nada …. Unan-se … Grande abraço.

    Curtir

  13. http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=169161&idDepartamento=5&idCategoria=0

    Domingo, 14 de outubro de 2012 – 20h30

    Homenagem
    Amigos e parentes participam de missa do sargento da PM morto

    De A Tribuna On-line
    Com informações da Agência Estado

    Uma multidão lotou o interior da Igreja Sagrado Coração de Jesus, em Santos, na noite deste domingo, onde foi celebrada a missa de sétimo dia do sargento da Polícia Militar Marcelo Fukuhara, assassinado a tiros no domingo retrasado, na Ponta da Praia. Do lado de fora, viaturas com as luzes acesas faziam um protesto silencioso.
    Além de amigos e familiares, policiais civis e militares, da Baixada Santista e da capital, fizeram questão de participar da missa, que também contou com forte aparato policial. Inúmeras viaturas policiais cercaram a paróquia, interditando meia pista da avenida Bartolomeu de Gusmão.

    Na entrada da igreja, a viúva Rosângela Gonçalves, bastante emocionada, cobrava a presença do governador Geraldo Alckmin e do secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, ao ato ecumênico. “Quem matou meu marido foram eles e não os bandidos”, acusou, negando que o sargento tivesse recebido proteção policial, antes de ser executado. “Ele me deixou pelo ofício que cumpria com paixão. Que esteja onde mereça”, comentou. E prometeu, entre lágrimas: “Eu não vou deixar te esquecerem”. Fukuhara era responsável pelo policiamento dos morros do São Bento, Nova Cintra e Monte Serrat, onde é crescente o tráfico de drogas.

    Muito emocionado, o pai do PM, Kazuo Fukuhara lamentava a perda do filho. “Quando eu pedia para ele ter cuidado, ele me falava: ‘pai, eu jurei amar esta farda. E eu vou honrá-la todos os dias. Ele foi embora. Assim é a vida’, relembra.

    Um grupo de mulheres, lideradas por Rosana Almeida de Paula, fez questão de descer a serra, a fim de se solidarizar com a família do sargento morto. Rosana contou que seu marido é policial militar e está afastado do serviço desde março, quando foi alvejado por bandidos, na capital, quando retornava do trabalho. “A situação vem se repetindo com frequência, desde 2006, quando ocorreram os ataques do PCC, de modo que não temos mais sossego” afirmou.

    Portando camiseta com a foto do sargento estampada, inúmeros policiais civis e militares se manifestaram contra a violência. O vice-presidente do Sindicato dos Policiais da Baixada Santista Márcio de Almeida Pino, disse que já previa a atual série de atentados contra os policiais. “Está havendo um descaso com a segurança pública, não só na região, mas em todo o Estado”, revelou.

    Pino lembrou que na noite de sábado um policial civil foi alvejado com dois tiros, quando passeava com o neto, na frente da casa da ex-mulher. “Por sorte, dos dez tiros que desfecharam, apenas dois o acertaram e, felizmente, ele já está fora de perigo”. Ele informou que está sendo organizada uma manifestação, de âmbito estadual, para a próxima terça-feira, na Praça da Sé, quando os policiais vão solicitar mais segurança. Durante a missa, o padre Toninho pediu para que todos os presentes dessem as mãos e reivindicassem a paz, não só na região, mas em todo o País.

    Crime

    O sargento Marcelo Fukuhara, 45 anos, foi morto com vários tiros de fuzis calibres 5.56mm e 7.62mm. O segurança José Antônio Alves de Carvalho, 35 anos, que tentou socorrer a vítima, também foi atingido por um tiro de fuzil na perna direita e faleceu após receber atendimento médico.

    O crime aconteceu na madrugada do domingo retrasado, por volta das 0h43. O sargento estava de folga, em trajes civis, e passeava com seu cachorro pela Avenida Rei Alberto, às 0h43, quando foi alvejado.

    Fukuhara estava em frente ao número 327 da via, onde funciona o Buffet Viva um Sonho Lounge, do qual sua esposa é proprietária. Os disparos teriam sido efetuados pelos ocupantes de um veículo Hyundai IX35 de cor preta.

