Bolsonaro envergonha o Brasil – Bolsonaro vuelve a salir a la calle para hacer campaña contra el confinamiento 3

Bolsonaro vuelve a salir a la calle para hacer campaña contra el confinamiento

“A veces el remedio es peor que la enfermedad”, argumenta el presidente brasileño

Ep / Madrid 29.03.2020 | 22:10

Bolsonaro ha visitado a trabajadores de supermercado. EFE

El presidente brasileño, Jair Bolsonaro, ha salido de nuevo este domingo a las calles de Brasilia y ha saludado a simpatizantes y ha visitado mercados para hacer campaña contra el confinamiento. El coronavirus ya ha matado a 114 personas en Brasil. “Yo defiendo que usted trabaje, que todo el mundo trabaje. Lógico. Quien tenga una edad se queda en casa”, ha afirmado Bolsonaro en conversación con un vendedor ambulante recogida por la prensa brasileña. “A veces el remedio es peor que la enfermedad”, ha argumentado.

Bolsonaro ha hablado con trabajadores de supermercados y panaderías y también ha visitado el Hospital de las Fuerzas Armadas de Brasilia. En cada parada se aremolinaban sus simpatizantes para corear consignas como “mito” o “estamos juntos” y para pedirle fotos al mandatarios.

La visita de Bolsonaro ha provocado una aglomeración en un momento en que tanto la Organización Mundial de la Salud (OMS) como el propio Ministerio de Sanidad brasileño recomiendan el distanciamiento para evitar contagios.

En un momento dado una mujer le ha pedido que se reabran los templos, a lo que Bolsonaro ha respondido que va a recurrir la decisión judicial que anuló la semana pasada el decreto presidencial que eximía a las iglesias y casas de apuestas del cierre. Sin embargo, rechazó saludar estrechando la mano conforme a la recomendación de las autoridades sanitarias.

  1. Bom Dia!

    Senhoras e Senhores!

    Em qualquer região do mundo encontraremos crise, seja ela: econômica; sanitária; populacional; ditatorial; governamental; e, enfim, somando tudo seguramente encontraremos o vilão que é indiscutivelmente o “ser humano”!

    Ele polui tudo indiscriminadamente, escraviza à todos, tanto no capitalismo desenfreado quanto no pseudo socialismo e o que é ainda pior, enquanto um percentual se conscientiza do problema outros apontam o dedo acusatório sem demonstrar ou indicar soluções viáveis na resolução do problema.

    Se analisarmos o mundo friamente observaremos que desde o início da sua criação o único ser vivo que demonstra ser incorrigível e despreocupado com sua própria existência é o homem.

    Entre tantos seres vivos que habitam a terra homem é o único que é desprezivel; insignificante; destrutivo; egoista; e, sanguinário.

    Desde que Adão e Eva foram expulsos do paraíso vivemos num diuturno inferno.

    A cobra enganou Adão com a maçã e o otário foi expulso do paraíso e em contrapartida, Eva deu de presente a Adão uma sogra; Caim matou Abel; Jesus foi crucificado no meio de dois ladrões; escravizou irmãos e nações inteiras; poluiu o ar, os mares e a terra. Destroi à tudo e à todos indistintamente.

    Vocês acham que aqui no Brasil é diferente dos outros países?

    Países ditos como de primeiro mundo são os piores, pois no passado nos escravizaram e nos roubaram e hoje seu povo paga pelos malefícios do passado. Sua população é velha, não procriam o suficiente e assim ficam sem perspectivas de futuro. Suas terras estão ficando fracas, áridas e improdutivas feito útero de velha.

    E o que fazem para garantir a existência?

    Tentam sobremaneira idiotizar alguns com o pior dos pecados, a da ganância desenfreada!

    Podemos dizer que hoje quase dois terços da população mundial vive às custas do brasileiro.

    Nenhum pais do mundo possui as riquezas que possuímos, e em contrapartida confesso que também não possuem os péssimos administradores que temos.

    Somos literalmente administrados por gafanhotos. Assim vamos sendo contaminados pelas incertezas e inverdades que nos impõe através de meios de comunicação corrompida pelo Sistema.

    E o que fazemos:

    Acataremos idéias e esmolas externa ou tentaremos solucionar nossos problemas com o material que temos disponível?

    Pois é! Quando aprenderemos a valorizar nosso quintal?

    Quando deixaremos de dar ouvidos a certos quesitos e comentários duvidosos de pessoas que sequer demonstraram serem possuidores de excelentes exemplos?

    Façamos nosso dever de casa e assim conseguiremos expurgar as ervas daninhas que nos prejudicam.

    Caronte

    Curtir

Os comentários estão desativados.