EU NÃO RESPEITO NENHUM NEGRO QUE DEFENDA A DITADURA MILITAR – Indubitavelmente, todo negro que enaltece execução sumária, AI-5, intervenção no Congresso e no STF , antes de tudo , deveria clamar pela revogação da Lei Áurea…Não há nada mais nojento do que negro defender ditadura! 4

Caso Marielle: À PF, porteiro diz que errou em anotação que cita Bolsonaro

Portaria do condomíno Vivendas da Barra, onde morava Ronnie Lessa - Gabriel Sabóia/UOL

 

Portaria do condomíno Vivendas da Barra, onde morava Ronnie Lessa Imagem: Gabriel Sabóia/UOL

Igor Mello e Eduardo Militão

Do UOL, no Rio e em Brasília

20/11/2019 17h44Atualizada em 20/11/2019 21h26

O porteiro que citou Jair Bolsonaro (sem partido) no caso Marielle afirmou ontem à PF (Polícia Federal) que errou ao atribuir ao presidente a autorização para a entrada de um dos acusados no condomínio Vivendas da Barra. Aos investigadores, ele afirmou ter se sentido confuso durante os dois depoimentos à Polícia Civil em outubro.

Em 7 e 9 de outubro, o porteiro teria afirmado que “seu Jair” autorizou a entrada do ex-PM Élcio de Queiroz, um dos acusados pelas mortes de Marielle e do motorista Anderson Gomes, no condomínio.o

Élcio teria ido à casa do policial militar reformado Ronnie Lessa, o outro réu pelo assassinato. A Polícia Civil e o MP (Ministério Público) do Rio afirmam que eles saíram de lá para cometer o crime. Bolsonaro morava nesse mesmo condomínio até tomar posse na Presidência da República.

Na portaria do condomínio, uma anotação manual registra a entrada de Élcio como visita para a casa 58, onde morava Bolsonaro. Há também planilhas de acesso feitas em computador, mas ainda não se sabe se elas corroboram ou não a versão inicial do porteiro.

Registros da Câmara dos Deputados mostram que Bolsonaro, então deputado federal, estava em Brasília no momento da ligação da portaria — não se sabe se o sistema de interfones do Condomínio faz ligação para celulares dos moradores. Por isso, a tendência é que a Polícia Federal aguarde perícia para verificar que a nova versão do porteiro condiz com a realidade.

Erro na anotação e nervosismo

Segundo duas fontes ouvidas pelo UOL, no depoimento dado ontem à PF o porteiro disse que, primeiro, errou na anotação. Não se sabe exatamente por que ele teria trocado os números 58 por 65. Depois contou que, ao ser chamado pela Polícia Civil para explicar o episódio, ficou nervoso e passou a dizer que ouviu a voz de “seu Jair” na casa 58, mas que o carro foi parar na casa de Ronnie.

O funcionário do Vivendas da Barra chegou à Superintendência da PF no Rio por volta de meio dia. Ele estava acompanhado por defensores públicos e depôs por aproximadamente três horas. A PF diz que o depoimento corre sob sigilo.

O porteiro foi ouvido em inquérito aberto a pedido do ministro Sérgio Moro (Justiça). Por solicitação dele, o procurador-geral da República Augusto Aras determinou que o porteiro seja investigado por possível prática dos crimes de de obstrução de justiça, falso testemunho, denunciação caluniosa e por ter violado um artigo da Lei de Segurança Nacional, promulgada durante a ditadura militar. A medida foi criticada por parlamentares da oposição.

O depoimento do porteiro veio à tona no dia 30 de outubro, em reportagem da TV Globo. Pouco depois da exibição da matéria, o presidente Jair Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais da Arábia Saudita, onde estava em missão oficial. Ele se isentou de responsabilidade pelo crime e fez duras críticas à imprensa, sobretudo à Globo, pelas reportagens que envolvem não apenas ele, mas também seus familiares. Bolsonaro também afirmou que a informação havia sido vazada pelo governador do Rio, Wilson Witzel (PSC).

No dia seguinte, diante da repercussão política do caso, as promotoras do MP do Rio responsáveis pelo caso Marielle Franco afirmaram, em entrevista coletiva, que o depoimento do porteiro estava equivocado.

