PM sacando arma contra PM por conta de de atraso no almoço…O que um PM não faz quando um cidadão o confronta inconformado com as arbitrariedades de praxe ? 52

PMs brigam no centro de SP; policial apontou arma para o rosto do colega

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

04/12/2020 14h44Atualizada em 04/12/2020 18h10

Dois policiais militares em serviço protagonizaram hoje em público, em frente a pedestres, uma briga no centro da capital paulista. Um PM chegou a apontar a arma da corporação para o rosto do colega de farda. Ninguém ficou ferido.

O desentendimento ocorreu na esquina das ruas dos Timbiras e Santa Ifigênia. O local é um dos principais pontos da capital paulista do comércio popular de tecnologia. O local estava cheio no momento da briga.

No início da tarde de hoje, dezenas de vídeos feitos por pessoas que estavam passando no local flagraram a briga. Enquanto um dos PMs aponta a arma para o colega, pessoas gritavam: “mata ele”, “pega ele!” e “atira na bunda dele!”.

Em dado momento, o policial que estava com a arma apontada para o rosto tenta desarmar o colega de farda. Nesse momento, as pessoas que assistem à briga se distanciam, assustadas, e as gravações tremem ou param de ocorrer.

De acordo com registro interno da ocorrência, obtido pelo UOL, o soldado Felipe do Nascimento, lotado na 2ª companhia do 13º batalhão, que havia saído para o almoço, demorou para retornar.

Quando retornou, o cabo Márcio Simão de Oliveira Matias, lotado na 3ª Companhia do 7º batalhão, que estava no posto, cobrou pela demora e afirmou que reportaria ao sargento, pois não conseguiria mais almoçar.

Neste momento, ainda segundo o registro, o soldado Nascimento sacou a arma para o cabo Simão e começou a ameaçá-lo. Todos os PMs foram para a sede do 7º batalhão após o ocorrido. A ocorrência foi registrada internamente como “desinteligência entre PMs escalados”.

PM é preso por ameaça e violência contra superior

O soldado Felipe do Nascimento foi detido em flagrante pelos crimes de ameaça e de violência contra superior qualificada pelo uso de arma. Segundo a PM, ele será conduzido ao presídio militar Romão Gomes, na zona norte da capital.

Por meio de nota, a PM disse classificar como “gravíssima e repulsiva a ocorrência do início da tarde desta sexta-feira (4), na região de Santa Ifigênia, no centro da capital, onde um policial ameaça outro com arma em punho, em via pública”.

“A atitude viola frontalmente os valores fundamentais da instituição, especialmente a disciplina, a hierarquia, o profissionalismo, a honra e a dignidade humana, exigindo assim punições severas, na medida de sua gravidade”, afirmou a corporação.

Por se tratar de crime militar, todas as circunstâncias em que os fatos se deram estão sendo apuradas pela autoridade competente, em sede de polícia judiciária militar, acrescentou a PM por meio de nota.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) confirmou a ocorrência e a detenção do soldado. A pasta afirmou que a PM oferece programa de apoio e acompanhamento ao seu efetivo.

  1. Hoje um PC matou outro PC antes desse fato e não foi divulgado aqui. Estranho né.
    O que um PC não faz quando um cidadão o confronta inconformado com as arbitrariedades de praxe ?

    Curtir

  2. Matéria lixo em um espaço que já foi sério.
    Hoje é apenas a válvula de escape por onde escorre frustração e rancor.

    Triste fato que reflete a desgraça que se abateu sobre a segurança pública de SP.

    Parabéns PSDB

    Curtir

  3. ” as circunstâncias em que os fatos se deram estão sendo apuradas pela autoridade competente…….”. Por que será que meganha ainda teima em pensar que são ‘autoridades’ ?? Quando cairão na realidade e irão desistir de atropelar a definição legal ??

    Curtido por 1 pessoa

    • Manda um Delegado lá no quartel…fala para o Coronel que ele não é a autoridade competente para presidir o Inquérito e toma-lhe os autos…

      Eu duvido.

      Mas que seria legal ver tentar…ah seria.

