Da forma que a PM desandou a atuar contra os civis em breve o PCC substitui o 190 11

Por G1 Vale do Paraíba e Região

 

Pai e filho acusam policiais militares de agressão durante abordagem em Campos do Jordão

Pai e filho acusam policiais militares de agressão durante abordagem em Campos do Jordão

Pai e filho acusam policiais militares de agressão durante uma abordagem em Campos do Jordão (SP). Imagens de uma câmera de segurança, obtidas pela defesa dos dois, registraram parte da ação e mostram agressões contra eles (veja acima). A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a “PM não compactua com desvio de conduta” e apura o caso.

O caso aconteceu na madrugada do dia 26 de janeiro na região da Abernéssia. Igor Garcia, de 19 anos, e o pai Claudino, de 54, estavam em um bar quando o jovem contou que teria dito um palavrão em uma conversa com amigos em frente ao estabelecimento. Policiais que estavam em uma viatura próxima ao local alegaram que a ofensa teria sido direcionada a eles e fizeram a abordagem.

As imagens, divulgadas pela defesa dos dois, não mostram o início da abordagem, mas registram agressões dos policiais. Durante a ação, um dos policiais usa o cassetete e agride diversas vezes os dois e depois leva o jovem para uma área que não é alcançada pela câmera.

“Eu não ofendi os policiais e não resisti [à abordagem]. A todo momento eu e meu pai obedecemos e só questionamos o motivo da agressão. Eles são policiais, se não fossem essas imagens a gente ia seguir respondendo por uma coisa que nós não fizemos. Eles estão lá para proteger, mas não foi isso que aconteceu”, conta Igor.

Ocorrência por desacato

Após a abordagem, os policiais militares registraram boletim de ocorrência contra os dois por desacato, resistência à prisão e desobediência.

De acordo com a boletim de ocorrência, após o palavrão direcionado aos policiais foi feita busca pessoal, mas o pai de Igor tentou impedir a abordagem pedindo que os policiais soltassem o jovem. Nesse momento, outra equipe da Polícia Militar foi ao local para dar apoio e foi preciso usar o cassetete para afastar o pai.

Os policiais alegaram que foi preciso ‘usar de força moderada’ para conter o jovem e algemá-lo. Sobre os ferimentos, disseram que foram causados quando ele se jogou no chão em resistência à prisão e bateu o supercílio, além de bater continuamente a cabeça contra a parede. O registro feito na Polícia Civil ainda cita a contestação de pai e filho que contaram terem sido agredidos pelos policiais.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que a Polícia Militar não compactua com desvio de conduta de seus agentes e investiga rigorosamente todas as denúncias apresentadas.

“Em relação ao caso citado pela reportagem, a apuração está sob a responsabilidade do 5ºBPM/I. O trabalho é acompanhado pela corregedoria da corporação, que está à disposição para receber eventuais denúncias sobre o caso”, informou

  1. Sou investigador de polícia, foi instaurada uma Fraude Processual a meu Desfavor, já perdura por 2 anos e 3 meses , por conta de meus ex-advogados se venderam , me afastaram e não recebo nada desde então. Amanha vou representar na COMISSAO DE ETICA DA OAB , e saindo de la vou ate DELEGACIA DA FAZENDA PÚBLICA, levar ao conhecimento do DELEGADO DE POLÍCIA, o fato de a Procuradora do Estado , ter DEFENDENDO UMA FRAUDE PROCESSUAL. 013 997004197

    Curtir

  2. Fácil…
    Esquece o 190 e liga para os “heróis” do 197.

    Só tem “puliça” bom e hones… deixa pra lá!

    Curtir

    • Amigão ligar para o 190 e ser atendido não é favor não.

      Você trabalha de graça?

      Fala como se fosse um ação voluntária o seu trabalho, e não é, muito pelo contrário, oficiais coxinha são os maiores assaltantes do erário.

      Atender o 190 é obrigação de quem é pago para tal.

      Se abrir mão do soldo não precisa atender o povo pagador de impostos.

      Ainda ficam fala que são compromissados com a vida e com direitos da pessoa humana.

      Bem típico de oficial cozinha.

      Belo exemplo de incentivo a improbidade administrativa.

      Curtir

  3. Caso isolado número 1.500/2020.
    .
    A Polícia Militar informa que trata-se de mais um caso isolado, e que não compactua com desvio de condutas. Em breve não haverá mais procurado do estado para defender tantos casos isolados. Vai lá Dória, paga advogado pros caras.

    Curtir

  4. Apure-se, junte-se provas, ai depois condenem , critiquem ou julguem!!! Hoje quem anda errado folga, ofende e agride, sabedores da repercussão negativa sempre pro lado das Polícias. Bom, isso são coisas de quem trabalha na rua, atende plantão……não pra motoristas de mesa!!!

    Curtir

    • Exatamente. Hoje em dia todo mundo folga com policial por que já perceberam que, em caso de dar merda nem os próprios policiais dão apoio uns aos outros (Como esta acontecendo nessa postagem nesse exato momento). O ônus da prova sempre recai ao policial mesmo que o folgadinho tenha cuspido em sua cara. Como o Zé Povinho já notou que a corda sempre arrebenta do lado do Policial não importa o que aconteça, então fica folgando para forçar uma reação e depois se vitimizar. Vai que dá matéria no Fantástico né?

      Curtir

  5. Nem sei mais em quem acreditar. PM fazendo isso é rotina. Assim como maluquinho folgado que depois paga de santo.
    Agora bater em pai e filho é demais. Não vou julgar. Vai saber se o pai também era folgado. Que policiais burros e despreparados. Fazer maldade em frente das câmeras? Em pai e filho ainda? O que poderia ter desencadeado tal fúria na PM? Um simples palavrão ou destemperamento e despreparo da PM?
    Sei lá. Esperar cordialidade de alguns deles depois de tanta lavagem cerebral é algo quase impossível.

    Curtir

  6. regra da natureza e nao minha: ¨quem nao evolui entra em extinção¨! lei de abuso, pacote anti crimes, lei de aumento de contribuição previdenciaria, e aumento de tempo obrigatorio de serviço! Porra e ainda tem policia que fica procurando ouvir população xingando? Olha o MP. depois da lei de abuso não mais se expuseram! mas policial quer aparecer, ser o bom, ser o maioral. dai so se fode. aprendam. FAÇAM O BASICO! nao se envolvam com o desespero da vitima, sem com a comoção da investigação ou atendimento. faça o que foi pago. atenda e dispense. policial vai sempre estar errado. é sempre corrupto. sempre vagabundo e sempre tem interesse escuso. infelizmente mais alguns colegas que irão sentir o peso na lomba de serem policiais.

    Curtir

  7. O legal mesmo é se a dupla votou e fez campanha pro micto, e defendem a tortura !!! hahahahaha Obtiveram uma amostra grátis

    Curtir

Os comentários estão desativados.