Para sustentar essa conclusão, usaram um laudo pericial feito em gravações do sistema de comunicação do condomínio Vivendas da Barra. Segundo as promotoras, não havia nenhuma ligação para a casa de Bolsonaro no dia e horário citados no controle de acesso do condomínio. Por outro lado, foi encontrada uma chamada para a casa 65, de Ronnie Lessa, autorizando a entrada de Élcio.

O UOL mostrou que a perícia realizada pelo MP apresentava uma série de lacunas que não permitiam desconsiderar o depoimento do porteiro. A análise foi feita com base em áudios das ligações feitas na portaria entregues voluntariamente pelo administrador do condomínio à Polícia Civil e gravados em um DVD, o que deixa aberta a possibilidade de que algum arquivo tivesse sido excluído. Embora tenham cumprido um mandado de busca e apreensão na portaria do condomínio, os investigadores não apreenderam o sistema de gravação, prejudicando a análise.

Após a reportagem do UOL apontar os problemas na análise feita pelo MP, o Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Rio de Janeiro divulgou nota criticando a análise feita pelo MP.

“Lamentamos que um evento de grande importância criminal para o país, que envolveu até o Presidente da República, venha a ser apresentado sem o devido processo de comprovação científica. Uma prova técnica robusta e incontestável só pode ser produzida com respeito à cadeia de custódia e com a devida Perícia Oficial da mídia original e do equipamento original no qual foi gravada”, diz a entidade.

______________________________________

Com todo respeito, não se trata de preconceito ou racismo, apenas um alerta para a falta de consciência da própria condição e natureza  de alguns negros, ou seja, como todo humano, por subir da sarjeta para o meio fio se acha mais bonito, melhor e mais inteligente do que os seus irmãos…Se gosta de ser escravizado volta pra senzala, não queira ser capitão de mato de pessoa livre!

Vale dizer – quem quiser ser como eu – como cantava Marinho da Vila – tem que penar um bocado! Só que ele não canta a mesma coisa  há muitos anos! Não se defende a exceção, o padrão é  , na verdade,   que poucos conseguem subir do asfalto paro o meio fio.

Mérito , antes  tudo, é afeto , educação e valorização  desde o ventre:  idênticas!

 

Eu não passo
De um pobre coitado
E quem quiser ser como eu
Vai ter é que penar um bocado
Um bom bocado!
Vai penar um bom bocado
Um bom bocado!
Vai penar um bom bocado
Um bom bocado!
Vai penar um bom bocado…

  1. Enquanto se perde tempo discutindo branco,preto,verde,vermelho,azul,amarelo,verde…O rei Doria está tirando sexta parte e quinquênios da aposentadoria.
    Terça feira fui à Alesp para participar do protesto contra a reforma da presidência do ditador. O que vi com relação a PC ?
    20 ou 30 policiais !
    Uma vergonha diante do tamanho do efetivo…Bando de omissos e preguiçosos!
    Ficar reclamando aqui é fácil.
    Quero ver brigar na rua pela manutenção dos nossos parcos direitos !
    Haviam professoras vindas de Presidente Wenceslau! Uma vergonha para nós! É sabido que a educação ganha menos !
    E debaixo de um sol inclemente, lá estavam as tias !

    Vergonha!
    Não vou aqui cobrar sindicato algum… Quem quer brigar por algo, o faz por si.
    Sem depender de ninguém!
    Não adianta chorar depois !
    A omissão de todos hoje será a fome de amanhã!

    Curtir

    • Descobriu isso agora? Cansei de ir em vários movimentos. Sempre gatos pingados em sua maioria. Quando não foram “gatos pingados” os Delegados ganharam um GAT “cala a boca” e os senhores tiras e escribas usaram o resto das carreiras como massa de manobra para ganhar o tal NU. No fim carreira usando carreira. Eu nem sabia da manifestação, mas não poderia participar de qualquer maneira.
      Delegados não brigam pela reestruturação de carreiras, nós mesmos nos matamos com briga de vaidades e egos. No fim ninguém vai no movimento que realmente é importante.
      Na boa… Bravo. Continue no seu Bravo. Contar com os colegas é só decepção. Eu já estou desiludido.

