ME AJUDA AÍ, JOSMAR JOZINO! – Diante da Lei MARIA DA PENHA, qual a diferença que há do procurador municipal de Peruíbe do procurador de justiça do Ministério Público? Resposta: A POLÍCIA CIVIL QUE É MULHER DE MALANDRO! 4

Lendo matéria do sensacional Josmar Josino: Procurador de Justiça é acusado de agredir e ofender mulher e filha em SP, verifica-se que quando se trata de ocupante de cargo “elevadíssimo”, “qualificadíssimo”, “honestíssimo”, daqueles que apenas a elite intelectual formada na elite das Faculdades de Direito deste Estado, o sigilo é absoluto.

A dignidade humana é MAIS DO QUE ABSOLUTA

Não dá TV, não dá   NICO, não aparece ninguém para dar nome aos bois.

Eu ou você, nós homens sem cargo ou com cargo destinado aos “burros”, se eventualmente, tivermos um “surto psicótico” – depois de chegar em casa, às 8h00 da manhã, com a cuca cheia de cachaça, vindo de um puteiro, misturando álcool com antidepressivos, ansiolíticos, viagra e – já muito Loko – sociabilizar com as minas “cheirando umas carreirinhas”, praticar violência física e moral contra nossas companheiras e filhas TAMO FU …

VAMOS TOMAR NO Ó, com direito a fotografia estampada por todos os cantos do planeta terra.

Mas o “doente ” em questão, COITADINHO (e de fato o membro do Colegiado de Procuradores até pode ser doente como centenas de outros homens), goza até da EXCLUSIVA PRERROGATIVA DE SIGILOSO ABSOLUTO!

ME AJUDA AÍ, DATENA!

E orientamos a Dra. Procuradora vítima deixar de ser codependente dessa pessoa que – pelo cargo que ocupa e formação que, na teoria, deve possuir (na teoria, pois na prática a burrice é comum) – está muito mais para psicopata devasso do que doente mental e dependente químico. 

E, desculpe-me, a Dra. sendo ligeiramente mais velha do que ele foi se argolar, ambos então jovens, com um camarada que, com apenas 30 anos de idade, já era pai DE QUATRO FILHOS DE “RELACIONAMENTOS” ANTERIORES…

A isso sim devemos chamar de pluralidade…Né?

Ora, os R$ 50.000,00 que, em média, ele ganha mensalmente, não deve gastar com os quatro filhos frutos desses “relacionamentos”

Logicamente, segundo a descrição do ilustre jornalista, todos com mais de 30 anos. 

Ora, ele gasta a fortuna que ganha mensalmente com as ex e com as atuais, além de torrar a grana com uísque e companhias mais jovens.

Não lhe chamo de chifruda, pois – pela regra da experiência própria – o seu “doente” até pode pagar de Ministro da Zona, mas não come ninguém …

Se ele for exceção ficarei com MUITA INVEJA…

Ou me manda o nome do remédio que ele toma…rs 

Vislumbra-se a excludente da ineficácia absoluta do meio que no caso do membro do “parquet” se traduz na impossibilidade de o seu instrumento ser utilizado para consumar a “fornicatio”.

No popular: ele não come ninguém, mas gasta pra caralho e na bronca chega em casa humilha, ameaça e agride fisicamente a mulher e bate e na mulher e humilha a filha!

Procurador “bebão” e “cuzão” ,  como 2 + 2 = 4,  “FIZERAM ECONOMIA DA VERDADE! “

Sabe o significado?

Não, né?  

Ah, por coação, por dissuasão ou por compaixão …Cada qual que carregue o seu bêbado, não é assim? 

QUEM SABE COM O SUSTO ELE MUDE …

Pelas regras da experiência comum (para foder os outros o membro do MP talvez faça emprego dessa fórmula bem safada (nada cientifica e jurídica)  , posso vislumbrar que VOSSA EXCELÊNCIA É UM PSICOPATA PERIGOSO E PERVERSO QUE FARÁ MUITO PIOR!

Mas quero estar absolutamente errado, desejando-lhe que procure tratamento…

Evidentemente seus colegas se fazem de cego ou querem que Vossa Excelência se afunde; levando consigo toda a sua família.

Talvez se surtar no Tribunal e meter bala nos colegas de trabalho eles tomem ´providências…Não serão humanitárias, certamente! 

Desequilibrios mentais – acompanhando ou não de dependência química – associado ao desequilibrio financeiro LEVAM A CORRUPÇÃO, sabia? 

E louco que comete a loucura de permanentemente dever mais de R$ 100.000,00, de cheque especial; outro tanto no cartão black do BB, fica ainda mais varrido de louco.

A MULHER DE MALANDRO

O Ministério Público massacra publicamente a imagem da Polícia Civil, especialmente quando Delegado “surta” ou simplesmente “rouba”! 

Mesmo nos casos de segredo de justiça vazam informações para a imprensa…

Assim o investigado ou réu já ingressa em campo perdendo de goleada! 

Por seu turno, a PC , invariavelmente, por covardia, poupa a imagem de promotores, magistrados, policiais militares…

Deveria poupar INDISTINTAMENTE a imagem de TODOS, mas – por faltar honradez – a garantia de sigilo é SELETIVA!

A especialidade da casa: ESCRACHAR COITADOS E DESAFETOS …

E A PM? 

Do contexto da matéria jornalística, sem saber do registro dos fatos e demais providências, aparentemente, deixou de prender o PJ em flagrante…

Sabe como é, estourar porta de barraco e prender pedreiro cachaceiro é fácil.

Se houver insatisfeitos se faz coação. 

Mas ingressar, provavelmente, em condomínio de elevado padrão, estourar a porta (talvez blindada) e algemar o membro do MP, NEM PHODENDO FAZEM! 

Lá sim é asilo inviolável de um “cidadão de bem” …

E, ora gente, não houve flagrante, né? 

É apenas a palavra delas contra a dele…

Não vimos nada; não temos certeza de nada! 

Será que ao menos foram verificar as cameras e consultar a portaria? 

Ele chegou dirigindo? 

Foram verificar o eventual veículo?

O motor ainda estava aquecido? 

DOS CRIMES DE TRÂNSITO

Seção I – Disposições Gerais
Art. 306

Conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência:

Penas – detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

NOSSA ADVERTÊNCIA

Qual o significado de igualdade? 

O que acima escrevemos, debochadamente, conforme nossa pessoal compreensão do teor do relato jornalístico, objetiva maior reflexão de agentes públicos com privilégios legais nauseabundos, PREJULGAR PUBLICAMENTE, JULGAR MORALMENTE EM ATOS DE OFÍCIO (uma grande qualidade de membros da PGE, empregando EMBROMAÇÃO (trapaça, mesmo) É COMO PIMENTA…

NO RABO ALHEIO É REGRIGÉRIO…

A vítima como Procuradora (seja lá municipal, estadual ou igualmente Procuradora de Justiça), se nunca fez, deve ter observado como os “OPERADORES DO DIREITO” são exímios deturpadores da realidade, mestres no emprego de palavras enganosas como se estivessem em mesa de carteado…

Afirmando-se, não tem o menor cabimento – nenhuma seriedade – escrevermos a respeito de casamento com homem um pouco mais novo e que ainda jovem já tinha 4 filhos, talvez ex 4 mulheres etc.

Pensar assim é torpeza; assim como algumas das ilações descabidas contidas linhas atrás.

Mas, infelizmente, até em mera impugnação tributária, muito mais preocupados em ganhar honorários do que zelar pelo tesouro público, Procuradores escrevem lorotas, empregam palavras enganadoras, fazem julgamentos morais E MENTEM…

Enquanto muitos membros do MP, infelizmente, aparentam certa perversidade; idem no Poder Judiciário. 

E mentir processualmente é interpolar fatos verdadeiros, descritos com abundância de palavras desnecessárias, enfiando devagarzinho uma mentira aqui, outra ali, acolá até que alhures, por outrem, o INIMIGO acaba condenado …

Em linhas gerais e sem rebuços: DEVAGARINHO LHE FODERAM!  

Observação: não raramente Juízes e Desembargadores “copiam e colam” em sentenças e acórdãos o que esse tipo de funcionário público escreve; empregando como fundamento de decidir…

A empulhação e mentira vence e acaba se perpetuando!  

