João Doria cria Delegacia Seccional de Praia Grande – à qual São Vicente ficará subordinada – com o fim de acabar com a perniciosa influência do grupo político Márcio França e de alguns políticos locais afinados com o crime organizado 23

𝗣𝗥𝗔𝗜𝗔 𝗚𝗥𝗔𝗡𝗗𝗘 𝗖𝗢𝗡𝗧𝗔𝗥𝗔́ 𝗖𝗢𝗠 𝗗𝗘𝗟𝗘𝗚𝗔𝗖𝗜𝗔 𝗦𝗘𝗖𝗖𝗜𝗢𝗡𝗔𝗟 𝗗𝗔 𝗣𝗢𝗟𝗜́𝗖𝗜𝗔 𝗖𝗜𝗩𝗜𝗟 🚓

.

Praia Grande passará a contar com uma Delegacia Seccional de Polícia Civil nos próximos meses. A confirmação foi feita na tarde de quarta-feira (15) ao prefeito Alberto Mourão pelo delegado geral do Estado de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, durante vistoria às obras no prédio que abrigará um complexo de segurança, no Bairro Ocian.
Com o anúncio, Praia Grande não integrará mais a Seccional de Santos, passando a ter independência administrativa e financeira – São Vicente também ficará sob responsabilidade da nova unidade.
O prefeito Alberto Mourão comemorou a notícia explicando que a medida elevará as categorias das delegacias existentes na Cidade, além de possibilitar um aumento no efetivo de policiais civis.
“A Seccional vai funcionar junto a um complexo de segurança, onde ficarão abrigadas também as equipes táticas da Guarda Civil Municipal (Romo e Romu) e também a recém-criada 3ª Companhia da Polícia Militar. São medidas que trarão mais segurança para a Cidade”, afirma o prefeito.
De acordo com o delegado geral Ruy Ferraz Fontes, as obras devem estar finalizadas em março e algumas providências ainda deverão ser tomadas, como a contratação de pessoal, inclusive por meio de concurso público. “Praia Grande tem uma demanda significativa e esperamos que esta medida faça diferença para quem vive na Cidade”.

𝘿𝙚𝙡𝙚𝙜𝙖𝙘𝙞𝙖 𝙙𝙖 𝙈𝙪𝙡𝙝𝙚𝙧 – O diretor do Departamento de Polícia Judiciária 6 (Deinter 6), Manoel Gatto Neto, também acompanhou a visita. O prefeito e os dois delegados estiveram ainda nas obras da nova Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que está em fase final de construção no Bairro Boqueirão.
De acordo com Gatto Neto, além da DDM, o local abrigará também o Núcleo Especial Criminal (Necrim), órgão que promove a mediação de conflitos nos crimes de menor potencial ofensivo. Esta será a segunda unidade deste órgão na Baixada Santista, sendo que no Estado de São Paulo já existem 50.
“É um importante meio para se evitar problemas maiores. Uma briga de vizinhos pode se transformar em homicídio, mas com a conciliação muitas vezes isso é evitado. Além disso, desafoga o sistema judiciário com ações criminais mais extensas”, explica o diretor do Deinter 6.
No local são realizadas as audiências preliminares de conciliação e, havendo um desfecho satisfatório, a decisão é encaminhada posteriormente ao Poder Judiciário com força de sentença.
A previsão de entrega do prédio por parte da Prefeitura é de cerca de 20 dias. O funcionamento pleno das duas unidades deve se dar nos próximos meses.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé
Por: ANTONIO CARLOS SOBRAL

  1. Vivendo e aprendendo, eu antes de votar no Bolsonaro, nem sabia que o Márcio França estava envolvido com políticos, que estão envolvidos com o crime organizado.
    Aliás, no tempo do General Figueiredo eu era militar das FA.
    E naquele tempo, nunca, nem
    … se cogitava em pronunciar uma blasfêmia dessa “crime organizado”.
    Esse termo “crime organizado” surgiu depois de 1985, para salvaguardar o bom nome da “Segurança Pública Desorganizada”.
    Ou melhor explicando, “Governos Desorganizados”.
    E o Bolsonaro ainda não entendeu nada dessa poha toda.
    Cadê os investimentos em segurança?
    FICO FELIZ EM SABER, que aqui no Litoral Sul (mais específico, Baixada Santista) vai aumentar o efetivo dos PCs.
    Se aumentar e melhorar a Inteligência (investigações), é óbvio que o crime na ponta, vai sentir a diferença.
    PMs já tem o suficiente, aqui na minha cidade.
    Em temporada, você dá trombada com os PMs (na orla da praia), lá pro fundão, próximo ao morro (serra) não muda nada.
    Fora de temporada o super efetivo não muda muito.
    Uns 30 PMs (entre oficiais, pessoal de limpeza e portaria) dentro da CIA.
    E fora da CIA (a infantaria ostensiva) com umas duas ou três viaturas, com dois homens em cada uma, percorrem a Padre Anchieta e ruas dos bairros.
    Numa produtividade e qualidade, pra contribuinte nenhum botar reparo.

    Curtir

  2. Cria mais Seccionais, Delegacias da Mulher, mas manter as que já existe e contratar policiais nada, mais trabalho e menos salário………………………

    Curtir

  3. Este de DG é um fanfarrão, sobre o prédio da Polícia Civil de Santos que foi interditado por falta de segurança nenhuma palavra!
    Depois ele afirma: “como a contratação de pessoal, inclusive por meio de concurso público”, existe outra modalidade de ingresso as carreiras policiais se não por concurso público?
    Que ninguém se iluda, candidatos, se for depender da “(in)competência” generalizada dos delegados estes novos policiais vão começar a trabalhar mais ou menos em de 2030.

