O negro é superior ao branco mesmo quando assassinado …O branco é fraco e sempre covarde! 55

O branco mata o negro sempre em situação de superioridade de armas ou de forças …Um a um , mão a mão , nunca vi negro ser subjugado por branco.

O pior: sempre tem policial envolvido nessas execuções ou espancamentos .

Por outro aspecto, empresas que contratam , direta ou indiretamente , serviços de policiais para segurança de seus estabelecimentos devem ser severamente responsabilizadas pelo Estado ; com penalidades desde rigorosas multas até ao encerramento das atividades.

Policial como segurança não passa de um escravo promovido , pelo empregador , a capitão do mato.

  1. Texto racista du caralho!
    Voce deve apagar essa merda enquanto é tempo.
    Onde negro é superior ao branco?
    Vai tomar no seu cu fdp!

    Curtido por 1 pessoa

      • Concordo. Vc é branco! No mais tentarei fazer uma suposição… Sua mãe e pai são brancos? Sua esposa ou companheira é branca? Seu filho ou filha?

        O eterno Homem Branco Hétero Opressor. Fazer uma campanha para extinguir essa raça do planeta. Afinal, para vc Guerra, parece apenas que o Branco não presta.

        Curtir

    • Não existe ninguém superior a ninguém..somos ser humanos e da raça Humana..único superior é o Criador..

      Curtir

  2. Parabéns à Delegada Roberta Bertoldo, que autuou os responsáveis em flagrante, se é aqui e em São Paulo, teria sido registrado um rigoroso BO de lesão corporal, com algum PM ditando o texto ao Plantonista.

    Curtir

  3. esse tipo de comentário é autenticamente racista,existe na humanidade,brancos e negros ,bons e maus ,comemorora-se o dia da conciencia negra,deviamos comemorar o dia da conciencia HUMANA,TODOS SOMOS IGUAIS PERANTE DEUS.

    Curtir

  4. esse tal de clint é tão covarde que não se identifica ,cara sem personalidade, não é porque é negro que é melhor que o branco,ao se omitir prova realmente que tem vergonha de ser negro.toma tenencia seu merda. ,

    Curtido por 1 pessoa

  5. Por falar em pm estar envolvido em tudo.

    Que Belo trabalho, até que enfim os bravos homens da força tática da 12 biqueira de Botucatu estão voltando, aos poucos, aparecerem em imagem novamente na mídia.
    Mas vamos lá: A ocorrência é boa, mas e qto a carga de maconha, as armas com numeração raspada e as placas ilegais de veículos que estavam guardadas dentro do local de onde vcs saíram para efetuar esta outra prisão? Se alguns dos seus irmãos de farda guardam esse mesmo produto dentro do seus local de trabalho, não seria melhor prender antes os legítimos chefes do tráfico por conviverem com vcs?

    Os traficantes fardados não podem ser presos?

    Será que o comandante Semenssate e o seu sub major Cagliari não podem pegar uma carona com esse belo trabalho e aproveitarem para dar uma única entrevista sobre os dois fatos?
    Ou será que o crime que aconteceu dentro da 12 biqueira será esquecido devido outros trabalhos?

    Semenssate, corregpm e comando geral, os seus silêncio está se tornando o típico ato de um covarde!
    E não pensem vcs que ninguém de Botucatu acompanha o quê é postado aqui no Flit, vcs estão sendo alvo de deboche!
    Vcs aqui de Botucatu estão presos em uma cultura de acharem que a sociedade ainda está presa nas informações que são divulgadas apenas na rádio Municipalista, mas não. A sociedade é simples, mas sabem ler!

    Sai da toca Semenssante, agora vc é o comandante. Exibe os legítimos traficantes que atualmente são os seus subordinados.

    https://acontecebotucatu.com.br/policia/forca-tatica-da-pm-apreende-grande-quantidade-de-entorpecente-em-botucatu/

    Curtir

  6. A delegada responsável pela investigação do homicídio de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos que foi espancado até a morte por seguranças de um Carrefour em Porto Alegre na noite da última quinta-feira (19/11), disse à Folha de S.Paulo que não se trata de racismo.