Por fim, parabéns ao JOSMAR JOSINO, pois é sempre o único que, ao menos, noticia FATOS DE INTERESSE COLETIVO

É muito grave alguém exercer cargo de tal relevo – cujos atos podem desgraçar irremediavelmente a vida de muitas pessoas – estando com a saúde mental comprometida, seja lá qual for o diagnóstico e causa.

Esse Procurador de Justiça, há muito tempo, deveria ter sido encaminhado para tratamento especializado às custas da Instituição.

Se impossível a recuperação da higidez: aposentado!

De se observar, um promotor de justiça (MP) ou um procurador de estado (PGE) opinaria pela demissão de qualquer outro agente público em idênticas condições.

Sem dó, sem piedade e sem pensar na situação dos familiares. 

 JOSINO, dessa vez não farei como fiz COM O DIRETOR DO SÃO LUIS…

Se tu não deste o nome, não serei OTÁRIO …rs

 

 

Bom domingo, um lindo 2023 para todos os “flitadores”, que todos os policiais nesta longa segunda semana de janeiro consigam honrar suas contas sem empregar cheque especial ou parcelamento de cartão…Por favor, a eleição acabou, não ocorrerá GOLPE MILITAR, Lula foi empossado e o Pelé sepultado! Parodiando nosso ex- ídolo PIQUET: “Deus acima de tudo, Brasil acima de todos e BOLSONARO NA CADEIA” …Posto isto, isso, aquilo e tudo mais, gentilmente , solicitamos que não mais se despeje por aqui links, vídeos e matérias de terceiros versando sobre fanatismos, extremismos e inconformismos ideológicos…Nestes termos pede-se, respeitosamente, acatamento…SP, 8/1/2023. 2

 

 

 

Que triste final ex-ídolo, né?

Tudo pelo vil metal…

Tu ficaste pior do que o teu pai, muito mais rico, obviamente!

O tempo não faz a pessoa ficar decrépita e feia; o tempo nos desmascara física e mentalmente!

E Belchior estava certo:

Hoje eu sei que quem me deu a ideia
De uma nova consciência e juventude
‘Tá em casa
Guardado por deus
Contando vil metal

Minha dor é perceber
Que apesar de termos feito tudo, tudo
Tudo o que fizemos
Nós ainda somos os mesmos
E vivemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos como os nossos pais

 

 

 

MICKEY MOUSE E A GASTOSA 52

 

MICKEY MOUSE – o carinhoso apelido de um famoso perito vendedor de módulos que mantinha um padrão de vida muito elevado para cargo medianamente remunerado!

Pois é, sabendo ordenar receita e despesa um perito vive de forma digna.

Mas para quem sofre verdadeira dependência química de todos os dias faturar um NOTEIRO cheio de notas de 50, 100, 200 deixar a gata feliz, no teu futuro eu vejo dor …

Bete balança, bete balança meu amor…kkk

Mas dava pra você estar de bem com a Administração, classe especial, e até hoje ganhando R$ 50.000,00.

Regra geral: a gente ach a que a festa nunca terá fim.

Mas ratinho, no meio de tubarões, casado com gastosa, não deixa herança de raiz.

Não desejo sofrimento pra ninguém, mas meu caro ” caguetar ” quem te pagava o 1530 direitinho, elaborando planilhas detalhadas, conforme eu li nas brilhantes razões do GAECO , além da propina do IC – R$ 20.000,00 há 13 anos – apropriar-se de módulos que, por acertamento, deveria substituir por danificados , com a restituição ao próprio otário, pela bagatela de R$ 1.000,00 ; mas dependendo da necessidade vendia em São Paulo por R$ 2.000,00. Consta nos autos um maquineiro relatando que você dizia que foram roubados na delegacia…E o cara diz para o outro: ele mesmo cagueta pra depois vender as peças na Wenceslau Bras.

Vergonha …vergonha…vergonha, Mickey.

E agora, Careca?

Como se faz pra viver sem propina e sem gastosa?

Já pensou a dor de cliente com bala pra queimar R$ 5.000,00 por noitada, chegar na melhor idade de se divertir com as putas FALIDO, DESEMPREGADO …

Eu não quero acabar com nenhum órgão do Estado , que nunca teve três poderes , possui três atividades um pouco mais qualificadas pelos cidadãos – embora aqueles que as ocupam se coloquem acima de quem os paga muito bem e ainda os roubam…Espero que o próximo governo ( Federal e Estadual ) , coloque fim na tripartição de pessoas desarmônicas e dependentes do nosso dinheiro…No que se deve por fim: VITALICIEDADE e o PRÊMIO POR SER JUIZ VAGABUNDO e LADRÃO! 18

]

Se alguém souber de um Magistrado que, de ofício, determinou a diminuição do valor da causa e expediu alvará devolvendo o dinheiro recolhido a maior pelas custas judiciais pagas por uma das partes: VOLTAREI A ACREDITAR NA HONESTIDADE DESSA GENTE…

Para quem não sabe: as custas processuais são repassadas (60%) pela Fazenda para o Poder Judiciário, com esse dinheiro se compra celulares e equipamentos Apple!

Essa é toda a melhoria feita em prol do melhor atendimento da população…

Roberto Conde Guerra

QUEM É O CAPITÃO DERRITE, NUNCA OUVI FALAR ATÉ DIAS ATRÁS? 31

 

 

Nunca ouvi falar seja como policial militar seja como deputado?

De qualquer forma, se um General pode ser Secretário de Segurança , com melhor razão é preferível um rapaz sem muita vivência com a torpeza humana! Mas logo será Doutor…

E LULISTA DESDE O NASCIMENTO!

O ruim das câmeras é ver o Soldado dando ordens para o Capitão: confere aí, está faltando o seu meu comandante…kkk

Desminta-me quem for capaz! 

Futuro secretário da Segurança de SP é bolsonarista linha-dura

Alinhado à ala ideológica mais radical, ex-comandante de pelotão da Rota já declarou ser contrário às câmeras corporais da PM

 

Vamos refletir sobre algumas coisas (verdades ): SE O PODER JUDICIÁRIO FOSSE HONESTO – como teoricamente deveria ser – LULA NÃO TERIA SIDO PROCESSADO E CONDENADO NO PARANÁ POR AQUELE JUIZ CULTO , CUMPRIDOR DA LEI , EDUCADO E LINDO COMO TODO JUIZ DE DIREITO BRASILEIRO SE ACHA ( embora , invariavelmente, de expressão facial suspeita ) ..LULA, tenha a coragem que lhe faltou entre 2003/2010…Abra a CAIXA PRETA de quem lhe absolveu apenas por interesses pessoais. Pela maioria você deveria ter sido executado. Mas verificaram que apostaram errado e que entre ficar de quatro e chupar rola de milico é MELHOR TER COMO PRESIDENTE QUEM USAVA MACACÃO OUVINDO ARROUBOS RETÓRICOS DE SINDICALISTA … Na real, para eles TU É UM MERDA! Felizmente um merda que vestiu macacão é muito melhor do que a merda que veste ou vestiu farda e toga! 35

 

 

 

 

 

 

 

 

EX-DELEGADO, EX-PRESO, EX-DEMITIDO , EX-ABSOLVIDO , não entendi como essa gente é absolvida e retorna para continuar a ser o que sempre foi : BANDIDO! 6

Celular grampeado de preso leva à quadrilha de policiais ligada ao PCC

Policiais civis e militares faziam parte da quadrilha - Reprodução/Gaeco
Policiais civis e militares faziam parte da quadrilha Imagem: Reprodução/Gaeco

Josmar Jozino

Colunista do UOL

08/12/2022 04h00

Uma investigação sobre um núcleo de presos responsável pelo tráfico de drogas na Penitenciária 2 de São Vicente (SP) e na região do Alto Tietê ajudou o Ministério Público do Estado de São Paulo a identificar uma quadrilha de policiais civis e militares ligada ao PCC (Primeiro Comando da Capital).

Tudo começou em meados de 2020, quando o Gaeco (Grupo de Atuação Especial e de Combate ao Crime Organizado) deu início à Operação Intramuros para apurar o tráfico de drogas planejado e coordenado pelo preso Valdenilson Silva dos Santos, 29, o Saruê, dentro da P-2 de São Vicente.