    De acordo com uma testemunha que não quis se identificar, o veículo parou alguns metros à frente do ponto em que o policial estava e os ocupantes atiraram várias vezes. Ao ser atingido pelos disparos, o sargento caiu no chão, sofrendo traumatismo craniano.

    José Antônio Alves de Carvalho, que fazia a segurança do bufê naquela noite, correu para socorrê-lo.

    Enquanto Fukuhara era socorrido, o IX35 fez o retorno e parou em frente ao bufê, do outro lado da avenida. Um dos ocupantes, então, desceu do veículo usando um capacete e efetuou novos disparos.

    As balas atingiram o sargento e o segurança, que teve a coxa direita perfurada. Os dois foram socorridos e levados ao Pronto Socorro Central da Cidade, onde receberam atendimento, mas não resistiram.

    Curtir

  14. É BEM A CARA DO PSDBosta , TRANSFORMA AS COISAS NUMA MERDA E LANÇA A SOLUÇÃO (candidato deles) , telhada………….ACORDA SP.

    Curtir

  15. Antes o esquadrão da morte agindo do que o Brasil na mão dos bandidos, é um antídoto necessário, pois o esquadrão da morte já existe e faz tempo, apenas para os pobres. O governo do estado de São Paulo reconhece necessidade da construção de 15 presídios ao ano para recolher todos fora da lei que estão nas ruas , então, isso prova que não existe intensão de prender os fora da lei e sim deixando eles atentando contra a dignidade da sociedade honesta e trabalhadora, dentre eles estão os políticos ladrões. É proposital a ação do do governo. A Polícia trabalha com as ferramentas disponíveis pelo governo, ele fornece pouco para prender pouco, até parece que é a polícia a culpada, mas não é, a polícia prende o pouco que consegue e o judiciário solta, a polícia prende novamente e o judiciário solta. A verdade é que a polícia enxuga gelo quando prende esses poucos. Se tivéssemos exemplos saudáveis vindo da classe dominante ai sim teríamos como cobrar bom comportamento dos menos favorecidos, mas não temos, os maiores ladrões são da classe rica, por sinal a classe política dão péssimos exemplos, temos todos tipos de denuncias de pessoas que conseguem se eleger e na verdade são bandidos que aproveitam o cargo para saquear os cofres públicos, dai vem os ensinamentos para os menos favorecidos para fazer igual, ou seja roubar, claro que o ladrão pequenos rouba a diretamente a sociedade utilizando violência física requintes de crueldade, mas não é muito diferente daquele senador , deputados, governador, prefeito que roubam também não, eles matam aqueles que estão nas filas dos hospitais esperando um médico que a administração não contratou, ele morre por falta do remédio que o político roubou, ele morre pela falta de educação que o político roubou dele, ele morre pela falta de segurança pública que o político roubou, ele morre pela falta de transporte público que o político roubou, ele morre pela falta de moradias que o político roubou,ele morre porque não pode trafegar nas rodovias, pois não tem dinheiro para pagar os pedágios porque o político esta lá para lhe roubar, enfim ele morre pela falta de esperança que o político lhe roubou.
    Porque não a pena de morte no Brasil? Quem seria os primeiros a irem para o corredor da morte? Eles fariam as leis contra eles mesmo?

    Curtir

  16. A ÁGUA TÁ BATENDO NA BUNDA DE TODOS,POLICIAL CIVIL BALEADO COM NETO NO COLO,ESPERO QUE O DHPP PRENDA OS MALAS…

    Curtir

  17. O Picolé de Chuchù finalmente foi alvejado hoje à tarde na periferia de Campinas, onde prestava seu apoio ao candidato tucanno Jonas.
    Uma senhora moradora do local, indignada com a presença da triste figura e suas falácias e promessas falsas, mandou-lhe um copinho de café bem no meio da testa.
    A foto da cara de bunda do Picolé está no site do UOL para quem quizer ver.