      Curtir

      • Estão parecendo os legistas e Peritos… Somos “autoridade administrativa”! Hahahahahahaha Quês panacas estupidos!!
        Autoridade são apenas duas… Quando vc explica isso para os que têm complexo de vira-latas, ficam todos putinhos…

        Qualquer autoridade que não seja elencada pela CF vira “Tigre”. Sim, tigre. Nunca viu a propaganda que tigre é “autoridade no assunto” quando é obra!? RS

        Curtido por 1 pessoa

  4. Dia muito triste para nossas polícias, PM apontando arma na cara de PM, por motivo ridículo, PC matando PC dentro da ambulância, a que ponto chegamos. Acredito que sim Deus na causa.

    Curtido por 1 pessoa

    • Guerra, longe se sugerir Pauta pu algo assim, o que me diz dos N Parquets tentando “furar a fila” ??
      Abcao

      Curtir

  5. Militar x militar na ativa e de serviço = crime militar previsto no Código Penal Militar, não será apresentado a autoridade judiciária da Policia Civil, e sim para a autoridade judiciária militar no PPJM (Plantão de Polícia Judiciária Militar).

    Curtido por 1 pessoa

  6. Estresse total que ambas as corporações estão passando, será que os superiores não veem isso??? Salários defasados, falta de esperança em dias melhores, ao menos nos próximos dois anos, ambas desrespeitadas pelo zé povinho e bandidagem, além da falta de leis que faz o trabalho, principalmente o da PM, “enxugar gelo”…..o ser humano policial acaba explodindo em quem aparecer, seja quem for. Lamento muito!!!

    Curtir

  7. Fui casada por 16 anos com um Cabo do 11BPMM ele por várias vezes apontou a arma na minha cabeça. Certa vez seu comandante me chamou tirou a arma dele o afastou mandou pro PAPM e o Cabo zombava de mim trouxa eu além de tirar férias ainda ganho mais devido o auxílio localidade … E meses depois o comando dele me chamou e me perguntou como ele está em casa posso devolver a arma prá ele, ele melhorou? Eu respondi horas eu não não sou psicóloga quem tem que dizer se ele está apto é a psicóloga da PM mesmo porque quando eu fiz a denúncia das agressões do cabo o senhor me disse que não tinha nada a ver com a vida particular dos seus subordinados que o que importava era a vida profissional do portão para dentro do batalhão quando ele se farda e sai pras ruas … esse caso acima não é um caso isolado desde a época do meu pai de 67 aos anos 90 já existia tais descontroles não só nas ruas bem como nos lares tanto é que eu cresci ouvindo da minha mãe dizer que a PM é fabrica de fazer loucos ,até hoje meu pai é agressivo.. No hospital da PM existe a 1 e 2 enfermaria meu pai ficou internado por 3 vezes por problemas psicológicos. A PM parece que gosta de policiais com esse perfil principalmente para ocuparem funções dentro das forças especiais como Rota, Força Tática,BAEP….
    NÃO EXISTE UM ACOMPANHAMENTO ANUAL COM A TROPA SÓ O FAZEM QUANDO DÁ MERLIN.
    Eu só sei que minha vida foi um inferno me rendeu uma depressão severa ,13 dias em coma e sequelas pro resto da vida eu quem sou filha e irmã de PM jamais pensei que um dia iria temer um policial…pois não sabemos quem está atrás da farda tenho medo dos meus filhos serem abordados. Modus operandi da PM .

    Curtido por 1 pessoa

    • Então vc não é mais casada com ele? Nunca apontei arma para a cara de ninguém. Esse tipo de louco tem em qualquer lugar. Com o tempo o policial vai “batendo pino”.
      Espero não chegar nesse nível.

      Curtido por 1 pessoa

  8. Eu tinha certeza que tinha algum tipo de comida envolvida nessa treta. Achei que fosse coxinha…..

    Curtir

  9. Salário baixo, muita responsabilidade e cobrança e péssimo plano de carreira, promoção a cada 15 anos.
    Por que nas Forças Armadas e no Rio de Janeiro a promoção do PM é a cada 7 anos?

    Curtir

  10. Um caminhão de responsabilidade para um salário de merda. Estresse no serviço quadruplicado pela falta de efetivo e quintuplicado em casa pela falta de dinheiro. Dirigentes e comandantes abastados com tropas e operacionais esfarrapados.
    Esperar o que? Chegar ao ponto de trocar a farda pela camisa de força?
    Ir trabalhar sabendo que aposentadoria é um sonho distante, vez que é melhor enlouquecer no trabalho do que passar necessidade com a família como aposentado.
    Essa é a explosiva situação emocional do policial, principalmente, em São Paulo.