Publicidade

Colunistas do UOL

O telefone celular utilizado por Saruê na prisão foi monitorado com autorização judicial. Segundo o Gaeco, ele era o principal usuário da linha telefônica e, de dentro da cela, controlava o tráfico de drogas em Suzano, Itaquaquecetuba e outras regiões do Alto Tietê, na Grande São Paulo.

Foram interceptadas várias conversas entre Saruê, o sócio e cunhado dele, Jerônimo da Silva Menger, 48, o Bicudo, ambos integrantes do PCC, e outras nove pessoas nas ruas acusadas de integrar a quadrilha envolvida com a venda de entorpecentes e lavagem de dinheiro.

Com o avanço das investigações, o Gaeco de São Vicente interceptou diálogos de Saruê com um gerente dos pontos de vendas de drogas dele, chamado até então de Will. Os diálogos apontaram que Will pagava propina aos policiais da região de Suzano para poder traficar sem ser incomodado.

O Gaeco de Guarulhos, cuja área de atuação abrange as cidades do Alto Tietê, foi comunicado por promotores de Justiça de São Vicente sobre o possível envolvimento de policiais da região com traficantes ligados ao PCC e instaurou procedimento investigatório criminal para apurar o caso.

Quem é Will? Os agentes do Gaeco descobriram que Will é o apelido de William Araújo dos Santos, 30, o homem de confiança de Saruê. Os dois tiveram vários diálogos interceptados a partir de 10 de julho de 2020, uma semana após Will deixar a prisão em liberdade condicional. Nesse mesmo dia, Saruê diz a um comparsa que pagará R$ 10 mil mensais para policiais ficarem longe dos pontos de venda de drogas dele. Em 28 de agosto de 2020, ele avisa Will que irá colocá-lo como gerente do tráfico e que ele terá à disposição uma pistola 9 mm e um revólver 38.

Em 3 de setembro de 2020, Saruê pergunta a Will se ele conhece “casa-bomba”, local onde se armazena drogas e armas. O gerente é orientado a alugar dois imóveis, sendo um para morar e outro apenas para esconder o armamento e os entorpecentes.

Policiais presos

Em outros diálogos mantidos em novembro de 2020, Will revela para um comparsa que paga periodicamente propina a policiais para poder explorar o tráfico. Na conversa de 14 de novembro ele diz que tinha pago R$ 1.100 e que à noite daria mais R$ 1.900.

O Gaeco de Guarulhos apurou que os pagamentos eram feitos para dois informantes (gansos) e intermediários dos policiais identificados como João Felipe dos Santos, 36, o Chico, e Júlio César dos Santos Vilela, 48, conhecido como Gordo ou Bola. Eles acabaram presos.

As investigações prosseguiram até outubro deste ano, quando o juiz Fernando de Oliveira Camargo, da 1ª Vara Criminal de Suzano, decretou a prisão de quatro policiais civis e dois policiais militares, acusados de integrar a organização criminosa.

Quem são os seis?

  • Um delegado:

Eduardo Peretti Guimarães, 53. Acusado pelo Gaeco de extorquir três vezes um homem em Mogi das Cruzes — R$ 20 mil, R$ 5 mil e R$ 7,5 mil — em 19 de janeiro de 2021 e em 23 e 25 de dezembro do mesmo ano, e de manter no mesmo período um depósito com grande quantidade de cocaína em Suzano.

  • Três policiais civis:

– Wilson Isidoro Júnior, 53, o Ninho. Segundo o Gaeco, ele desviou drogas de traficantes em Suzano em 24 de março de 2021 e roubou R$ 7 mil de um traficante da zona leste em fevereiro deste ano.

– Ronaldo Batalha de Oliveira, 37, o Nardo. Ainda de acordo com o Gaeco, Nardo era cauteloso ao usar o telefone celular, mas foi mencionado pelos denunciados incontáveis vezes, o que demonstra a participação e relevância dele dentro da estrutura do grupo criminoso.

– Diego Bandeira Lima, 42, o Carioca. Acusado de roubar drogas e exigir dinheiro de um traficante em São Paulo em 22 de junho deste ano e de tentar vender entorpecentes em Suzano para uma mulher em 25 de junho de 2021.

  • Dois cabos da PM:

– Jorge Luiz Cascarelli Júnior, 48, o Casca. Contra ele, pesam as acusações de roubar dinheiro de um traficante em Mogi das Cruzes em 1º de outubro de 2021, de oferecer entorpecentes para outro traficante três dias depois em Suzano e de tentar roubar drogas de outro traficante em 25 de abril de 2022 em Mogi das Cruzes.

– Jocimar Canuto de Paula, 47, o Molecote. Acusado pelo Gaeco de tentar subtrair drogas de um traficante em Mogi das Cruzes em 19 de abril deste ano e de roubar dinheiro de traficantes em Guaianases, zona leste de São Paulo, em 5 de agosto de 2022.

Eles foram denunciados à Justiça pelos crimes de associação à organização criminosa, tráfico de drogas, roubo e extorsão e viraram réus.

O destino de Will

Will teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Fernando Oliveira Camargo em 21 de outubro deste ano. Ele é réu em outro processo desmembrado e responde pelo crime de associação ao tráfico de drogas. O mandado de prisão foi cumprido no mesmo dia.

A reportagem não conseguiu contato com os advogados dos seis policiais presos; dos dois informantes dos agentes nem de Will, mas publicará versão dos defensores de todos eles caso haja uma manifestação

Tonto, verdade o governo estadual está mudando. O governador Jair Bolsonaro e seu vice Eduardo , determinaram que Tarciso – o governador adjunto – corte a cabeça do Dr.  Youssef Abdul Chaim, por ser “homem do Ministro Alexandre de Moraes”…Porra, mas nem sequer liberdade de orientação política a gente tem direito 79

 

 

 

Tonto disse: Governo do estado de de São Paulo prestes a ser mudado e nenhum comentário a respeito por aqui.

Caro Tonto, não sei nada sobre esse futuro governador, menos ainda sobre as mudanças.

Penso que São Paulo será destruída, ainda que o eleito tenha competências e boas intenções.

Como sapo de fora, se for pela cabeça dos Bolsonaro, será cercado por uma camarilha incompetente e sequiosa de enriquecimento!

Ele não possui equipe e chefe de executivo sem bons quadros não governa PORRA NENHUMA!

E os bons quadros, digo do funcionalismo profissional, é Alckimista.

Nomear Capitão da PM como Secretário é CERTIDÃO DE ABESTADO!

O Ferreira Pinto deve ter uns 80 anos; acho que nem aceitaria voltar!

Tem que aproveitar os anos que ainda tem passeando, fazendo turismo.

E duvido que tenha tolerancia para suportar a geração que aí está!

Quando ao CHAIM , uma matéria da Folha relata que haverá perseguições impostas ao Tarciso por Jair e Eduardo.

Bolsonaro é mais imbecil do que eu pensava.

Daqui a alguns meses a sua camarilha lamberá os bagos do Lula.

E Tarciso, além de passar a cagar e andar para os Bolsonaro, se quiser fazer um bom governo vai ter que comer na mão do Geraldo.

E já começou quando nomeou Afif ; ex-vice-governador de Alckimin para as escolhas mais importantes.

Quanto a perseguir o ex-DGP, pelo que eu sei ELE É HOMEM APENAS DA MULHER DELE…

É aposentado, patrimônio bilionário; que não lhe faltará nunca serão políticos correndo atrás dele pedindo favores! 

É outro que deve cagar e andar para o Bolsonaro!

 

Dr. José Eduardo Alckmin, em sua essência membro da Magistratura – Juízes e Desembargadores – frente ao Estado e a Sociedade são funcionários públicos como qualquer outro que seja vinculado por meio de concurso e submetido a Estatuto Geral ou Lei Complementar específica…A pior sanção não é a aposentadoria compulsória de Desembargador …A pior sansão é SER DEMITIDO e ao buscar socorro, de um Desembargador receber deboche; o que é pior: de quem não sabe nada de PAD , salvo por leitura romantizada… 6

E sanção ainda pior, vou contar sobre meus “causos e desventuras”, é uma moça não lhe estender a mão, mas levantar do trono e ir abraçar e beijar o Dr.  Rui Estanislau Mello, agradecer e pedir desculpas por ele vir de Brasília, mas o que ela queria mesmo: “mande lembranças e beijinhos para o Professor Temer”

Uma coisa assim tão bizarra que o Dr. Rui não escondeu o constrangimento; o Promotor abaixou a cabeça e eu interiormente dei risada da moça!