    Delegada Roberta Bertoldo
    Reprodução/TV Record
    Roberta Bertoldo, da 2ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Porto Alegre, porém, não explicou por que o caso não se enquadraria como racismo. O inquérito apura a motivação das agressões.

    A chefe da Polícia Civil, Nadine Anflor, afirmou que é impossível negar que o racismo estrutural existe, mas que é precoce nesse momento elucidar o caso e que a motivação está sendo investigada.

    Segundo ela, a autuação em flagrante se dá pelas condutas imediatamente identificadas. “Neste momento, o que temos é um homicídio, em princípio com três qualificadoras: motivo fútil, impossibilidade de recurso de defesa da vítima e a causa da morte por asfixia. É o que foi possível identificar pelos vídeos e informações colhidas até o momento. Agora, se na sequência da investigação, reunirmos elementos que comprovem que a motivação do crime está relacionada a uma questão de discriminação racial, pelo fato de a vítima ser um homem negro, na conclusão do inquérito a qualificadora de motivo fútil será alterada para motivo torpe. É a forma legal prevista na Legislação para responsabilização desse tipo de conduta”, disse à Folha.

    fonte-https://www.conjur.com.br/2020-nov-20/delegada-morte-carrefour-nao-foi-racismo

    Curtir

  7. Sobre o episódio não há mais o que dizer, foi racismo e ponto final. Espero que até a fiscal que ficou filmando e quis impedir pessoas de filmar e ajudar tome um homicídio qualficado na testa, junto com os outros dois idiotas.
    E você policial que faz bico em empresa de segurança, aí está o que pode acontecer com você. Pense muito bem antes de se meter com gente que não tem distintivo para jogar no lixo.

    Curtir

  8. Não teve nada de racismo, a priori.

    No mais, divulgado pela mídia, a vítima arrumou briga com uma funcionária, que acionou um segurança, levando um soco na cara.

    Em análise superficial, digo superficial, parece-me que a vítima procurou uma reação à altura, ou até pior.

    A imprensa cai em cima, pra mostrar a versão mais rentável, digo propagandas!!

    Não vi racismo algum.

    Se fosse dois seguranças negros, com uma vítima branca, será que teria repercussão parecida?

    Óbvio que não ne, o “racismo” e conveniente, simples assim.

    Curtir

  9. Foi racismo mesmo? Têm certeza? A Delegada mandou no qualificado, mas não tem racismo. Mi mi mi mesmo.
    Morreu pq pagou de bandidao e pegou dois bandidos maiores. Esse é o fato.

    Quanto ao post da matéria: mais uma vez mandou mal. Vida que segue.

    Não nego o racismo estrutural existente na sociedade, porém devemos saber separar as coisas. Caso contrário tudo será “racismo” ou “vitimismo”.

    Não vou nem lembrar o post da “japinha”.

    Curtido por 1 pessoa

    • Concordo, tudo indica que o morto era um valentão e deparou com dois assassinos e ponto final.
      Se o morto fosse bco certamente também seria morto porque, como eu já disse, deparou com dois assassinos.
      Eu só não consigo entender é como a mulher que tentou impedir a filmagem, está solta.
      Agora advinha quem é uma das donas da empresa de segurança, uma pm do maldito Baep da região de Osasco. Deve ser demitida por contratar um pm temporário para fazer bico, ela sabe que não pode.

      Curtir

    • Tem não, polícia?
      A raiva dos caras traduzida na forma dos murros.
      E tanto foi que se insipraram, mesmo que inscoscientemente, na cena americana.
      Lá não era a Bahia, não, cabra…
      Vai continuar sendo mandado por Delegado. E se fosse no RS, por competente Delegada.
      E pefeito o comentário do Marcus.
      A rede francesa á disse, nas suas mensagens, que foi ato rascista.
      E jogou os dois “policiais de shopping center” no óleo quente.
      Dr. Guerra”, pega na FSP hoje, B10, Marcos Nogueira…

      Curtir

        • Antes, quando o observavam na loja, tratou-se de típica conduta que só atinge negros. Entrar em mercado e shopping e passar a ser observado é o cotidiano.
          Negro reclamando é barraqueiro/favelado. Não negro é “consumidor consciente” ou exigente.
          O murro foi só a desculpa pra descarregar o sentimento inconfessável…

          Curtir

          • Até o de li, só começaram a segui-los depois que a mulher da vítima fez uma “brincadeira sem graça” com a caixa do mercado. Porém confesso que é corriqueiro estas atitudes de seguir negros em lojas apesar de ainda não ter presenciado ao vivo. Não nego esse racismo, pois já vi em reportagens e reclamações de amigos.
            Agora racismo traduzido nas formas de murros violentos exagerou! Apanhou por outro motivo. Opinião é igual cueca e calcinha, cada um tem a sua.

