Comportamento padrão – Capitão da PM dá soco em cabo e briga com esposa em delegacia 14

Capitão da PM dá soco em cabo e briga com esposa em delegacia

FOLHA MAX-
16/10/2019 18:46

Capitão da PM dá soco em cabo e briga com esposa em delegacia

O capitão Marcelo de Oliveira Conde, Comandante da 2º Companhia da Polícia Militar de São Felix do Araguaia (1.158 km de Cuiabá) foi denunciado após agredir sua esposa, que é médica, e um colega de farda na madrugada desta quarta-feira (16).   A denúncia foi registrada na Polícia Civil e já é apurada pela Corregedoria da Polícia Militar.

Recém-promovido a capitão Conde teve uma desavença com a esposa que foi até o Batalhão pedindo que um soldado pedisse a chave do carro para o capitão, que ordenou que esposa fosse até ele. Ao perceber que se trava de uma discussão de casal, o soldado chamou o cabo que estava na delegacia.

Houve uma discussão entre o casal, quando Conde teria pegado a esposa pelo braço momento em que o cabo pediu para o capitão se acalmar. Diante da advertência, o capitão desferiu um soco no peito do cabo que caiu no chão.

A médica saiu correndo e escondeu do capitão com a ajuda de outros policiais. A mulher se abrigou na casa de um PM.

As informações são de que a esposa do capitão não registou ocorrência e que apenas queria deixar a cidade. Ela pegou a chaves do carro e saiu do local.

Mesmo com a recusa da vítima, o PM agredido denunciou seu superior e registrou o caso como lesão corporal para providências desnecessárias.

Em nota, assessoria afirmou que vai apurar o ocorrido.

Nota da PM

A Polícia Militar informa que o Comando do 10º CR, com sede em Vila Rica, designou um tenente-coronel para apurar ‘in loco’ a denúncia de suposta violência doméstica que pesa sobre o capitão da unidade de São Felix do Araguaia.

O oficial designado encontra-se no município e já instaurou Inquérito Policial Militar(IPM) para apurar a denúncia. O procedimento está em trâmite e todas as providências estão sendo adotadas no sentido de esclarecer os fatos.

 


 

Ao fim e ao cabo a carreira do Cabo chegou ao fim!

 

  1. Afinal de contas, oficial é Deus é praça não é gente, segundo a doutrina Militar. Alguém já viu oficial PM ir preso flagrante? Não, raríssimas são as vezes em que isso ocorreu, não por terem uma conduta acima da média, mas sim porque policiamento ostensivo é atribuição da PM, executado majoritariamente por praças, que são religiosamente obrigados a serem coniventes para qualquer ato praticado por oficial.

    Curtir

  2. Deveria existir pena de morte para esses pms covardes.
    Vixi, provavelmente as praças vão se ofender por Eu estar a favor deles e contra os oficiais covarde.

    Curtir

  3. A reportagem diz que a esposa do oficial fugiu do local e buscou abrigo na casa de outro PM.

    Se ela for uma mulher vingativa (o que é bem comum), o capitão já deve ter ganhado um belo par de adereços novos na cabeça, pra combinar com a farda de Oficial.

    Curtir

  4. Eu não me recordo o ano, provavelmente inicio dos anos 90, o finado cel. Ubiratan deu um soco no rosto de um soldado, por este não ter lhe prestado continencia. Os policiais das antigas devem lembrar desse fato. Sabe o que deu ? Porra nenhuma.

    Curtir

    • FBI,
      Sabe no que deu, o valente morreu com um tiro que era para pegar no pau…desferido pela namorada que foi com muita justiça absolvida. Morreu e deixou dívidas milionárias para a família.

      Curtir

      • Dr. me lembro do homicidio. A familia da namorada do finado era contra o relacionamento, isto porque a menina tinha uma otima educação e o finado cel. , um cara bronco.

        Curtir

  5. Pegasus, é muito provavel o capitão arranjar um enfeite na cabeça kkkkkk. No final dos anos 80, uma boazuda só de shortinho pulando carnaval com uma rapaziada, e o marido fudidão, estava de serviço, na rota. Imagina o enfeite que esse bilão ornava na cabeça.

    Curtir

    • Chifre é uma coisa que pode cair na cabeça de qualquer um, mas é incrível como os polícia da Rota tem uma propensão maior que a média nesse assunto.

      Pode parecer perseguição ou chacota da minha parte, mas não é. Foram tantas histórias que já ouvi a respeito das esposas desses valentes policiais, que já perdi a conta.

      Curtir

    • Hoje vivemos em outra época e com certeźa esse oficial brabao vai se fizer, as corregedorias das polícias não perdoa essas atitudes, ainda mais que caiu na mídia além do mais a promotoria deve mandar tomar providências.

      Curtir

      • Nilton Gomes, não discordo de vc, mas o paternalismo entre oficiais é latente nas corregedorias. Vc se lembra de uma pf que era assediada por um oficial aqui em SP ? A coitada precisou ate de tratamento psiquiátrico, tamanha pressão que sofreu. Parece, salvo engano, o canalha oficial foi transferido de unidade, como punição.

        Curtir

  6. Complementando, antes que alguem escreva, na corregedoria da Policia Civil, tambem passam um pano para Delpol.

    Curtir

Os comentários estão desativados.