E com toda certeza, o Dr. Rui não levou o recadinho para o Dr. Michel Temer. Uma coisa é receber um agradecimento carinhoso por ser quem você é.

Mas o teatro para fazê-lo de garoto de recado foi constrangedor. Eu contive a risada, obviamente .

Por ela se expor ridiculamente quando soltou ” dê meu abraço e beijinhos para o professor Temer” .

Levantar e cumprimentar o Dr. Ruy agradecendo-o vir de Brasília, seria apenas boa etiqueta de uma pessoa educada .

O que, normalmente, achamos que todos os Juízes e Juízas são.

Mas é um engano acreditar que, além de cultura elevada, são portadores de qualidades e condutas acima do brasileiro comum. conduta.

Alguns, verdadeiramente, estão muito acima; são potadores de inata excelência. A maioria é apenas mediana e alguns barraqueiros por natureza!

Mas o bobo fui eu que ao ingressar fui em direção à mesa da magistrada e fiquei aguardando-a me estender a mão.

Contei os dez segundos, ela não tomou iniciativa, fiz um leve movimento com a cabeça e fui para o banco dos réus…O promotor estendeu a mão e nos cumprimentamos. Nem por isso ele deixou de cumprir o dever que lhe cabia.

Além de demitido era réu por suposta calunia contra o sogro de um Desembargador.

Mas a minha vontade de rir foi ter constatado, ao levantar-se para a “efusiva despedida”, que era uma moça cafona, da periferia branca. Certamente nem sabe que, socialmente, é a mulher, se quiser, toma a iniciativa de estender a mão.

E num ambiente formal a iniciativa da pessoa mais importante.

Mas me senti humilhado! Ainda que tenha sido apenas fruto da minha baixa autoestima naquela época.

Mas continuando, caro Dr. Alckmin :

Ao afirmar que a aposentadoria compulsória é a pior sanção que pode haver , Vossa Excelência , oriundo de tradicional família de magistrados , comete, involuntariamente , grave ofensa àqueles funcionários públicos que são demitidos injustamente – palavra “injustamente” que deve ser entendida no sentido de desproporcional a determina infração funcional , mas além de injusta se vê as demissões ilícitas ( construídas por perseguição ) – e esperançosos vamos pedir socorro para os Juízes e somos vítimas de escárnio, deboche e invasão do mérito , com a reprodução de pareceres mentirosos para fundamentar seu desprezo, alheamento aos fatos e nenhuma empatia pelo demitido , ao final , depois de tecer objurgatórios cruéis , desfecha a sentença arbitrando a sucumbência no máximo legal.

Tem Juiz de Vara de Fazenda que mais parece subordinado de Procurador do Estado. Eu não sei se a PGE faz “cópia e cola” das sentenças do Juiz ou se Juiz faz “cópia e cola” das petições da PGE.

E durante os últimos anos eu já aprendi: o processo é movimentado de 90 em 90 dias.

Pode peticionar ir a Europa, quando retornar nada foi feito.

E, estranhamente, você protocola petições eletrônicas, recebe o comprovante, elas ficam aguardando juntada e, de um momento para o outro, você constata que desapareceram sem juntada; em nenhuma explicação ou intimação do tipo: desentranhada ou indeferida a juntada por qualquer razão de direito.

Desaparecem.

E você vai ficando com mais e mais raiva do Poder Judiciário!

Além de mais e mais raiva da advocacia que se sujeita a tudo e cada vez mais, em vez de buscar conciliar e solucionar o problema do cliente, lhe causa um mal maior: FAZ ELE LITIGAR !

E confiar na Justiça é coisa de otário ou chavão de corrupto.

O nosso Poder Judiciário é tão confiável que nem sequer sabem que houve uma Pandemia e eles mesmos determinaram fechamento do FORUNS e férias coletivas…Trabalho remoto, é piada de péssimo gosto!

Ademais, todo criminoso, antes de mais nada, sempre repete: EU CONFIO NA JUSTIÇA!

E se o advogado em vez de escrever REQUERE-SE escrever EXIGE-SE – duvido que Juiz queira ler o verbo EXIJO DE VOSSA EXCELENCIA TAL PROVIDNCIA.

Será reputado “persona non grata” , pois o JUiz interpretará como insulto, afronta e , a grande maioria, vai querer se vingar.

E como a vingança quem mais sofrerá, verdadeiramente, será o cliente.

Até chegar o dia que não terá mais clientela.

Não é fantasia, pode ser pouco provável na Capital . Mas a maioria das Comarcas são pequenas.

Assim , o bom advogado se faz de imbecil , pois não pensem que, nos dias atuais, a OAB vai pra guerra por um dos seus…

Não!

Fazem um desagravo; nada mais!

Do outro lado, o advogado é queimado no Judiciário e passará anos sofrendo retaliações, na forma de obstáculos processuais e, sempre que for possível, sentenças desfavoráveis aos seus clientes.

A magistratura perdeu a compaixão de outrora , não há mais Rodrigues Alkimins …

Não quero dizer que foi pouco; que o Siqueirinha dseveria sofrer o que qualquer outro servidor, exemplificativamente, um Delegado de Polícia; que em idêntica ou menos grave conduta sofreria , ou seja, a infamante penalidade DEMISSÃO simples

Quem não está sujeito a sofrer a penalidade em PAD – o procedimento que todo Juiz, moderno, afirma ser o instrumento propício ao exercício do direito de ampla defesa!

MAS É MUITO BOM , INSTGRUMENTO GARANTIDOR DA AMPLA DEFESA…MAS A MAGIKSTRATURA NÃO ACEITA SOFRER PENALIDADE APURADA POR UM SIMPLES PDA PRESIDIDO POR OUGTRO JUIZ\.

Um juiz não confia os próprios direitos funcionais nas mãos de outro Juiz! Confia uma ação de despejo , mas um processo disciplinar JAMAIS!

E se um não confia no outro não serei eu que voltarei a confiar na Justiça! ,

Não quero dizer que, isoladamente, enquanto profissionais, seres humanos, sejam indignos de confiança, não confio neles pelo sistema de trabalho que são submetidos e mais a forma de trabalho de alguns.

E a magistratura odeia o CNM , acho que foi criada em governo do Lula! ( ele foi para a Cadeia, mas se não fosse absolvido e não tivesse ganhado do Bolsonaro a Magistratura e outras carreiras perderiam a vitaliciedade…

Apenas os oficiais das FFAA e PM, continuariam vitalícios.

Pessoalmente, por saber que a magistratura tem adoração e absoluta confiança em Processo Administrativo sancionatório em geral, eles confiam cegamente até em procedimento fiscal; nem querem a juntada do procedimento á Execução. Basta a certidão de inscrição da dívida, um título de crédito que não traz a assinatura do devedor.

Eu se fosse Juiz, sem documentação instrutória, não aceitaria certidão de “cobrador de impostos”. .

E como primeira medida da sua ditadura militar) .

Aliás, já passou da hora de eliminarmos essa aberração do Brasil .

Vitalícia só a morte!

Tem gente de fora no Conselho!

Para os julgadores da dor alheia, não há nulidades em Processo Administrativo Disciplinar, salvo se foi presidido pela faxineira, de resto qualquer conduta que a Administração entender irregular, desde que exista parecer de idiota com diploma de Direito, legalmente concursado, não cabe “sindicabilidade pelo Poder Judiciário”.

Tenham certeza, quando se trata de anular um ato demissório, o respeito que Juiz da Fazenda ou o Desembargador das Câmaras de Direito Público emprestam á divisão dos Poderes é absoluta.

Exceção, desde que o penalizado não seja familiar de membro da Magistratura ou do MP.