    Curtir

  4. Criar é fácil, quero ver funcionário prá trabalhar lá!! Irão desfalcar outras delegacias e por gente lá, prá trabalhar, pois já deve haver o nome de uma cadeira na NASA prá ganhar ela . Ainda mais numa época em que a tendencia é aposentar devido à incerteza da nossa situação, o que foi prometido e não cumprido. Fizeram o mesmo aqui na capital e aí na baixada, criando BAEPs e desfalcando as forças táticas dos batalhões. Temo pelo nosso futuro , tanto pela previdencia quanto pelos salários super defasados, com o poder de compra cada vez menor.

    Curtir

  5. É só mais uma maneira de sacrificar aínda mais o Restopol, pois não há funcionários suficientes para atender às necessidades. Hoje os ‘ primeiros garantidores dos direitos dos cidadãos ‘ já estão escalando irregular e ilegalmente o Restopol para trabalhar em duas delegacias, sem nada receberem pela escala abusiva. Ninguém se manifesta. Ninguém contesta. Se preparem os de São Vicente para também serem deslocados para ‘ a cidade mais segura da baixada ‘, segundo o fanfarrão Mourão.

    Curtir

    • Fanfarrão é o “restopol, como você diz, que trabalha em dois locais.
      Não por no papel por quê? Estranho!!!

      LOP Artigo 31 – Nenhum policial civil poderá ter exercício em serviço ou unidade diversa daquela para o qual foi designado, salvo autorização do Delegado Geral de Polícia.

      Curtir

      • Em que mundo você vive ?? Não sabe nada, inocente. Com certeza não trabalha em nenhuma delegacia. Há muito tempo o Restopol vem sendo escalado em duas delegacias. No intervalo de sua folga entre plantão é escalado para outro lugar. E sempre nos finais de semana. Basta pesquisar.

        Curtir

        • Talvez, pelo visto, em um mundo melhor que o seu.
          Não trabalho em delegacia de fato.
          Na verdade nunca trabalhei…nunca quis.
          A pergunta continua sem resposta…não por no papel por quê?

          Curtir

            • Se não põe no papel por quê vem chorar no blog?

              Ou lute por seus direitos, arcando com eventuais consequências, ou chora na cama que é quentinho.

              Curtir

              • Às vezes na vida chorar é tudo o que resta. O cara vai fazer o quê? Botar no papel algo que nunca vai mudar e se sujeitar a retaliações futuras?
                É o mesmo que pular de um prédio “como forma de protesto”. Só o cara que “protestou” sai perdendo.
                Ser mártir não dá camisa pra ninguém. Especialmente na PC. Esqueceu do Agepol que bateu a vtr, fez B.O de “condição análoga à de escravo” por que estava trabalhando demais e dormindo no DP e ganhou de presente um cartório com 300 IPs? É assim que a banda toca.

                Curtir

                • Caro colega!
                  Quando falo isso é no pretenso sentido de ajudar.
                  Já leu ou assistiu ao filme Papillon?
                  Vale ver!
                  Velho dilema humano.. viver amargurado pela situação, lamentando-se mas não tomar atitude alguma ou jogar-se do penhasco, amarrado a cocos, na esperança de flutuar até o continente?
                  Enfim….

                  Eu me joguei, flutuei e garanto que a vida no continente é melhor!

                  Curtir

            • Amigo Agepol, não perca o seu tempo. Provavelmente esse deve ser algum criado em apartamento ou desses rambinhos fantasiados de macacão preto e capacete feito meganha que não sabe nada da vida e como as coisas acontecem na PC. Se tivesse conhecimento do mundo real saberia o que sobra para aqueles não fazem parte da ‘familia’. Obrigado pela manifestação e pela força. Um forte abraço e paz em sua jornada.

              Curtir

  6. João Andorinha, voando 400 vezes de lá para cá com o helecoptero do Estado em um ano. Sabe a hora de voo e quase nada de tão baratinha, de 5000 a 10.000 mil reais dependendo a aeronave. Depois diz que abriu mão do salário e outras vantagens ,aí nesta fala encarna seu personagem favorito o João Pinóquio.

    Curtir

    • Aliás, Dória Pinóquio abriu mão do próprio salário (De caso pensado, por livre e espontânea vontade) e abriu mão do NOSSO salário à nossa revelia mantendo o mesmo injustificadamente baixo (Sem nosso consentimento e contra nosso desejo e descumprindo promessa de campanha) para “Economizar” dinheiro do Estado mais rico do país. Em contrapartida, pagou sorrindo R$ 4000,00 de Bônus para fiscais de renda, aqueles pobres coitados cujo salário inicial é de 13 mil reais. O de cima sobe e o de baixo desce. Eu avisei pra não votar em PSDB, mas não quiseram ouvir.

      Curtir

    • É só ver os majuras da “famiglia” – brimos, que estão em volta dele para tirar as conclusões de sempre.

      Curtir

  7. quando vejo o governo “criar” mais uma delegacia, seccional etc, já penso o seguinte:

    1 – de onde tirarão funcionários?
    2 – Alguém vai sorrir MUITO.

    Curtir

  8. Alto lá! O Dória cria uma Delegacia que vai ser entregue pela Prefeitura? Já sei… as despesas de luz, água, etc, será paga pelo prefeito e “empresários”. Como sempre a PC paulista vive do “amor” alheio.

    Curtir

  9. Vai acontecer igual no centro! Criaram uma ddm nova, com nome novo, um projeto casa da mulher brasileira, mudaram de Predio, daí criaram uma escala onde todos tem que puxar para cuidar do antigo prédio!!! Criam um monte de coisas com nomes bonitos mas sem qualquer estrutura! O importante eh pendurar a placa com o seu nome na parede!

    Curtir

Os comentários estão desativados.