    Curtir

  11. Hater :

    O nível da transparência DEVE prevalecer sobre todos!

    Quem, literalmente, vende a farda na “PMTROBRA$” Militarizada do Estado de São Paulo, Hater?

    Os bandoleiros da Av. Tiradentes e imediações apenas vendo o fardamento, Hater!!!

    Digo-o na condição de ex-chefe da Sub Seç Mat Int – Subseção de Material de Intendência – da APMBB, um dos piores antros de pilantras que já conheci. Alunos-oficiais PM aprendem, mirando no DA – Diretório Acadêmico -, as iniciais práticas de cambalacheiro$$$$$$$$$$$$$!

    Basta ver quanto tempo permaneci na referida Chefia! Permaneci até quando DETERMINEI ao Sgt PM Rego o fim daquela PATIFARIA na indevida distribuição de peças do uniforme (para não se sentirem “jegues” nos trajes, primeiro precedente recorrentes “, alunos se OBRIGAVAM a comprar tais peças dos mais variados uniformes!

    Hater: não costumo apregoar o que não comprovo. Além de meu próprio número de telefone, também não vejo motivos para restrição às menções de documentos que respaldam o que divulgo.

    Quem vende a farda, Hater?

    Rsrsrs$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Curtir

  12. Tão impressionante quanto a lamentável cena protagonizada pelos policiais militares, foram as manifestações populares da plateia em seu entorno. Bradavam: “Mata ele”, “Atira” , etc.

    Curtido por 1 pessoa

    • Pois é…
      Naquele tambor de levedura que é a Santa Ifigenia, onde se misturam paqueiro/puxadores de cliente para compra de “gatonet”, de “boa aparência”, gente fazendo bico miserável, policiais “empresários” mesmo durante o expediente, estacionamento de viaturas, PMs olho de vidro, consumidores que se fingem de cegos em busca de contrabando ou serviços que utilizam peças de origem duvidosa…
      Santa Ifigênia é local pouco recomendável…
      Aí o cara vai fazer bico oficial e se vê envolvido nessa presepada.

      Curtir

      • Eduardo: de modo geral, o Brasil se transformou num “sucatão”, sem infraestrutura pra nada! Não cuida nem de árvores ( desastrada transformação urbana em floresta tropical (vide a tragédia desta semana, não apenas na capital/SP) e, pior, onde poderíamos ter árvores frondosas, a devastação só aumenta. Não cuida de esgoto: a maior cidade do Brasil (Guarulhos) que não é capital, não trata um litro de esgoto! Parques, escolas, calçadas, tudo a desejar. Furtos de armas (em grande quantidade) nos Fóruns, antes guarnecidos pela PM, mas, agora, viraram cachorros de dois donos

        Quem me convenceria de que um país assim se preocuparia com suas forças de segurança?

        Curtir

    • Desgraça pouca é bobagem:

      Naquele cenário de horror, a insensatez da população foi o que mais me entristeceu! Sinceramente, um ser humano nessa situação-limite jamais será recuperado em presídio. Ninguém se importou – muito antes do lamentável episódio – a total falta de condições psicológicas do mike! Cadê o CASJPM?

      Curtido por 1 pessoa

    • Verdade! Povinho sem vergonha tem que passar pela fome, desemprego e violência. Desculpe-me, mas quero que a população se foda.

      Curtir

  13.  @roberto moura  infelizmente hoje a PM é uma intuição falida . Virou uma profissão onde o ser humano entra pra alimentar seu ego se fazer e se sentir melhor,superior que o outro. Muitos usam a função pra mascarar seus desvios de conduta e aparentar ser quem não são por que posso te afirmar que é perda de tempo denunciar um desvio de conduta de um policial eles tem álibi pra tudo. Eu posso dizer que eu conheci o pior lado do ser humano. E eles não são anjos não pois só socorrem por que são pagos é esse o dever da função entram sabendo oque terão que fazer qual o salário etc. Não são deuses.

    Curtir

  14. Pressão psicológica + salário de merda. O resultado não poderia ser outro. Estas são as polícias, tanto civil quanto militar, massacradas por mais de vinte anos de governo do PSDB. Se a população quiser outra coisa, que vote diferente!

    Curtido por 1 pessoa

    • REPITO:
      .
      .
      .
      .