Para casos assim, envolvendo gente melhor de linhagem, dispensam o venerado Hely Lopes Meirelles, os conceitos de Poder de Império , mérito do ato administrativo, oportunidade e conveniencia quando se trata de aplicar penalidade e tantas outras coisas que reiteradamente repetem em 2022, mas cuja validade dizia respeito aos anos 1970. Ah, quando é pra ajudar “um iluminado”, até fazem menções a Bandeira de Mello, Ferraz e Dallari; etc. .

A idolatria nada tem com o fato de ele ser um genial jurista ou mesmo por ter sido Desembargador e secretário de Segurança por duas vezes ( o verniz que o governo militar fez uso para inglês ver que tortura, execução , butim nunca existirtam ) .

É que, com a sua doutrina em causa própria, de funcionários públicos do Poder Judiciário. Se autotransformaram em agentes políticos, presentantes de um Poder de Estado.

Uma mentira repetida milhão de vezes se transforma em AXIOMA ( aquelas coisas que são incontestáveis , mas ninguém con segue dizer como que chegou a tal conclusão ) .

É como ler a Bíblia comentada e a primeira coisa que se lé: INERRÁVEL!

E a pessoa com um pouco mais de discernimento joga fora, pois inerrável nem Deus…Faz uma merda por dia, apesar das tantas coisas boas.

Uma delas: me fez acordar vivo para escrever sem ter que pedir autorização! _

Pra finalizar, Dr. Alckmin o Desembargador receberá integralmente ; já passou dos 60 anos.

E aposentado vai recuperar a tranquilidade.

Olha, aposentadoria compulsória só na Polícia Civil é a pior sansão!

Mas para aquele que vai passar a receber apenas R$ 15.000,00, por mes.

Entende?


BRASIL

CNJ condena desembargador que humilhou guarda em Santos

Magistrado ficou conhecido após destratar guardas municipais que o abordaram em uma praia de Santos para pedir o uso de máscara de proteção contra a covid-19

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu aplicar a pena de aposentadoria compulsória ao desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de SiqueiraReprodução

 

A

Agência Brasilredacao@odia.com.br

Publicado 22/11/2022 18:21 | Atualizado 22/11/2022 18:24

Brasília – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu nesta terça-feira (22) aplicar a pena de aposentadoria compulsória aodesembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

O magistrado ficou conhecido após destratar guardas municipais que o abordaram em uma praia de Santos para pedir o uso de máscara de proteção contra a covid-19.

O caso ocorreu em julho de 2020, quando uma lei municipal obrigava o uso de máscaras por toda a população. No mesmo ano, Siqueira foi afastado das funções pelo conselho e também passou a ser alvo do processo disciplinar que terminou com a punição.

Em julho de 2020, enquanto caminhava na praia, Siqueira foi multado pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Santos pelo descumprimento do decreto municipal que determinou o uso obrigatório de máscara. O fato foi descoberto após a publicação de um vídeo nas redes sociais, no qual o desembargador desrespeita o guarda que o aborda, dizendo que iria jogar a multa na cara dele e ainda o chama de analfabeto.

Defesa

Durante a sessão, o advogado José Eduardo Alckmin, representante do desembargador, justificou que o magistrado passava por momento de desequilíbrio emocional causado por problemas familiares e estava tomando medicamentos controlados.

Durante sustentação oral, a defesa também questionou a proporcionalidade da condenação.

“Pode acontecer, somos humanos, temos emoções. Foi descontrolado, eu admito. A sanção adequada seria realmente aplicar a esse desembargador – que não começou ontem na magistratura e tem uma longa carreira de serviços prestados adequadamente – a aposentadoria? Submeter a pior sanção que pode haver?”, questionou.

 

Ao jornalista Fabio Diamante, ao Delegado do 3º DP de Santos , ao Titular da DISE , Diretor do DEINTER-6 e, especialmente, ao DGP : Dr. NICO – 12

Ao jornalista Fabio Diamante, no 3º DP de Santos nunca funcionou quaisquer espécies de escritório do crime, o seu Delegado titular não é omisso, muito menos permissivo e pernicioso…

Não sou ninguém na ordem do dia, mas hipoteticamente se ainda fossemos delegado muito provavelmente diríamos: ESCRITÓRIO DE CRIME NÃO É!

AQUI DEPOIS DE ENCERRADO O EXPEDIENTE POLICIAL FUNCIONA UM PUTEIRO ONDE A MÃE DE QUEM EMITIU ESSA OPINIÃO FAZ PONTO…

Mas o Titular daquele Unidade, até poderia ter vontade de dizer algo assim, mas é muito elegante e educado.

E não é tolo como eu para descer ao nível de quem fez tal afirmação.  

Desculpe-me, quem comparou aquele DP a escritório do crime FOI CONCEBIDO NUM PUTEIRO!

Espero que você não tenha inventado a leviana informação, pois, se inventou, acabei de te chamar de filho da puta! Que a sua mãe nos perdoe!

Voltando ao Titular da Unidade, além de honrado desde o berço não tem ganância e nem lhe faltam milhões honestos e patrimônio imobiliário legal; publicamente declarado e registrado em cartório.

E essa suposta negociata – aliás pessimamente divulgada pela Imprensa com a clara demonstração que reproduz aquilo que lhe pedem para divulgar sem maiores considerações.

Deveriam ler os autos, no mínimo!

Sem perder o raciocínio, a suposta negociata, até o momento demonstrada apenas por conversações interceptadas, segundo consta a cocaína não foi restituida , embora Rollo e comparsas tenham recebido R$ 2.000.000,00 – eu duvido que exista traficante adiantando dinheiro para policiais ( NO MEU TEMPO NEM BICHEIRO FAZIA ADIANTAMENTO )  foi flagrantemente entabulada depois de encerrado o horário de trabalho do titular e demais delegados da Unidade.

E por conta de um famigerado, toda uma repartição com dezenas de funcionários públicos não pode sofrer um ataque tão infame com total desmoralização social.

Da mesma forma que não poderia te desmoralizar publicamente caso fosse de uma concorrente , pelo fato de – segundo a minha livre opinião – a tal empresa jornalística ser facciosa, antidemocrática; mantida com dinheiro proveniente da exploração da credulidade alheia.  

Queiram ou não, um órgão policial é muito mais importante do que quaisquer igrejas.

E penso ser menos grave um policial fazer negociata com traficante do que seitas religiosas dilapidando seus iludidos  fiéis e fazendo acertamentos políticos – partidários.

Por outro aspecto, como jornalista, você deve saber que não é necessário ser muito diligente para se identificar boa quantidade de policiais federais traficantes, ladrões de carga e contrabandistas.

 E o Ministério Público também é abastado de corruptos. Tanto que um deles foi acusado de extorquir uma seita evangélica, não foi?

Saiba que nos anos 2000 existiu um órgão do MP – formado por valorosos delegados e promotores – especializado na repressão ao tráfico.

Não demorou para ser extinto, pois já nasceu desviado!

E os corruptos não eram apenas os Delegados.

Outrossim, aparentemente, os órgãos federais cuidam mais dos cidadãos estrangeiros do que dos brasileiros.

Parece que deixam a cocaína entrar, deixam que seja vendida na porta do Fórum João Mendes e da Igreja da Sé, mas não deixam que a levem para os países ricos.

Entrar pode embarcar não pode?

Alguém sabe responder se governos estrangeiros ainda pagam por quilograma apreendido?

E quem de direito deveria dar nome aos bois, pois só há dois delegados membros da cúpula da Polícia Civil que poderiam dar proteção para o respeitável policial: ex presidente do Santos, membro de loja maçônica, oriundo de família de operadores do direito

A saber: o Delegado Diretor do DEINTER-6, Dr. Caetano Vergine e o Delegado Geral: Osvaldo Nico (duvido, ouvi falar que são desafetos  no S.F.C) .

E mais ninguém!

Esclarecendo que dentro da Polícia Civil, esse policial É UM NADA NA ORDEM DO DIA!

É muito mais conhecido como membro violento de torcida organizada e , por obra do acaso , infelizmente para a falência moral e patrimonial do meu time, assumiu , por alguns meses , a presidência do  Santos Futebol Clube .

