Bolsonaro , em breve , será obrigado a aceitar a realidade e determinar o confinamento radical em todo o Brasil 17

Governo federal deve defender lockdown para cidades com maior transmissão do coronavírus

Segundo o ministro Nelson Teich, plano para o isolamento social trará diretrizes regionalizadas

BRASÍLIA

O ministro Nelson Teich (Saúde) admitiu nesta quarta-feira (6) que o governo federal deve recomendar o chamado lockdown (confinamento radical) para cidades que estejam enfrentando uma transmissão mais grave do coronavírus e afirmou que o plano do ministério para o isolamento social trará diretrizes regionalizadas.

“O importante é colocar que quando a gente fala em isolamento e distanciamento existem vários níveis. É importante que a gente entenda que não existe uma defesa do isolamento ou não isolamento. Vai ter sempre medidas simples até o lockdown. O que é importante é que cada lugar vai ter sua necessidade”, declarou o ministro, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.1

Segundo o ministro, as diretrizes para o tema estão em análise na pasta e devem ser divulgadas no momento oportuno, mediante coordenação com as autoridades sanitárias com estados e municípios.

“Vai ter lugar que vamos recomendar o lockdown e vai ter lugar em que existe uma situação que permite tentar alguma coisa”, acrescentou, afirmando que, em locais em que houver menor incidência da Covid-19, serão propostas ações de flexibilização.

Ele citou como exemplo experiências em outros países, onde trabalhadores que seguem indo a seus postos de trabalho passam por testes de temperatura e de oxigenação antes de iniciar o expediente.

Teich também defendeu que o debate sobre isolamento social não se transforme numa luta política. “Peço que a gente não transforme uma política que tem que ser desenhada para flexibilizar o dia a dia das pessoas como uma disputa política e um tudo ou nada”, declarou.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é um crítico das políticas de isolamento social, tem promovido aglomerações em frente ao Palácio do Planalto e pregado que governadores flexibilizem suas ações de distanciamento.

Teich também afirmou que o ministério promoverá campanhas publicitárias sobre cuidados de prevenção da Covid-19 e isolamento social, conforme disseram secretários estaduais de saúde após teleconferência com o titular da pasta. Ele disse, no entanto, que as campanhas precisarão ser direcionadas para a realidade de cada localidade.


Se esse lixo humano tivesse empregado a sua liderança para o bem coletivo ,  desde o início da infecção no território brasileiro , teria recomendado e incentivado a adesão ao isolamento e  outras medidas preventivas. 

Como condenou o isolamento – por egoísmo e inveja do protagonismo de governadores –  acabará sendo obrigado a determinar o confinamento da maioria da população , proibição de tráfego , fechamento total dos portos e aeroportos; etc.

Além de assumir o papel de coveiro maior da nação!

 

  1. Esse ministro é técnico, o Mandetta era político, portanto, se ele disser que precisa parar tudo em algumas cidades (não em todas ao mesmo tempo com o Pinóquio quer) nós acreditamos.

    Pátria amada Brasil

    Curtir

  2. piadinha do dia: -Sr Teich, o Sr não tem medo do coronavírus? E ele responde: -quando eu tava vivo, eu tinha! kkkk

    Curtido por 1 pessoa

  3. É impossível lockdown num país como o Brasil.

    Assim como a quarentena mais rígida…e isso não se dá pela má fé de quem quer que seja, mas sim por não termos condições como os RICOS países europeus.

    Nossos cidadãos NÃO TEM MEIOS de se sustentar.

    É simples assim.

    Curtir

  4. Não é porque a Europa fez lockdown ou quarentena radical que aqui deve ser igual.

    As condições econômicas, culturais e até o clima (temperatura) é diferente de lá.

    São realidades distintas.

    Todos falam em isolamento, mas nenhuma emissora diz como comprar comida no mercado em caso de não trabalhar.