      A participação de policiais, na atividade de segurança privada ou na operação delegada (no caso da Mike), é um problema a ser debatido/analisado.

      A atividade policial, qualquer delas, é extremamente desgastante principalmente para o equilíbrio emocional. O “bico”, mesmo oficial, desgasta ainda mais.
      Exemplificando:

      O policial trabalha e no seu dia de descanso vai trabalhar como segurança (pública ou privada), muitas vezes na própria área, da CIA ou do DP, em que atua.
      -O corpo humano é uma máquina e com tal precisa de manutenção que inclui DESCANSO.
      Resumindo:

      A violência policial é um ato inadmissível, porém, não podemos deixar de perceber a triste realidade:
      “Basta uma gota para que um copo cheio transborde”.

      Curtido por 1 pessoa

  15. Lamentável os fatos tanto na PC quanto na PM, e penso que fica um ponto de reflexão pra você que quer fazer parte de qualquer uma das instituições: na forma que se encontra, estará entrando em um barril de pólvora, e o seu psicológico que esteja muito bom, porque a situação nas polícias não é nada boa…

    Curtir

  16. Operação delegada e a rapaziada do expediente, se esses malucos estão estressados, imagina quem prende ladrão de verdade, briga por pamonha eu entendo, mas briga de almoço e batida de vtr não é coisa de policia não!

    Curtir

  17. Esse Soldado recruta é nóia.
    Nunca deveria ter sido aceito na Corporação, mas infelizmente foi…
    Dito isso, cometeu uma das poucas transgressões IMPERDOAVEIS.

    Será expulso. DESONRA!

    Tivesse dado 20 tiros num ladrão teria muito mais chance de ser absolvido.

    Insubordinação é imperdoável e inaceitável.
    Permanecerá preso por 2 ou 3 anos e será usado como exemplo.

    E tem que ser mesmo.

    Maldito!

    Curtir

    • Como você tem um pensamento quadrado. É incrível a sua boçalidade. A cada comentário seu eu tenho mais certeza da sua ignorância plena.

      Curtir

    • Correto Jamiro.
      Esse soldado quebrou um dos pilares que sustentam as instituições militares, e vai pagar caro por isso.

      Curtir

    • Pera aí!
      Os dois tem cara de recrutas.
      Não me parece insubordinação.
      Nunca vi na minha vida um Soldado falar assim com um Cabo ou pior SGT ou ASP ou tenente.

      Curtir

      • Úé! Só pela cara??
        Tá cheio de Sargento PM com no máximo 30 anos.
        Tá cheio de Tenente com 25… Basta ver que o ex-Cmdte da Rota (agora no CEAGESP) aposentou-se com menos de 50…
        Mas também tá cheio de soldado e Cabo com cabelo branco…

        Curtir

    • JAMIRO: Julgamentos precipitados SÃO inapelavelmente parciais! Esperemos a avaliação de todo o contexto…

      Curtir

      • Não há erro ou precipitação.
        Não há sofisma que dê conta.

        Se tratou de um Soldado que , em público, apontou a arma na cara de um Cabo.

        Não importa a idade de ambos.
        Não importa o tempo de polícia.

        Um Soldado apontou a arma para a cara de um Cabo em Praça pública.

        É imperdoável.
        É abjeto.

        Já teve o Habeas-corpus negado e permanecerá preso.

        Será expulso.

        Maldito, desgraçado, lazarento.

        Curtir

        • Valdir, com todo respeito a seu direito de opinar, mas o Jamiro esta correto.
          O soldado quebrou a hierarquia e disciplina que são transgressões gravíssimas, ainda mais em público.
          Como ja mencionei, o recruta pagara caro por esse ato tresloucado.

          Curtir

        • Jamiro!

          Corretíssimo , nenhuma pressão explica ou justifica!
          Olha, fosse assim , eu teria me matado 20 vezes ou assassinado 20 colegas meus.
          Problemas de casa ficam em casa, problemas funcionais não se fala em casa…
          Questões entre colegas, se cala ou peticiona !
          Além de tudo, jamais saque da tua arma para maior vergonha…

          Curtir

          • Para se perder as estribeiras, uma série de vicissitudes devem ser levadas em conta. Tudo depende do momento.