Diga-se de passagem, por dever moral de lembrar de quem merece ser lembrado: depois do Sr. RUBENS QUINTAS, o SANTOS F.C. foi tomado de assalto por quem dele só quer muito dinheiro.  

Não sei se ainda é vivo, mas foi único presidente que assumiu o clube com os cofres desfalcados, quase falido, mas encerrou o mandato os deixando bem cheios.  

E com um grande time!

Era proprietário da conhecida loja de materiais opara construção H. QUINTAS!

Ao Seccional, por representação do Titular do DP ou por requerimento do policial, cabe providenciar a transferência.

E qualquer ser racional, desprovido de perversidade, sabe da grande distância entre vislumbrar uma irregularidade funcional caracterizadora de um suposto crime e providenciar a remoção do suspeito de se ter a certeza do que foi feito, como, quando e onde; assim por obrigação funcional, além da remoção, noticiar o fato para o órgão corregedor.

Por fim, sofri na pele por fato quase semelhante que resultou em verdadeiro ódio pela polícia, sendo vítima de falsas denúncias anônimas e introdução de entorpecentes nas dependências da Unidade, fui feito de bode expiatório por um Diretor corrupto que me chamou de chefe de quadrilha, a minha cara foi estampada em jornal por ordem de um filha da puta primo de um delegado e assisti e ouvi, embora sem mencionar o meu nome por ser covarde, uma entrevista humilhante e mentirosa.

 E o DP isolado por faixas de local de crime; depois disso nunca mais voltei a ser a mesma pessoa.

Por isso tenho a obrigação de dizer: O TITULAR DO 3º DP DE SANTOS NÃO SE REFESTELA COM PORCOS!

Tenho absoluta convicção de que não teve quaisquer envolvimentos com essa aberração.

E não vou dizer-lhe:   força meu amigo, sei quem você é!

Ele melhor do que eu sabe quem é; não tenho que lhe lembrar.

Tenho que dizer para quem precisa saber.

Lembro que aquilo que podemos pensar ser apoio morar pode ser uma bofetada, como fez um falecido “quase amigo” –  um cego do cacete – depois de quase dois anos tentando se desculpar veio com aquela conversa safada: “EU SEI QUE VOCÊ NA TINHA A VER COM O FATOS ; TODO MUNDO SABE QUE NÃO ADMITE ESSAS COISAS”!

Não respondi nada, explodi depois em casa e no computador…E deu no que deu!

Se sabia que eu era inocente que tivesse me defendido perante quem não me conhecia na mesma hora.  

E pelo que passei, por meses tinha vergonha de andar na rua , digo para polícia inteira: é um dos delegados de maior correção e lealdade que eu conheci.

Não há subordinado que não o admire.

Pra mim peca por ser bom demais.

E sempre foi vítima da maledicência de invejosos.

E quase foi morto durante uma fuga.

Com certeza, há muita gente torcendo pela sua desgraça funcional!

E outro defeito: nunca, por mais que lhe chuparam o sangue, reclamou da Administração.

Que já lhe prejudicou duas vezes!

Eu sei como é doloroso, depois de anos fazendo um bom trabalho numa determinada Unidades, acumulando outras, por informações infundadas e generalizadoras – não foi a única vítima – ser  defenestrado  por telefone . 

E para o seu lugar mandam um bundamole, sem vergonha, cagueta e ladrão,  desorganizou  tudo deixando a roubalheira tomar conta.

Mas o traíra não durou muito!  

Não fez a poupança que pretendia; também nunca faria!

AO MEU QUERIDO VIZINHO QUE SÓ DEPOIS SOUBE QUE VOLTOU PARA A DISE

Quanto a DISE/DENARC escrevi, ontem, sem saber que uma pessoa a quem muito estimo voltou a trabalhar naquele órgão: QUE PRA MIM SEMPRE SERÁ MALDITO E AMALDIÇOADO!

Irmãozinho, sai dessa merda o mais rápido possível!

Aí, também, papagaio come milho e o periquito leva a fama…

Como você é palmeirense só vai levar a fama…

Qu jogado na lama!   

Não adianta querer negar, a coletividade – o público interno, inclusive – presume que quem trabalha em DISE/DENARC é corrupto, traficante, homicida e tudo que não presta.

Mas na real a maioria é mais um burro de carga descartável que se necessário é feito de laranja.

Lembra do que você, além de defenestrado, ouviu daquele JR. tonto que subiu a serra pra se ferrar e fazer o pai triste: “VOCÊ ME APUNHALOU PELAS COSTAS!”

Eu ainda gosto dele, apesar de não existir reciprocidade; espero que seja reintegrado.

Foi absolvido por não ter praticado nenhuma conduta criminosa!

MAS ACHO QUE APRENDEU O QUE É SER VERDADEIRAMENTRE APUNHALADO PELAS COSTAS…

E PERGUNTE-LHE QUANDO O ENCONTRAR O QUE O DIRETOR FEZ POR ELE?

A resposta é óbvia: “descartou feito bagaço de laranja”!

Mas se permanecer espero que pode escolher com quem vai trabalhar …

Vou lembrar uma passagem que você queimou a cara “caindo pra dentro da casa de um bastante conhecido investigador”; na época morando perto do Shopping de São Vicente?

Você apenas cumpriu o mandado provavelmente assinado pelo JR sem ler, mas – certamente – obra e arte do chefe que se matou na campa do pai .

Não aguentou a pressão e nos momentos de aflição a gente recorda das maldades que fez para quem não nos fez nenhum mal.

Certamente, com toda a sua obra e arte, acabou ferrando com a vida de todo mundo, do Jr. inclusive, que pelo horário estava dormindo.

Até a moça, linda, maravilhosa e deve ser muitas coisas mais, namorada do dono da rede de supermercados. Tem filial aqui em São Vicente.  

Otário, tomou R$ 300.000,00 de um multimilionário que saiu do DENARC e foi gastar UM MILHÃO pra ver todos na cadeia. E viu!

Depois deu um pé bunda da loira, pois ela estava com péssimas amizades: uma puta e o traficante que meteram na cadeia com o nome trocado.

Depois de morto vira santo e bom polícia.

Nunca foi!  

Traiçoeiro e perverso; metido a ser mais realista do que o Rei.

Por respeito aos familiares não nominarei…

Mas muitos saberão de quem falo!

O que merece quem planta denúncia anônima contra um colega de carreira, mais antigo, rico, trocando o nome de forma debochada?

Você , palavras dele, se mostrou surpreso e constrangido, mas ele não ficou convencido de que desconhecia que estavam caindo para dentro da casa de um investigador classe especial!

O que o cara faz , ganha , tem , usa , não é da minha conta se faz muito longe dos meus olhos.

Por isso digo:  ESSE LOCAL É UMA MERDA, MALDITO E AMALDIÇOADO:  há muito tempo!

Se alguém se ofender não passe vontade, mas merda eu chamo de merda.

E como toda merda não é necessário comer para saber que não presta!

 

QUANTO AO BRASIL SER CORREDOR DO NARCOTRAFICO E OS TRATADOS INTERNACIONAIS

 

O caso acima não se trata de tráfico internacional, seria interestadual. A cocaína teria como destino o estado do Rio de Janeiro.

Entretanto, sem fazer apologia, meramente por puro pragmatismo: TRAFICANTE EXPORTADOR ESTÁ NOS FAZENDO UM GRANDE BEM COLETIVO!

Que apreendam a cocaína quando for desembarcada ou deixem os seus cidadãos usarem à vontade como sempre fizeram.

Quem fez a cocaína virar modismo, no final dos anos 1970,  foram os Americanos e Europeus.

 


 

Baixada Santista com PCC

Brasil 21/11/2022 às 22:59

Ex-presidente do Santos, Orlando Rollo, está entre os presos suspeitos de desviar cocaína apreendida pela polícia

A fachada é de uma delegacia, no entanto, segundo investigação da Polícia Federal e do Ministério Público de São Paulo, o local abrigava uma espécie de escritório do crime.

Foi lá onde o investigador Orlando Rollo, ex-presidente do Santos Futebol Clube, preso na última 6ª feira (18.nov); o advogado João Manoel Armoa, preso em setembro; e um traficante da facção Primeiro Comando da Capital, o PCC, se reuniram em agosto deste ano.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Para a população da Baixada Santista, a delegacia fecha às 8 horas da noite. Mas, de acordo com os promotores, os três selaram um acordo dentro das dependências do DP, entre as 11h51 do dia 07 de agosto e as 02h29 da madrugada do dia 08.