      Curtir

  2. As pessoas que pedem AI-5 poderiam passar por aqui e ver o papo de alguns flitadores militares. Tipo o tal Jamiro quando deu risada da reforma da previdência e claramente disse que os paisanos explodam! Isso é bem a cara de militar. Chega de rabo abanando com cara de filhote de cachorro carente e depois da uma bela mordida em vossa mão.

    Interessante é PM achar que sentaria a mesa dos militares de verdade. PC então… Vixeee…

    Agora eu não entendi a relação que o Dr.Conde fez com negros pedindo a volta do AI-5 seria o mesmo que pedir a revogação da lei Áurea. Seria pq Policial e Militar só mata pobre e negro? Aí com eles no poder isso somente seria pior? Se foi o caso achei infeliz a comparação. Assim como a tal frase que já foi repetida por diversas vezes quando fica sem resposta adequada: “subiu do meio fio para a sarjeta”.

    Qualquer ditadura é ruim. Independentemente da cor, religião ou opção sexual, todos sofrem. Com muito poder vêm os abusos. Com certeza os mais vulneráveis são os mais pobres e não os mais negros. Se há mais negros na periferia isso seria uma questão social e não racial.

    Na boa… Já afirmei que sou bandeira branca com vc Dr. Conde. É que essa sua frase já irá virar jingle seu! Kkkkk
    E a comparação não achei muito feliz. Apenas isso.

    Como ponderou o Dr. Tovani imagina se no cartaz fosse um Juiz de toga em vez de um Polícia… Sua resposta foi demais… Não dá o braço a torcer! É que os policiais levam os negros e pobres para nós… Nós apenas os mandamos para frente… Fomos levados ao erro… É o que fica parecendo, se não foi sarcasmo.
    E aquela estória do Delegado ser o primeiro garantidor dos direitos? Se acredita que o PM ou PC tá de maldade, não registre a ocorrência ou não faça o flagrante. Simples. Será que os Delegados e Juízes são vítimas dos policiais mesmo? Não serão “outras coisas e motivos”.
    Parece que os Magistrados e Delegados são vítimas também! Aí não dá. RSRS

    Um bom dia e espero ter escolhido as palavras de maneira correta, de modo a não ter ofendido ninguém (apesar de fazer-lo com frequência para tirar um sarro de alguns).

    Curtir

    • Hater,

      “Agora eu não entendi a relação que o Dr.Conde fez com negros pedindo a volta do AI-5 seria o mesmo que pedir a revogação da lei Áurea” …

      Meu caro, penso que quem clama por viver sob uma ditadura militar aceita ser escravizado, logo , já que é negro ou descendente , que clame também pela revogação da Lei Áurea.

      A expressão que sempre emprego ” subir da sarjeta para o meio fio” tem relação com a comum soberba de quem ao melhorar de condição social , financeira ou funcional faz questão de esquecer as suas origens, parentes, amigos e colegas, ou seja, diz respeito a todo aquele que se julga, por qualquer circunstância, melhor ou superior do que outrem , mas , na sua essência , continua no esgoto. Pior: como se acha detentor do direito de sentar na janelinha bota trave no alheio. Tipo, sou negro e me formei sem necessidade de cotas, logo sou contra as cotas para negros.

      Jamais quis dizer que delegados, juízes e promotores são vítimas, até pelo fato de que considero – por experiência de 35 anos como operador do direito – a maioria deles vagabunda e sem quaisquer compromissos com a dignidade alheia. Apenas quis dizer que , diante da omissão dessas autoridades, muitas ocorrências e depoimentos não passam de relatos mentirosamente padronizados por quem fala e por quem “reduz a termo” . Ou seja, o policial que executa sumariamente nas ruas depois mente deslavadamente nos cartórios; sem quaisquer contestações. Mas, certamente, como disse o Dr. TOVANI o cartaz poderia ter um togado assassinando a dignidade de um negro com a caneta. Por fim, nada é mais excludente do que o racismo no Brasil; por isso a maioria dos favelados são afrodescendentes. O negro pobre é sempre muito mais pobre do que o branco pobre.

      Curtir

Os comentários estão desativados.