            Em 06/08/12, o Sd PM Jupi chegou enfurecido no 30º BPM/M (Mauá). Queria apenas “conversar” com o Subcomandante, em razão de possíveis aloprações premeditadas que o subordinado alegou. Não deixaram. Demoveram-no da ideia, pedindo que fosse pra casa, “esfriar” a cabeça. Cometeu suicídio, dentro daquele quartel. O jornal Folha de Ribeirão Pires se viu obrigado a divulgar o episódio depois de 6 (seis) dias, ainda assim, sofrendo sistemático boicote e omissões das informações.

            Covardia é outra marca registrada do militarismo brasileiro.

            Curtir

    • Tem certeza que a vítima era Cabo PM?
      Parece que os dois são recrutas.
      Se os dois forem Soldados PM, um advogado quebra fácil, fácil o crime descrito no CPM sobre insubordinação.
      Os planos de carreiras das polícias são de dar desgosto.
      Vou me candidatar a Deputado promoção pra PM e PC a cada 7 anos.

      Curtir

  18. Aliás, uma coisa interessante pro Dr Guerra procurar saber: como está a liberação de exames pelo Iamspe junto a rede credenciada… Alguns colegas andaram tendo seus pedidos negados por falta de repasse, hein….

    Curtir

  19. Se o pessoal usasse toda essa energia para o trabalho e não para entrar na pilha dos outros, as polícias seriam muito melhores. Estresse virou desculpa para tudo. Polícia não é convento, quer tranquilidade vai virar monge. Aliás, para achar gente estressada é só frequentar o Flit, que virou algo do tipo “desabafe aqui”. Mas eu até entendo. O estresse existe até para quem vive de renda coçando o saco, é algo muito subjetivo. Só não pode virar um ente divino que a todos submete. Aí vira frescura coletiva.

    Curtir

  20. Eu tenho certeza que o aperitivo que abriria o almoço era coxinha.
    Por causa de cozinha, sempre dá briga mesmo.

    Curtir

  21. Trabalhei na 2ª Cia do 7º BPM/M em 2000 e 2001, bons tempos! Mesmo naquela época, por incrível que pareça, nós sabíamos que não era adequado misturar polícia de batalhões diferentes para ficarem patrulhando juntos. É como misturar torcida de futebol.

    Curtir

  22. o que aconteceu de verdade foi falta de consideração com o colega e achou que tinha razão,isso não é novo na corporação não,é folgado fazedor de bico e acha que os outros é que tem que esperar independente se coxinha,pamonha ou almoço,antes de ser graduado ou não acabou de comer vai render o parceiro mesmo com a boca cheia isso é regra natural militar,perdeu tudo vai entrar com ação para retornar mas acredito que não ganha por razões bem simples.

    Curtir

  23. FIM DO MILITARISMO NA PM É URGENTE. A POLICIA NÃO TEM QUE SER MILITAR. A POLÍCIA TEM QUE SER POLÍCIA, COM CANDIDATOS BEM SELECIONADOS BEM TREINADOS, BEM EQUIPADOS E BEM PAGOS. TEMOS UMA POLÍCIA MILITAR COM UMA ESTRUTURA GIGANTE, CUSTANDO UMA FORTUNA PARA A SOCIEDADE E UM PÉSSIMO SERVIÇO DE SEGURANÇA PÚBLICA. OFICIAIS QUE NADA FAZEM E GANHAM 2, 3, 4 VEZES MAIS QUE O PRAÇA, QUE É O POLICIAL QUE DE FATO TRABALHA NAS RUAS PARA PREVENIR O CRIME. ALÉM DOS 50% DO EFETIVO DA PM QUE NÃO É POLICIAL (SÃO OS MAÇANETAS, TRABALHAM INTERNAMENTE, NÃO FAZEM SERVIÇO DE POLÍCIA, INCLUINDO 99% DOS OFICIAIS). UM VERDADEIRO ABSURDO. A SOCIEDADE BRASILEIRA PRECISA “EXIGIR” A DESMILITARIZAÇÃO DE PM E A CRIAÇÃO DE “UMA” POLÍCIA ESTADUA, TOTALMENTE CIVIL, ASSIM COMO É NOS PAÍSES CIVILIZADOS.

    Curtir

    • Não custaria experimentar essa inovação, Eliseu!

      A PM não vale o quanto pesa (no bolso dos miseráveis contribuinte$$$$$$$$$$$$$$$)!!!

      Curtir

Os comentários estão desativados.