AÇÕES CORRETAS – Governador João Doria pede manutenção dos empregos e conta com o apoio da oposição 14

Atacado por bolsonaristas, Doria recebe apoio com crítica pontual de partidos de oposição

Na crise do coronavírus, tucano se projeta para 2022, mas PT, PSL e PSB evitam cálculo eleitoral

Ao antagonizar com Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o modo de combate ao coronavírus, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se tornou alvo de bolsonaristas, mas, ao mesmo tempo, se viu na mesma trincheira da esquerda e de outras siglas de oposição ao presidente.

Enquanto a hashtag #ImpeachmentDoDoria foi impulsionada por movimentos, influenciadores e deputados estaduais ligados a Bolsonaro ao longo da semana, o tucano tem contado com o apoio de PT, PSL e PSB às suas medidas de isolamento social, embora os opositores façam críticas pontuais.

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante coletiva sobre o coronavírus – Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Como mostrou a Folha, Doria cresceu em popularidade digital ao protagonizar o embate dos governadores com o presidente sobre o isolamento social. A maior parte dos governadores defende o isolamento de toda a população, medida que é recomendada pelos especialistas e adotada em diversos países, enquanto Bolsonaro prega o retorno das atividades para não prejudicar a economia.

relevância adquirida pelo tucano vem a calhar com seus planos de concorrer à Presidência da República em 2022 e pode também ajudar Bruno Covas (PSDB) na tentativa de se reeleger prefeito de São Paulo. No entanto, os partidos de oposição a Doria nas urnas evitam fazer cálculo eleitoral neste momento e afirmam não se preocupar com a projeção do governador.

Na bancada de oposição a Doria na Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado estadual Emídio de Souza (PT) endossa as ações do governador, de impor quarentena no estado até 7 de abril.

“É uma questão de bom senso, não dá para fazer oposição por oposição. As medidas corretas têm que ser apoiadas. Se Doria está fazendo o papel correto, temos que apoiar. Não significa estar do lado de Doria, mas do lado do povo. O país precisa se unir em torno do combate ao coronavírus, isso não significa fazer aliança política”, diz Emídio.

“Não nos preocupa o que vai acontecer politicamente no futuro, não é o debate agora. Como vai estar esse país daqui a seis meses? Ninguém é capaz de saber”, completa.

“Não é hora de politizar, o momento é de crise grave. Chamamos de irresponsável quem colocar esse debate na mesa. Da mesma forma, não cabe a Doria colocar 2022 nesse cenário”, resume Luiz Marinho, presidente estadual do PT em São Paulo.

A oposição, contudo, vem fazendo críticas específicas. Ao mesmo tempo em que elogia Doria pela serenidade e liderança, Marinho cobra mais ações do tucano para preservar emprego e renda e o reprova por preocupar-se com campanha em vez de governar desde quando foi prefeito da capital paulista.

“Tem governadores fazendo mais que Doria, não basta engrossar a voz contra Bolsonaro”, diz.

Em sua rede social, Marinho, que é candidato do PT em São Bernardo do Campo, chamou de inadmissível o fato de funcionários do Poupatempo da cidade terem os contratos suspensos e ainda terem que se aglomerar para assinar a suspensão. O post foi acompanhado de #doriadesemprega.

“Ainda tem coisas que não são realizadas por conta do discurso fácil e da ação difícil. Isso não desmerece a postura de Doria de ter assumido uma posição dura e necessária no estado”, afirma o deputado estadual Paulo Fiorilo (PT).

Fiorilo critica o fato de Doria anunciar medidas que demoram a entrar em prática, como ampliação de testes do coronavírus. Também cobra medidas de proteção aos mais pobres e considera baixo o valor de R$ 55 reais por estudante dado às famílias para compensar a perda da merenda escolar.

“O estado tem recursos em fundos que poderiam ser usados”, diz. Ainda assim, afirma que Doria teve postura mais altiva e ofensiva no combate ao vírus. “A crise está só começando, não sabemos o que vai acontecer no estado. O cálculo político está longe, mas Doria está pensando no xadrez mais pra frente”, completa.