            Curtir

  10. A grande percepção dos casos de racismo no Brasil é sob o foco policial militar.
    Os fatos, reafirmo, os fatos mostram, demonstram, provam e recomprovam que no Brasil a grande maioria dos casos de racismo tem ligação direta ou indireta com policiais militares.Os casos mais relevantes e expostos pelo noticiário sempre acabam em morte e causam grande comoção e na grande maioria tem a doutrina policial militar envolvida.
    Acabar com uma das facetas do racismo estrutural no Brasil é desmilitarizar as polícias militares. A doutrina de combater o inimigo (pobres, pretos, marginalizados, pensantes diferentes, etc) é o objetivo dessa doutrina fétida e pestilenta.
    Passou da hora da sociedade civil tomar as dianteiras políticas do Brasil e exercer seu poder por meio de uma revolução não violenta e efetiva.
    É simples assim!

    Curtir

  11. .
    .
    .
    .
    A participação de policiais, na atividade de segurança privada, é um problema a ser debatido/analisado.
    A atividade policial, qualquer delas, é extremamente desgastante principalmente para o equilíbrio emocional. O “bico” desgasta ainda mais.

    Exemplificando:
    O policial trabalha e no seu dia de descanso vai trabalhar como segurança, muitas vezes na própria área, da CIA ou do DP, em que atua.
    -O corpo humano é uma máquina e com tal precisa de manutenção que inclui DESCANSO.

    Resumindo:
    A violência policial é um ato inadmissível, porém, não podemos deixar de perceber a triste realidade:

    “Basta uma gota para que um copo cheio transborde”.

    Curtir

  12. É que o governo que e os poderosos que mandam no governo. Divide a arraia miúda coloca um contra o outro para governar. O Governo político é o capataz dos poderosos

    Curtir

  13. Guerra, ajuda nosso time aí. Assim não dá! Viramos anexo de repartição policial do fundão da leste. Tem até extorsionário mamando nas tetas da baleia. Ajuda nóix, carai rsrsrsrsrsrs Essa vale um post.

    Curtir

  14. Sabem qual é o negócio agora?
    Qdo vermos um coxa na porta de um estabelecimento fazendo bico o negócio é denunciar imediatamente, senão eles podem matar o cliente negro.

    Curtir

  15. Desconheço racismo. Prá mim, somos todos iguais independente de cor, raça, credo e outros!!! Nada muda, aos meus olhos somos todos iguais e, aos de Deus, também!!! A cor do homem não interfere nas suas atitudes e modo de viver, zica existe de todas as cores e etnias!!!Muito mimimi, apenas.

    Curtir

  16. Provavelmente, a fiscal, com seu “excelente” discernimento mental para o crime, identificou-os como criminosos em potencial por serem negros e começou a segui-los. Digo isso, por que já liderei uma equipe de seguranças antes de ser PC e tem muito cabeça de bagre/racistinha negacionista, que pensa assim!

    Curtir

    • Vc leu as reportagens que tiveram sobre esse caso? Onde eu li só foram seguidos depois de a caixa chamar os seguranças. Outro ponto importante é que eles não foram os únicos negros a frequentar aquele mercado, mas apenas aconteceu o fato com esse casal.Quanto tempo esse segurança criminosos trabalha no local. Já teve outros episódios desse? Nem vou delongar pq esse papo já deu.

      Use todos os fatos presentes na hora e não os “fatos corriqueiros do cotidiano”.
      Fosse racismo a Delegada teria colocado no BO. Não tem? Não teve.

      O tal “sentimento inconfessável”. Não diz que odeia negro, mas bate de maneira mais “violenta” do que bateria em um Branco.
      Tudo suposição e achismo.