    Curtir

  18. ACERTARAM O GERALDINHO PICOLÉ NA TESTA ! :
    O Picolé de Chuchù finalmente foi alvejado hoje à tarde na periferia de Campinas, onde prestava seu apoio ao candidato tucanno Jonas.
    Uma senhora moradora do local, indignada com a presença da triste figura e suas falácias e promessas falsas, mandou-lhe um copinho de café bem no meio da testa.
    A foto da cara de bunda do Picolé está no site do UOL para quem quizer ver.

    ganhei o dia!!!!!!! kkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  19. POLACO :
    E O ESTADO INSISTE EM NÃO ACEITAR AJUDA FEDERAL, SEGUINDO O EXEMPLO DO RIO DE JANEIRO QUE ATÉ A MARINHA CHAMOU. TODOS PELO BEM DO POVO. AÍ RIO DE JANEIRO, VOCÊS DERAM EXEMPLO DE HUMILDADE JUNTANDO TODAS AS FORÇAS, AGORA EXPORTE UM POUCO DE HUMILDADE PARA ESSE GOVERNINHO DE BOSTA QUE TEMOS AQUI, POR FAVOR…

    ESTÃO EXPORTANDO O COMANDO VERMELHO PRA SÃO PAULO, VÃO SE JUNTAR AO PCC

    Curtir

  20. Imagem 138/138: 14.out.2012 – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), se limpa depois de ser atingido por um copo de café atirado por uma mulher quando participava de uma caminhada de apoio ao candidato do PSB à Prefeitura de Campinas, Jonas Donizette, no bairro Ouro Verde. No ato, ele fez críticas ao PT, que disputa com Donizette, cujo vice na chapa é o tucano Henrique Magalhães Teixeira, o segundo turno das eleições.
    QUE PENA , FOI APENAS UM COPO DE CAFÉ, DESPERDÍCIO.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  21. Cadê o COMANDO?? :
    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/10/em-gravacoes-criminosos-ordenam-execucao-de-policiais-militares-em-sp.html
    CADE O COMANDO DA PM??????
    ESSE SECRETÁRIO É UM BOSTA!

    CHILENO :

    POLACO :
    E O ESTADO INSISTE EM NÃO ACEITAR AJUDA FEDERAL, SEGUINDO O EXEMPLO DO RIO DE JANEIRO QUE ATÉ A MARINHA CHAMOU. TODOS PELO BEM DO POVO. AÍ RIO DE JANEIRO, VOCÊS DERAM EXEMPLO DE HUMILDADE JUNTANDO TODAS AS FORÇAS, AGORA EXPORTE UM POUCO DE HUMILDADE PARA ESSE GOVERNINHO DE BOSTA QUE TEMOS AQUI, POR FAVOR…

    ESTÃO EXPORTANDO O COMANDO VERMELHO PRA SÃO PAULO, VÃO SE JUNTAR AO PCC

    ALGUÉM TEM A RESPOSTA?

    Curtir

  22. ISSO SÓ ACONTECE PORQUE TEM MUITO SARGENTINHO E CABINHO QUE FAZEM O TRABALHO SUJO DE PISAR NA CABEÇA DOS “AMIGOS” PARA LAMBER CÚ DE OFICIAL E CONSEGUIR RETP TURBINADO. ISSO SÓ ACONTECE PORQUE ESSE MONTE DE SOLDADINHO PORRA LOCA SAI POR AI CATANDO UMA GRAMA DE MACONHA ENTUPINDO A DELEGACIA DE MERDA. ELES SE MERECEM, TODOS. AFUNDEM NA MERDA QUE CRIARAM.

    Curtir

  23. Bruno Paes Manso: você já fez um levantamento de quantas pessoas morreram nas mãos de criminosos nos últimos 20 anos. “Justiça” pelas próprias mãos não foi, não é e jamais será a solução, como também a defesa de quem pratica crime jamais será. Estamos chegando a um ponto em que marginais daqui a pouco cobrarão pedágio das pessoas só para dar a elas o direito de ir e vir, mas esse mesmo direito é evocado pelos presos e seus defensores quando esses primeiros estão cumprindo uma pena dão dura pelo crime dão brando por eles praticado.

    Curtir

Os comentários estão desativados.