    Curtir

  5. Coincidentemente o primeiro caso divulgado no Brasil foi na quinta-feira – dia seguinte à quarta-feira de cinzas. Enquanto a Europa já era assolada pela doença e nos EUA ela já começava o estrago, governadores de estados e a imprensa só tinham olhos para o carnaval – muitos deles promovendo o maior carnaval de rua dos últimos tempos, com aglomeração nos milhares de bloquinhos e a presença de turistas do mundo inteiro, inclusive de localidades já atingidas. E o povão durante essas duas semanas 24 horas por dia pelas ruas, comemorando. Pra completar o circo de horrores, a autoridade máxima do Brasil vai na contramão do que a ciência estabeleceu como a única forma de conter a pandemia.
    Agora não tem mais jeito, provavelmente será de maneira gradativa: primeiro as cidades mais afetadas; depois as que os números de mortos e infectados começarem a subir rapidamente e por fim, o Brasil todo.
    O epicentro, que primeiro foi na China, depois se mudou pra Itália que perdeu o lugar pros EUA, terá o Brasil como a próxima parada.

    Brasil dos 7 a 1.

    Curtir

    • Quanto mais sr arrasta a falta de coordenação e cooperação entre União, estados e municípios mais o Presidente prolonga a crise e a sangria… O caos por ele inflado tem propiciado a sangria de recursos e dinheiro público. Mais doentes, mais gastos. Menos doentes, menos gastos. Simples.
      Carnaval: vamos lá! Gripezinha, diferença s climáticas (calor desfavoravel ao vírus), indústria do turismo, economia setorial (bebidas, aviação, hotelaria, transporte por apps), Brasil precisa de dólares de estramgeiros etc e tal…
      Os próprios críticos do isolamento-distanciamento já dão a resposta. Se em clima tenso são contra as medidas sanitárias, iam ser favoráveis ao cancelamento do Carnaval? Nunca!!!
      Iriam alegar a mesma coisa de hoje: clima, calor, economia… Uma das poucas alegrias do brasileiro… Distância China-Brasil (de fato, o povo veio contaminado foi da Europa…).
      Busquem no google por Ambev+chuvas+carnaval…
      Anbev e Americanas são dos mesmos donos. Uma bombardeou chuvas para longe do carnaval. A outra forçou abertura das suas lojas para inundar o povo de ovo de Páscoa…
      Estão se lixando para o brasileiro pobre.

      Curtir

    • O que mais falta na discussão do problema e o uso claro e simples da verdade. Começa assim do vírus que não quer ser chinês, e o remédio que o Davi Uip toma que ainda precisa de teste, e o respirador que o Doria paga 5 vezes a mais, e o Covas que abre covas antes sem dizer qual w a dele, e o Doria que vem fazer festa em Aracatuba na casa da amante escondido, e o prefeito que vê uma oportunidade de roubar, e o promotor que sai notificando tido mundo como se fosse o dono do pedaço, e eu que não acredito em mais nada e po e aí vai . Me diga aí quem souber não basta falar a verdade, simples assim: ” o vírus vai matar cerca de 100.000 pessoas no país e não tem como resolver, 90 % das vítimas serão pessoas que já estavam doentes, qd a vacina chegar vc nem precisa,tomar pois já terá sido infectado. Se vc tem medo de morrer vc tem razão há um risco a mais pois o número de óbitos no anual de óbitos deve saltar dos 1,2 milhoes anuais para 1,3 Assim um incremento de 10%.

      Curtir

      • Meu caro, sem quarentena até dezembro morrerão três milhões de brasileiros!
        Eu e você poderemos estar entre eles…Mas já que és otimista: que seja tu…kkk

        Curtir

  6. Desgraça pouca é bobagem.
    Na maior crise sanitária da nossa história, a decretação de estado de emergência soa como um salvo conduto para todo tipo de roubalheira patrocinada pela banda podre da política e do empresariado nacional.
    Contratos super, hiper, master faturados na compra de equipamentos de proteção individual, respiradores,álcool gel, etc, além do verdadeiro “assalto” a mão armada nos supermercados na venda de gêneros de 1ª necessidade, tais como: arroz, feijão, ovo, leite, cenoura, cebola, alho….. Viva o Agronegócio orgulho do Brasil.
    Cadê os Ministérios Públicos Estaduais e Federais? Cadê os Tribunais de Contas da União e dos Estados?
    Do jeito que as coisas andam, o próximo passo de aproximação do governo com o centrão vai ser a indicação de Ciro Nogueira para a Controladoria Geral da União.
    Socorro! Pega centrão!