      Curtir

      • Não será considerado racismo. Aparentemente não há elementos que provem o racismo durante o ato, a não ser que surja uma filmagem com áudio bem próximo.
        Mas que se ele não fosse negro não teria aquele desfecho, não teria. Mesmo!
        De resto, continuará a ocorrer racismo (olhares, gestos) sem que se confesse….
        Ah! Em bairros nobres os seus moradores não surrupiam em mercados? Quantos vão parar em um DP?

        Curtir

        • Quando você escreve “Mas que se ele não fosse negro não teria aquele desfecho, não teria”, acaba a discussão

          Curtir

          • Na primeira frase acaba a discussão. Não será considerado racismo. Ali o desfecho poderia ocorrer com qualquer cor e sexo (também achismo e suposição).
            Aquele sentimento inconfessável em fazer tudo de possível vítima de racismo.
            Viram como não são legais estas palavras também…
            Porém, mais uma vez digo, não nego o racismo estrutural. Aliás… De ambas as partes.

            Curtir

  17. O ‘mimimi’ fascista da falsa ‘moderação’
    Fernando Brito
    21/11/2020
    2:05 pm

    https://tijolaco.net/wp-content/uploads/2020/11/Jair-Bolsonaro-Foto-Carolina-Antunes-PR-1024×615-1.jpg.webp

    Uma pessoa de bem não pode calar ou relativizar um assassinato frio e brutal, onde a cor da pele foi determinante na atitude dos assassinos a soldo de uma multinacional.

    Ponto final.

    Mas estamos cheios disso.

    Um presidente que acusa que é vítima de “semear a discórdia” e vai dizer no G-20 que a luta por igualdade racial é “máscara” de “luta pelo poder”.

    Um vice-presidente que diz que “racismo não existe aqui, é importado”, tese que “a chefia” hoje endossou.

    34 juízes, em Pernambuco – a terra do negro Henrique Dias, herói de Guararapes – que se desligam de uma associação por não aceitarem a “infiltração ideológica” de discutir racismo com magistrados.

    Não, não é que sejam “apenas” racistas e fascistas. São, por isso e por mais que isso, covardes.

    Se estas questões não puderem ser tratadas por meio da política, do debate e da formação de uma consciência pública de que são inadmissíveis, serão tratadas como, no porrete? Na bala? Ou melhor, no chicote?

    O fato de sermos um país miscigenado não nos isenta da chaga racista, porque esta mistura tem fases e as que ficam acima desta mistura são (ou se acham) brancas e as mais baixas, negras, mulatas, caboclos e indígenas.

    Negam, negam, negam sempre a realidade, negam o que fazem e o que pretendem fazer, porque o que desejam é feio e nojento demais para que seja dito de forma clara, alto e bom som.

    Se pudessem dizer, já teriam acabado com a Lei de Cotas, com a Lei Caó, com a Lei Afonso Arinos e até a Lei Áurea.

    Mas, sem querer, fazem um bem à população.

    Exemplificam, na prática, como a porção mais burra da elite brasileira – e nada pequena é, como se vê – é escravocrata, é racista, é desumana e é bruta.

    No fundo, a morte de um negro, espancado indefeso como num tronco escravocrata não lhes causa nojo, causa-lhes prazer.

    Mas a dos demais pobres, todos pretos de tão pobres, também não e é por isso que, por estas bandas, faz tempo que vidas pobres não importam.

    Curtir

  18. E Mourão dizendo que não existe racismo no Brasil. Eu já trabalhei em Dep pessoal de empresa e na hora de contratar: se fosse para trabalho braçal podia ser negro, se fosse pra recepção ou escritório tinha a famosa classificação “boa aparência” que até a pessoa mais idiota sabe o que significa. Se isso não é racismo o que é?

