Tonto, verdade o governo estadual está mudando. O governador Jair Bolsonaro e seu vice Eduardo , determinaram que Tarciso – o governador adjunto – corte a cabeça do Dr.  Youssef Abdul Chaim, por ser “homem do Ministro Alexandre de Moraes”…Porra, mas nem sequer liberdade de orientação política a gente tem direito 79

 

 

 

Tonto disse: Governo do estado de de São Paulo prestes a ser mudado e nenhum comentário a respeito por aqui.

Caro Tonto, não sei nada sobre esse futuro governador, menos ainda sobre as mudanças.

Penso que São Paulo será destruída, ainda que o eleito tenha competências e boas intenções.

Como sapo de fora, se for pela cabeça dos Bolsonaro, será cercado por uma camarilha incompetente e sequiosa de enriquecimento!

Ele não possui equipe e chefe de executivo sem bons quadros não governa PORRA NENHUMA!

E os bons quadros, digo do funcionalismo profissional, é Alckimista.

Nomear Capitão da PM como Secretário é CERTIDÃO DE ABESTADO!

O Ferreira Pinto deve ter uns 80 anos; acho que nem aceitaria voltar!

Tem que aproveitar os anos que ainda tem passeando, fazendo turismo.

E duvido que tenha tolerancia para suportar a geração que aí está!

Quando ao CHAIM , uma matéria da Folha relata que haverá perseguições impostas ao Tarciso por Jair e Eduardo.

Bolsonaro é mais imbecil do que eu pensava.

Daqui a alguns meses a sua camarilha lamberá os bagos do Lula.

E Tarciso, além de passar a cagar e andar para os Bolsonaro, se quiser fazer um bom governo vai ter que comer na mão do Geraldo.

E já começou quando nomeou Afif ; ex-vice-governador de Alckimin para as escolhas mais importantes.

Quanto a perseguir o ex-DGP, pelo que eu sei ELE É HOMEM APENAS DA MULHER DELE…

É aposentado, patrimônio bilionário; que não lhe faltará nunca serão políticos correndo atrás dele pedindo favores! 

É outro que deve cagar e andar para o Bolsonaro!

 

Dr. José Eduardo Alckmin, em sua essência membro da Magistratura – Juízes e Desembargadores – frente ao Estado e a Sociedade são funcionários públicos como qualquer outro que seja vinculado por meio de concurso e submetido a Estatuto Geral ou Lei Complementar específica…A pior sanção não é a aposentadoria compulsória de Desembargador …A pior sansão é SER DEMITIDO e ao buscar socorro, de um Desembargador receber deboche; o que é pior: de quem não sabe nada de PAD , salvo por leitura romantizada… 6

E sanção ainda pior, vou contar sobre meus “causos e desventuras”, é uma moça não lhe estender a mão, mas levantar do trono e ir abraçar e beijar o Dr.  Rui Estanislau Mello, agradecer e pedir desculpas por ele vir de Brasília, mas o que ela queria mesmo: “mande lembranças e beijinhos para o Professor Temer”

Uma coisa assim tão bizarra que o Dr. Rui não escondeu o constrangimento; o Promotor abaixou a cabeça e eu interiormente dei risada da moça!

E com toda certeza, o Dr. Rui não levou o recadinho para o Dr. Michel Temer. Uma coisa é receber um agradecimento carinhoso por ser quem você é.

Mas o teatro para fazê-lo de garoto de recado foi constrangedor. Eu contive a risada, obviamente .

Por ela se expor ridiculamente quando soltou ” dê meu abraço e beijinhos para o professor Temer” .

Levantar e cumprimentar o Dr. Ruy agradecendo-o vir de Brasília, seria apenas boa etiqueta de uma pessoa educada .

O que, normalmente, achamos que todos os Juízes e Juízas são.

Mas é um engano acreditar que, além de cultura elevada, são portadores de qualidades e condutas acima do brasileiro comum. conduta.

Alguns, verdadeiramente, estão muito acima; são potadores de inata excelência. A maioria é apenas mediana e alguns barraqueiros por natureza!

Mas o bobo fui eu que ao ingressar fui em direção à mesa da magistrada e fiquei aguardando-a me estender a mão.

Contei os dez segundos, ela não tomou iniciativa, fiz um leve movimento com a cabeça e fui para o banco dos réus…O promotor estendeu a mão e nos cumprimentamos. Nem por isso ele deixou de cumprir o dever que lhe cabia.

Além de demitido era réu por suposta calunia contra o sogro de um Desembargador.

Mas a minha vontade de rir foi ter constatado, ao levantar-se para a “efusiva despedida”, que era uma moça cafona, da periferia branca. Certamente nem sabe que, socialmente, é a mulher, se quiser, toma a iniciativa de estender a mão.

E num ambiente formal a iniciativa da pessoa mais importante.