Em seguida, em uma mensagem, Armoa pediu ao policial para ver “a matemática final da devolução da cerveja”. O policial respondeu que iria “agilizar esse retorno”. A “cerveja”, na verdade, era cocaína.

Os policiais tinham apreendido 700 quilos de cocaína do PCC em um compartimento no teto de um caminhão. Contudo, apenas 168 quilos da droga foram apresentados pelos investigadores na delegacia. O acerto seria de R$ 5 milhões para que a droga voltasse às mãos da facção.

Em uma mensagem de áudio, o advogado falou sobre o acerto com o cliente. “R$ 4,5 milhões teu prejuízo, porque tu tá colocando o preço da Bolívia, né? Se eles embarcarem fazendo chegar lá, dá muito mais do que isso, né, que eles roubaram”, afirma o defensor.

A resposta dos traficantes foi direta. Os criminosos do PCC acompanham as cargas de drogas com drones e câmeras escondidas nos caminhões. “Você pode avisar que [sic] ‘nóis é safado, nóis é pilantra, mas tinha dois drones lá, carregado em cima. Quando abre a caixa, e vai fazendo o trabalho, nóis grava tudo na go-pro, pra depois mandar pros caras lá, fechando a lata, abrindo a lata, até o caminhão sair”, explica um dos integrantes da facção.

Ao todo, 7 investigadores da Baixada Santista foram presos nas operações da Polícia Federal e do Ministério Público. As suspeitas, porém, não param por aí. Dois delegados também estão sendo investigados.

Há ainda a suspeita de que outros integrantes da cúpula da polícia sabiam do esquema criminoso. Isto porque, os investigadores que trabalhavam na delegacia foram misteriosamente transferidos depois do acerto, mas, não punidos.

Orlando Rollo, investigador condecorado pela Polícia Civil, foi mandado para a Delegacia da Infância e da Juventude. Era lá que ele trabalhava quando foi preso na semana passada

 

 

ERASMO CARLOS, MEU AVÔ JUAN E A MINHA PRIMEIRA GUITARRINHA 4

 

,

 

 

 

Esta foto tem um significado muito especial desde os meus 5 anos.

Eu já sabia da existência de Roberto e Erasmo Carlos ; também dos Beatles .

Era um massacre: em toda esquina tinha alguém com um vitrola no quintal tocando discos de Ié , Ié, Ié .

Ainda não sabia o que era o objeto vermelho pendurado no pescoço do Tremendão, mas já fabricavam roupas infantis com a marca dele.

Era o tal estilo Tweed ;  eu achava que era pra dançar quadrilha em festa junina.

Não sabia o que era aquilo até aquele dia.

Lembro que foi em um domingo, acho que a minha mãe depois da feira passou na banca para comprar jornal e a revista Intervalo (trazia a programação das redes de televisão ) .

Não lembro quem no prédio que residia falou que era a tal “guitarra elétrica” barulhenta. ,

A partir desse dia passei a fazer da vida do eu pai um inferno: queria uma de qualquer jeito e a qualquer custo.

Diga-se de passagem, desde então eu infernizo a vida de um monte de gente! 

O meu pai, não suportando eu ficar agarrado nas calças dele pedindo a tal guitarra, foi ver o preço em Santos, mas para minha decepção voltou dizendo que era um valor absurdo e ainda teria que comprar um aparelho (um amplificador que na época eram todos valvulados) , que era ainda mais caro do que a guitarra que sem ele não serve pra nada!

Aliás, mesmo nos dias de hoje, um bom amplificador valvulado é mais caro do que um bom instrumento. 

Lembro exatamente a quantia e as palavras dele: é coisa pra gente profissional …

COM MEIO MILHÃO eu compro um Fusca ( 1965 /66 ).

Acho que ele exagerou, com toda certeza nenhuma loja em Santos vendia guitarras e amplificadores americanos (Fender ) . 

Que eram tão caras que nem sequer o Roberto e Erasmo Carlos possuíam.

O modelo da foto é nacional de uma industria que eu me nego a dizer o nome, pois nunca respeitaram o consumidor por praticamente monopolizar o mercado.

E nada dessa marca prestava, embora tudo fosse vendido a preço de ouro!   

Continuando, fui infernizar o meu avô para que ele fizesse uma.

E exigia dele que a fizesse na hora! 

Falou que iria fazer, mas levaria algum tempo pra ele se informar como poderia ser feita. 

E pegou essa a foto – era a capa da revista – foi a uma loja de um outro português que ele conhecia há anos (A Musical na Praça Mauá em Santos);  tirou medidas e fez uma guitarra igualzinha, mas o corpo um pouco mais espesso e oco como um violão.

O meu pai deu o dinheiro para comprar as madeiras e as peças que não poderiam ser feitas por ele. As cordas, tarraxas, plástico para fazer a placa e botões que foram colados para aparentar ser elétrica.  

Curiosamente, de alguns anos para cá todas as fábricas fazem instrumentos acústicos (sem necessidade de ligar a amplificador), como o mesmo formato das então guitarras futuristas (na época eram meio estrambólicas, assimétricas).

MAS ACREDITO QUE A MINHA SE NÃO FOI A PRIMEIRA GUITARRINHA/VIOLÃO DO MUNDO, CERTAMENTE FOI A PRIMEIRA DO BRASIL.

Infelizmente, com o tempo a madeira foi se deteriorando e as diversas partes se desprendendo.

O meu avô era algo mais do que um funileiro.

Ele fazia artesanalmente radiadores de cobre , para refrigeração de automóveis, caminhões e embarcações. 

Um carro do tipo Jaguar , dos anos 1940, ele fazia todas as partes da carroceria moldando as chapas de aço no martelo e espécies de rolo do tipo de macarrão, enormes e feitos com tronco de árvores.

E sem usar o fogo dos então modernos aparelhos de solda com os tubos de oxigênio da White Martins combinado com carbureto.

Quando usava necessitava de calor, fazia fogo de carvão ou madeira, tinha uma espécie de forno. E assoprava um tubo que direcionava a chama…kkk

Além de uma espécie de fole que ficava pisando para, também distribuir o calor. 

Era um método já muito antiquado para os anos 1960, mas colecionadores   da Capital traziam veículos para ele fabricar portas, laterais e tudo que estivesse destruído e sem peças para substituição. 

Ele demorava, mas entregava no prazo que marcava. 

As soldas eram feitas com uma liga composta por cobre e estanho. Enfim, ele nem sequer admitia ser chamado de “lanterneiro” ou “funileiro “, recebia como ofensa e dizia que não era passador de massa plática e nem trocador de peças.

Era um verdadeiro artista, não sei se havia uma denominação específica.

Enfim, o meu avô  –  que era uma espécie de ferreiro mais qualificado – fabricou, em madeira, a minha primeira guitarra tendo por modelo essa do Erasmo Carlos. Uma cópia brasileira da Fender Jaguar ( Adulto consegui, por acaso, uma original Americana,  modelo 1965).  

Comprei apenas em razão dessa minha história de infância. 

Tristemente, o grande responsável pela minha eterna paixão musical, horas atrás, faleceu com bem vividos, apesar de algumas tragédias que suportou, 81 anos.

Não subestimem o GIGANTE GENTIL ( 1m93 ) , seu apelido!

Ele está para Roberto Carlos assim como John Lennon para Paul McCartney.

Sempre preferi Erasmo, obviamente.

Era mais roqueiro, despojado e mais criativo.

E as melhores canções da dupla foram compostas por ele.

Enfim, quem criou, em 1969, uma canção como ” Sentado à Beira do Caminho, embora co – creditada por razões contratuais, não precisava provar nada pra ninguém.

Descanse em paz!

QUE EU CONTINUAREI SENTADO À BEIRA DO CAMINHO…Não sei até quando!