  1. A mídia e os parasitas de sempre já estão preparando outro embusteiro para uma vez mais iludir a população que segue sua saga em busca de um messias. Quando o ‘novo salvador do país’ concederá o isolamento dos servidores da segurança pública incluídos no grupo de risco que tanto ele alega estar preocupado em proteger ?? Policiais com mais de 60 anos, hipertensos e portadores de doenças preexistentes continuam trabalhando normalmente e o pior, sendo ainda submetidos a escalas extras abusivas por conta da falta de efetivo. Onde estão os representantes da classe policial?? Onde estão os ‘humanitários’ oportunistas de plantão ??? Tudo não passa de uma imunda disputa política.

    Curtir

  2. Doria e um mentiroso contumaz e faz e fará qualquer coisa em proveito próprio. Apenas para tomarem conhecimento no começo da epidemia corria a boca pequena no Palácio do Bandeirantes a proposta de pagar só 50% das aposentadorias por 60 dias para fazer face a epidemia. Em Sao Paulo as mortes estão sendo contabilizadas como sendo por corona para justificar a ação do Pinóquio.

    Curtir

  3. Carniça nojenta é essa política. Esse mentiroso asqueroso dependeu para se eleger do demônio, agora se une a outros demônios visando mais poder.

    O mais INACREDITÁVEL, para não dizer outra coisa pior, é ver “neguin” que acreditam nestes trastes e depois ficam acusando quem votou em quem. Dando uma de isento na maior CARA DE PAU!!!!!!

    Brasil é só começando do zero com uma grande desgraça. Uma desgraça tão grande que o povo seja obrigado a se unir ou ruir. Brasil não deu certo. Vejo isso pelos comentários, tópicos deste blog entre tantos outros. O jeito é rir, como um santo virgem do puteiro me escreveu anteriormente, da dificuldade alheia, debochar da dificuldade dos outros, mas principalmente me deleitar com tudo pegando fogo e o pessoal procurando culpado(s) como sempre. Fazer o que.

    Guarde um lugar para mim do lado da fogueira a quem chegar primeiro para conversar com o capirote. Boa ação já desisti com tanta gente achando que é dono da razão ou tem a solução para todos os problemas. Pior… Ver uma mídia parcial, meios de comunicação parcial, Legislativo, executivo e Judiciário parcial.

    Aqui nesta terra quem pode mais chora menos. É o famoso FODA-SE!!!!

    Curtir

    • Ahhhhh e q se foda esse meu português esdrúxulo. Não estou defendendo tese e tampouco fazendo monografia.

      Curtir

  4. Alguém pode acreditar que esse oportunista está preocupado com a manutenção de postos de trabalho? Claro que não! O oportunista está preocupado com a próxima eleição para Presidente. Tomara que essa porcaria fique pelo caminho!

    Curtir

    • Respondo se ele está fazendo errado se alguém me responder o que ele tá fazendo certo?. Será que faturar atestado de óbito e acao de governo?

      Curtir

  5. esse governador tem o estigma de ser filho de um terrorista e comunista o que ele fizer é pra ele proprio é um um mentiroso costumaz nunca trabalhou na vida me mostre o que ele fez. uma vez pinoquio sera sempre. de onde vem a fortuna dele explique de onde veio o $$$$$$$$$$ tem procedencia. ENTÃO !

    Curtir

  6. Simples, artigo 486 da CLT: No caso de paralisação temporária ou definitiva do trabalho, motivada por ato de autoridade municipal, estadual ou federal, ou pela promulgação de lei ou resolução que impossibilite a continuação da atividade, prevalecerá o pagamento da indenização, que ficará a cargo do governo responsável.

    Vai chover processo trabalhista contra o Estado de São Paulo.

    Curtir

  7. João Doria a poucos instantes pediu socorro financeiro ao governo federal, a arrecadação de Sao Paulo despencou. Tenho para mim que Bolsonaro vai deixar ele se virar com o problema,ao que consta não há caixa para pagamento da folha em maio,aí vc começa a ver que rato querendo rugir como leão não da nada que presta e com certeza a conta vai vir para o funcionalismo público.

    Curtir

  8. Desde a época da eleição, eu sempre soube que o Dória ia afundar São Paulo. O que nunca imaginei é que ele ia levar o Brasil inteiro junto pro buraco. Bom, falta da falar pra não votar nele não foi.

    Curtir

Os comentários estão desativados.