    Curtir

  7. Lockdown no Brasil? Só se for pra demitir todo mundo! Quanto a isso o Doria já deu um lockdown no meu salário: cortou um terço das férias. Futuramente, será o restante do pagode.

    O bom para o governador será a desculpa eterna do coronavirus até 2022 para não reajustar salário.

    Curtir

    • Como vc é otimista colega. Até 2022? Acho que vai dar essa desculpa até 2030! Vão passar essa desculpa de Governo para Governo. Aumento somente para os mesmos. Os que dão retorno “financeiro” ou que têm poder decisão ou fazer leis. Sempre os mesmos.

      Curtir

  8. A morte não perdoa a desídia
    POR FERNANDO BRITO · 07/05/2020

    Os números da tragédia do novo coronavírus no Brasil , crescentes, são – todos sabem – resultado do que fizemos de imprudente há duas semanas.

    Como não mudamos, a não ser para pior, nestas duas semanas em que as ruas se encheram, as filas e aglomerações cresceram, sabemos que, pelo menos pelo mesmo tempo teremos casos crescentes de adoecimento e de morte.

    Mudamos de patamar, de casa das 400 para as 600 mortes diárias e dos seis mil para os dez mil novos infectados por dia. Mudaremos de novo e agora sabe Deus se para perto de mil perdas de vidas e 15 mil novos casos diários.

    Diante das pressões do governo federal, prefeitos e governadores hesitam em fazer o que é seu dever e interromper a circulação de pessoas, que só pode se dar pela interrupção das atividades econômicas, jamais – como se demonstrou – apenas com bloqueios de tráfego, que geram mais confusão que efetividade.

    Além do mais, é o transporte público, por sua própria natureza de massa, um dos principais focos de transmissão da doença, não sozinho, porque estamos assistindo há duas semanas as insanas filas na Caixa para tentar obter o auxílio que, afinal, vira auxílio-contaminação.

    Não é possível prever mecanicamente o que vem pela frente, porque a epidemia transferiu-se, de vez, para os bairros mais pobres, ode as condições de isolamento são ainda mais precárias.

    Pode ser, infelizmente, que a progressão não seja mais geométrica, mas exponencial.

    Vamos pagar o preço de termos serviços públicos enfraquecidos e governantes ensandecidos.

    Curtido por 1 pessoa

    • É vc Escriludida? Cadê o Blindado?
      Kkkkkk
      Eu ia até elogiar o texto, mas quando vi que é o recorta e cola, já me fez desconfiar que a Escriludida/Scriper.

      Caso positivo fica fácil falar de isolamento ganhando uma boa aposentadoria com meia hora de polícia e sem contar as apuraras coisas. Acho que só os seus aluguéis que deve estar dando “prejuízo”. Sem contar a aposentadoria do Toninho. Literalmente amantes do PT, com razão. Afinal conseguiram muitos direitos que serão pagos pelos outros.
      Estava com saudades de suas boçalidades e chatisse.

      Caso não seja a tal figura já peço desculpas de antemão Maria e digo que o texto é bem verídico e uma boa leitura.

      Curtir

  9. E no DP aqui tem “polícia” afirmando que tudo é uma fraude, que os hospitais estão vazios, que não conhecem ninguém que ficou doente…etc…
    Imagina, então, o povão das quebradas…

    Curtir

    • Ta morrendo gente pra caramba. Só ontem foram 200 mortos. tava um comboio de 120 carros funebres no cemiterio da Vila formosa

      Curtir

  10. se eu não estiver enganado, foi alertado sobre esse vírus antes do carnaval, governador e prefeito mataram no peito e permitiram, o governador usando a tal democracia, pede o isolamento, a população grande parte mal educada e sem regras não cumpre! a culpa é do presidente? (não fui eleitor dele), o Estado determina que ninguém trabalhe, lógico arrecadação despenca, ai vão lá e pede dinheiro pro governo federal, fica fácil assim achar os culpados, todos tem sua parcela, começando pelos governadores e prefeito de cada estado, roubaram para caramba , não investem em saúde, educação e segurança, e tentam transferir a culpa, e a mídia vai no embalo, não ter apreço pelo presidente é normal, agora ficar indo de embalo.. não acho a solução, típico picuinha política.

    Curtir

Os comentários estão desativados.