Mas me senti humilhado! Ainda que tenha sido apenas fruto da minha baixa autoestima naquela época.

Mas continuando, caro Dr. Alckmin :

Ao afirmar que a aposentadoria compulsória é a pior sanção que pode haver , Vossa Excelência , oriundo de tradicional família de magistrados , comete, involuntariamente , grave ofensa àqueles funcionários públicos que são demitidos injustamente – palavra “injustamente” que deve ser entendida no sentido de desproporcional a determina infração funcional , mas além de injusta se vê as demissões ilícitas ( construídas por perseguição ) – e esperançosos vamos pedir socorro para os Juízes e somos vítimas de escárnio, deboche e invasão do mérito , com a reprodução de pareceres mentirosos para fundamentar seu desprezo, alheamento aos fatos e nenhuma empatia pelo demitido , ao final , depois de tecer objurgatórios cruéis , desfecha a sentença arbitrando a sucumbência no máximo legal.

Tem Juiz de Vara de Fazenda que mais parece subordinado de Procurador do Estado. Eu não sei se a PGE faz “cópia e cola” das sentenças do Juiz ou se Juiz faz “cópia e cola” das petições da PGE.

E durante os últimos anos eu já aprendi: o processo é movimentado de 90 em 90 dias.

Pode peticionar ir a Europa, quando retornar nada foi feito.

E, estranhamente, você protocola petições eletrônicas, recebe o comprovante, elas ficam aguardando juntada e, de um momento para o outro, você constata que desapareceram sem juntada; em nenhuma explicação ou intimação do tipo: desentranhada ou indeferida a juntada por qualquer razão de direito.

Desaparecem.

E você vai ficando com mais e mais raiva do Poder Judiciário!

Além de mais e mais raiva da advocacia que se sujeita a tudo e cada vez mais, em vez de buscar conciliar e solucionar o problema do cliente, lhe causa um mal maior: FAZ ELE LITIGAR !

E confiar na Justiça é coisa de otário ou chavão de corrupto.

O nosso Poder Judiciário é tão confiável que nem sequer sabem que houve uma Pandemia e eles mesmos determinaram fechamento do FORUNS e férias coletivas…Trabalho remoto, é piada de péssimo gosto!

Ademais, todo criminoso, antes de mais nada, sempre repete: EU CONFIO NA JUSTIÇA!

E se o advogado em vez de escrever REQUERE-SE escrever EXIGE-SE – duvido que Juiz queira ler o verbo EXIJO DE VOSSA EXCELENCIA TAL PROVIDNCIA.

Será reputado “persona non grata” , pois o JUiz interpretará como insulto, afronta e , a grande maioria, vai querer se vingar.

E como a vingança quem mais sofrerá, verdadeiramente, será o cliente.

Até chegar o dia que não terá mais clientela.

Não é fantasia, pode ser pouco provável na Capital . Mas a maioria das Comarcas são pequenas.

Assim , o bom advogado se faz de imbecil , pois não pensem que, nos dias atuais, a OAB vai pra guerra por um dos seus…

Não!

Fazem um desagravo; nada mais!

Do outro lado, o advogado é queimado no Judiciário e passará anos sofrendo retaliações, na forma de obstáculos processuais e, sempre que for possível, sentenças desfavoráveis aos seus clientes.

A magistratura perdeu a compaixão de outrora , não há mais Rodrigues Alkimins …

Não quero dizer que foi pouco; que o Siqueirinha dseveria sofrer o que qualquer outro servidor, exemplificativamente, um Delegado de Polícia; que em idêntica ou menos grave conduta sofreria , ou seja, a infamante penalidade DEMISSÃO simples

Quem não está sujeito a sofrer a penalidade em PAD – o procedimento que todo Juiz, moderno, afirma ser o instrumento propício ao exercício do direito de ampla defesa!

MAS É MUITO BOM , INSTGRUMENTO GARANTIDOR DA AMPLA DEFESA…MAS A MAGIKSTRATURA NÃO ACEITA SOFRER PENALIDADE APURADA POR UM SIMPLES PDA PRESIDIDO POR OUGTRO JUIZ\.

Um juiz não confia os próprios direitos funcionais nas mãos de outro Juiz! Confia uma ação de despejo , mas um processo disciplinar JAMAIS!

E se um não confia no outro não serei eu que voltarei a confiar na Justiça! ,

Não quero dizer que, isoladamente, enquanto profissionais, seres humanos, sejam indignos de confiança, não confio neles pelo sistema de trabalho que são submetidos e mais a forma de trabalho de alguns.

E a magistratura odeia o CNM , acho que foi criada em governo do Lula! ( ele foi para a Cadeia, mas se não fosse absolvido e não tivesse ganhado do Bolsonaro a Magistratura e outras carreiras perderiam a vitaliciedade…

Apenas os oficiais das FFAA e PM, continuariam vitalícios.