Eu não posso mais ficar aqui a esperar

Que um dia de repente você volte para mim

Vejo caminhões e carros apressados a passar por mim

Tô sentado à beira de um caminho que não tem mais fim

Meu olhar se perde na poeira desta estrada triste

Onde a tristeza e a saudade de você ainda existe

Esse sol que queima no meu rosto um resto de esperança

De ao menos ver de perto seu olhar que eu trago na lembrança

Preciso acabar logo com isso

Preciso lembrar que eu existo, que eu existo, que eu existo

Vem a chuva molha o meu rosto e então eu choro tanto

Minhas lágrimas e os pingos dessa chuva

Se confundem com meu pranto

Olho pra mim mesmo, me procuro e não encontro nada

Sou um pobre resto de esperança na beira de uma estrada

Preciso acabar logo com isto

Preciso lembrar que eu existo, que eu existo, que eu existo

Carros, caminhões, poeira, estrada

Tudo tudo se confunde em minha mente

Minha sombra me acompanha

E vê que eu estou morrendo lentamente

Só você não vê que eu não posso mais ficar aqui sozinho

Esperando a vida inteira por você sentado à beira de um caminho

Preciso acabar logo com isso

Preciso lembrar que eu existo, que eu existo, que eu existo

 
 
 
 
 
 

A tese da democracia militante e a Constituição da República que , em seu art. 102, cristalinamente , determina : Compete ao STF, precipuamente ( função principal com a vantagem de não depender de provocação ) A GUARDA DA CONSTITUIÇÃO …Ao Guardião da Constituição cabe defendê-la com toda a sua força e para tanto pode sacrificar certos direitos individuais independentemente da prévia existência de procedimentos específicos …Obviamente, sem se arvorar legislador de crimes e penas ! Guardar a CF é assegurar a liberdade e soberania de um povo; podendo INVESTIGAR, ACUSAR E JULGAR sem ofensa ao contraditório e ampla defesa. 6

 

 

 

Atos de Moraes põem à prova tese da democracia militante

História por ANGELA PINHO • 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Pouco discutido no Brasil até dois anos atrás, um princípio idealizado na Alemanha há mais de oito décadas tem sido usado no meio jurídico para analisar as ações dos tribunais superiores, em especial do ministro Alexandre de Moraes, diante dos ataques às instituições e ao sistema eleitoral no Brasil.

 

Observe o que acontece quando ela aperta o botão

Vista como necessária por muitos, a teoria da “democracia militante” também é avaliada com receio por outros, pelo risco de servir de pretexto para eventuais abusos.

Exposta por Karl Loewenstein (1891-1973) em texto de 1937, ela defende que o sistema democrático tenha mecanismos de defesa para garantir sua própria sobrevivência –entre eles, a restrição de direitos políticos de pessoas que atentem contra a democracia e a repressão a atividades que façam o mesmo.

Por trás da ideia, criada no contexto da ascensão do nazismo e do fascismo na Europa, está o entendimento de que a própria democracia, por excesso de tolerância, viabiliza a chegada ao poder de líderes que acabam por miná-la.

Mais de 80 anos após a publicação do texto, a ideia de democracia militante passou a aparecer no debate público brasileiro diante da reação do Judiciário aos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus apoiadores a outros Poderes e ao sistema eleitoral.

Entre as ações do STF (Supremo Tribunal Federal) e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que suscitaram a comparação com a teoria alemã, estão os inquéritos das milícias digitais e dos atos antidemocráticos, as determinações de bloqueios de contas em redes sociais e a ampliação dos poderes do tribunal eleitoral no combate à desinformação.

A teoria de Loewenstein já foi citada explicitamente pelos ministros Edson Fachin e Gilmar Mendes nos últimos anos. Não se tem notícia de que Moraes, conhecedor da obra do alemão, tenha feito o mesmo.

O fato é que, conscientemente ou não, ele está claramente aplicando o princípio da democracia militante ao contexto atual, diz João Gabriel Madeira Pontes, autor de “Democracia militante em tempos de crise” (ed. Lumen Juris, 2020), fruto de seu mestrado em direito público pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Pontes tem críticas pontuais a decisões que considera desproporcionais, como a operação que mirou empresários que se manifestaram a favor de um golpe em um grupo de WhatsApp. Ainda assim, de forma geral ele avalia como adequadas as ações de Moraes.

Para o advogado, a democracia no país estaria em situação muito mais delicada sem inquéritos como o das milícias digitais e dos atos antidemocráticos.

Mas “como o Supremo Tribunal Federal vai aplicar esses precedentes num cenário de normalidade é uma preocupação legítima”, pondera.

Em sua opinião, o STF terá que fazer esforço no futuro de requalificar esses precedentes como “jurisprudência de crise”, para evitar que sirvam de justificativa para abusos.

Sua principal preocupação é com restrições à liberdade de expressão. “Princípios constitucionais não são ponderados no vácuo. Entre liberdade de expressão e sobrevivência da democracia, a democracia ganha mais peso na ponderação”, diz. “Mas, em período de normalidade, é preciso muito cuidado com a regulação de discurso.”

Professor de direito penal da Universidade Humboldt, no país berço da teoria da democracia militante, o brasileiro Alaor Leite avalia que o STF, o TSE e Moraes, em particular, aplicaram uma versão bem brasileira do conceito, que ele prefere chamar de “democracia combativa”.

A primeira especificidade do caso brasileiro, afirma, é que o princípio foi usado como defesa a ataques e ameaças de alguém que já estava no poder e não como originalmente pensado, para prevenir a ascensão de um autocrata.

Outra singularidade é o fato de as decisões do Judiciário terem sido tomadas com um processo eleitoral em curso.

Até por isso, ele afirma que ainda é cedo para definir se elas foram de todo legítimas ou não, uma vez que as manifestações de caráter golpista ainda ocorrem, bem como questionamentos ao processo eleitoral, e ainda não se sabe tudo o que está por trás desse movimento, como financiadores e o papel de autoridades.

“A democracia alemã foi ao inferno e voltou com uma mensagem de nunca mais repetir o que aconteceu, reconstruir as instituições e conjugar a proteção com os pilares do Estado de Direito”, diz. “No Brasil, estamos assistindo a uma democracia combativa ser construída diante de uma ameaça real ainda em curso”, diz.

Isso não o impede de afirmar sua concordância com a necessidade da aplicação de princípios da democracia militante no contexto atual.

Entre as razões para isso, ele cita as ameaças de Bolsonaro ao sistema de votação, a tentativa de tumultuar o processo com o duvidoso monitoramento das inserções de rádio na campanha e, em especial, a atuação da Polícia Rodoviária Federal no dia da eleição, com abordagens a ônibus concentradas na região onde o adversário do presidente era o favorito.

Necessária ou não, a teoria da democracia militante também é vista como perigosa por alguns estudiosos.

Em artigo de 2017, Carlo Accetti e Ian Zuckerman, professores respectivamente da City University of New York (Cuny) e da Universidade Stanford, nos EUA, argumentam que a definição de quem são os inimigos da democracia é por demais arbitrária, e que restringir a liberdade deles dá margem a autoritarismo e não a mais democracia.

“Nossa democracia não milita”, escreveu em maio do ano passado o colunista da Folha Demétrio Magnoli ao criticar a aplicação da teoria no Brasil e apontar riscos na então recém-aprovada legislação dos crimes contra o Estado de Direito, que substituiu a Lei de Segurança Nacional.

Para Leite, alguns entendimentos vieram para ficar, como a limitação da imunidade parlamentar entendida no caso Daniel Silveira e o veto a portar armas perto de seções eleitorais.

Outra medida para evitar concentração de poder no Judiciário, sugerida por Pontes, é estabelecer para a PGR a mesma regra que vale para ministérios públicos estaduais: indicações de arquivamento são analisadas por um conselho superior. Ela evitaria a inação do órgão, vista durante o processo eleitoral.

Além disso, eventual interposição de quarentena para nomeação do procurador-geral ao STF poderia reduzir o incentivo para uma atuação alinhada com o governo por razões não republicanas.

Ex-subprocuradora-geral da República e defensora da aplicação da democracia militante, Deborah Duprat também avalia ser necessário, no caso de volta à normalidade, um reexame das decisões proferidas no atual contexto, para que sejam usadas como justificativa de precedente para abusos. “A noção de precedente pressupõe um ambiente que se reproduz”, afirma.