Pessoalmente, por saber que a magistratura tem adoração e absoluta confiança em Processo Administrativo sancionatório em geral, eles confiam cegamente até em procedimento fiscal; nem querem a juntada do procedimento á Execução. Basta a certidão de inscrição da dívida, um título de crédito que não traz a assinatura do devedor.

Eu se fosse Juiz, sem documentação instrutória, não aceitaria certidão de “cobrador de impostos”. .

E como primeira medida da sua ditadura militar) .

Aliás, já passou da hora de eliminarmos essa aberração do Brasil .

Vitalícia só a morte!

Tem gente de fora no Conselho!

Para os julgadores da dor alheia, não há nulidades em Processo Administrativo Disciplinar, salvo se foi presidido pela faxineira, de resto qualquer conduta que a Administração entender irregular, desde que exista parecer de idiota com diploma de Direito, legalmente concursado, não cabe “sindicabilidade pelo Poder Judiciário”.

Tenham certeza, quando se trata de anular um ato demissório, o respeito que Juiz da Fazenda ou o Desembargador das Câmaras de Direito Público emprestam á divisão dos Poderes é absoluta.

Exceção, desde que o penalizado não seja familiar de membro da Magistratura ou do MP.

Para casos assim, envolvendo gente melhor de linhagem, dispensam o venerado Hely Lopes Meirelles, os conceitos de Poder de Império , mérito do ato administrativo, oportunidade e conveniencia quando se trata de aplicar penalidade e tantas outras coisas que reiteradamente repetem em 2022, mas cuja validade dizia respeito aos anos 1970. Ah, quando é pra ajudar “um iluminado”, até fazem menções a Bandeira de Mello, Ferraz e Dallari; etc. .

A idolatria nada tem com o fato de ele ser um genial jurista ou mesmo por ter sido Desembargador e secretário de Segurança por duas vezes ( o verniz que o governo militar fez uso para inglês ver que tortura, execução , butim nunca existirtam ) .

É que, com a sua doutrina em causa própria, de funcionários públicos do Poder Judiciário. Se autotransformaram em agentes políticos, presentantes de um Poder de Estado.

Uma mentira repetida milhão de vezes se transforma em AXIOMA ( aquelas coisas que são incontestáveis , mas ninguém con segue dizer como que chegou a tal conclusão ) .

É como ler a Bíblia comentada e a primeira coisa que se lé: INERRÁVEL!

E a pessoa com um pouco mais de discernimento joga fora, pois inerrável nem Deus…Faz uma merda por dia, apesar das tantas coisas boas.

Uma delas: me fez acordar vivo para escrever sem ter que pedir autorização! _

Pra finalizar, Dr. Alckmin o Desembargador receberá integralmente ; já passou dos 60 anos.

E aposentado vai recuperar a tranquilidade.

Olha, aposentadoria compulsória só na Polícia Civil é a pior sansão!

Mas para aquele que vai passar a receber apenas R$ 15.000,00, por mes.

Entende?


BRASIL

CNJ condena desembargador que humilhou guarda em Santos

Magistrado ficou conhecido após destratar guardas municipais que o abordaram em uma praia de Santos para pedir o uso de máscara de proteção contra a covid-19

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu aplicar a pena de aposentadoria compulsória ao desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de SiqueiraReprodução

 

A

Agência Brasilredacao@odia.com.br

Publicado 22/11/2022 18:21 | Atualizado 22/11/2022 18:24

Brasília – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu nesta terça-feira (22) aplicar a pena de aposentadoria compulsória aodesembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

O magistrado ficou conhecido após destratar guardas municipais que o abordaram em uma praia de Santos para pedir o uso de máscara de proteção contra a covid-19.

O caso ocorreu em julho de 2020, quando uma lei municipal obrigava o uso de máscaras por toda a população. No mesmo ano, Siqueira foi afastado das funções pelo conselho e também passou a ser alvo do processo disciplinar que terminou com a punição.

Em julho de 2020, enquanto caminhava na praia, Siqueira foi multado pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Santos pelo descumprimento do decreto municipal que determinou o uso obrigatório de máscara. O fato foi descoberto após a publicação de um vídeo nas redes sociais, no qual o desembargador desrespeita o guarda que o aborda, dizendo que iria jogar a multa na cara dele e ainda o chama de analfabeto.

Defesa

Durante a sessão, o advogado José Eduardo Alckmin, representante do desembargador, justificou que o magistrado passava por momento de desequilíbrio emocional causado por problemas familiares e estava tomando medicamentos controlados.

Durante sustentação oral, a defesa também questionou a proporcionalidade da condenação.

“Pode acontecer, somos humanos, temos emoções. Foi descontrolado, eu admito. A sanção adequada seria realmente aplicar a esse desembargador – que não começou ontem na magistratura e tem uma longa carreira de serviços prestados adequadamente – a aposentadoria? Submeter a pior sanção que pode haver?”, questionou.