    Curtido por 1 pessoa

  19. A imprensa suja desse miserável país não vai sossegar enquanto não conseguir arrumar um grande conflito racial. Não houve nada de racismo na agressão brutal dos dois idiotas seguranças do mercado. E a definição de racismo está bem clara no texto legal, alguns por aqui deveriam conhecer antes de endossarem as baboseiras incentivadoras da violencia publicadas por cretinos ‘formadores de opinião’ pagos pelos grandes órgãos de informação. Houve sim uma reação exagerada de alguém que momentos antes foi agredido por uma violenta pessoa agora transformada em mártir da causa jornalística. Vejam as imagens sem os cortes produzidos por quem está interessado no caos apenas para terem materias diárias para vender noticias. Procurem levantar os antecedentes dos ‘santos’ envolvidos. Não que se justifique a morte de qualquer ser humano por simples banalidade. Apenas para que não entrem na covarde conversa da exterminação de negros levada pela imprensa suja, comprometida e movida por interesses ainda desconhecidos. Estamos todos no mesmo barco. Brancos também são pobres e estão morrendo nas mãos de criminosos muito bem protegidos pela lei e por aqueles que deveriam punir e afasta-los das ruas.

    Curtir

  20. O ministro Gilmar Mendes do STF, que é o órgão que trata da Constituição (pelo menos foi o que estudei para o concurso da PC), declarou que foi racismo. Se a cabeça pensante do RS disse que não foi, deve ter as razões dela, ainda que a esmagadora maioria das manifestações – incluindo as do presidente mundial da empresa, de entendidos do assunto e da lei – diga que foi.
    Se for certo que se eu, branco, razoavelmente bem-nascido e criado, for a um supermercado, causar uma briga lá e acabar espancado até a morte, como esse moço, então racismo não existe mesmo.
    Como não é certo, então há racismo – os seguranças bateram com gosto nele, os “superpolícias” daltônicos deveriam ter notado. A fiscal, igualmente sádica, filmou. Seu lugar no Inferno está garantido também. Será que fariam isso com alguém de um bairro nobre de Porto Alegre?
    Aliás, lendo uns comentários aqui, concluo que a gente é bem pago até demais, para o nível intelectual e cultural demonstrado.

    Curtir

  21. Comandante Semenssate, hoje é segunda-feira.
    As notícias estão explodindo, é racismo, é violência doméstica, é o programa Fantástico divulgando o envolvimento de um pm na execução de um bicheiro no Rio…, E TAMBÉM UMA BELA APREENSÃO DE DROGAS QUE FOI FEITA PELOS SEUS SUBORDINADOS DIRETO AQUI EM BOTUCATU.
    Aproveita meu querido, pega uma carona com essas notícias e presta satisfação para nós sobre o andamento das apurações referente aos traficantes fardados que guardaram o carregando de maconha, as armas com numeração raspada e as placas ilegais de veículos dentro do batalhão.
    Não aceite a mudança forçada do nome do seu batalhão de 12 BPMI para 12 biqueira.
    Todo mundo sabe que vcs estão acompanhando as postagens aqui no Flit e o silêncio é feio.
    Este crime não vai cair no esquecimento; antes de vc assumir o comando do 12, o coronel Agrella deu uma entrevista na rádio Municipalista e afirmou que as apurações estava nas mãos de oficiais capacitados, mas o Agrella passou rapidamente pela 12 biqueira e dá ao entender que ele só esquentou a cadeira para o seu sucessor, você. Ficou conhecido como o coronel The Flash devido a sua passagem rápida.
    A rádio Municipalista já não cobra mais nada, parece que vc assumiu e os reponsáveis pela rádio ficaram satisfeitos, pelo menos é o que dá ao entender.
    Dá uma resposta para nós Semenssate, é só um pedido.
    Caramba meu, o crime já aconteceu em Março de 2019 e até agora nada, será que compensa a gente bater na porta do fórum para que os promotores cobre vc?
    Vem a público.

    Curtir

  22. Só uma pergunta: Qual o interesse policial nesta querela. Qual o caralho de racismo social que existe numa briga onde um filha da puta, independente da cor, arma uma confusa e outros dois o enchem de porrada e vão presos. Que bosta estamos fazendo papel de cordeiros meros repetidores do que a mídia quer.

    Curtir

  23. Eu quero que o morto esteja no inferno…
    Era um lixo, LADRÃO…

    É CULPA DA BRIGADA MILITAR NÃO TER ZERADO ESSE FDP ANTES.

    Infelizmente o pessoal da Segurança foi flagrado abusando da força…agora é tentar se defender no Júri.

    Já o morto (LADRÃO), ratifico, que esteja se queixando de racismo direto do inferno via “Chico Xavier”…😂😂😂

    Ah, a mulher que ele foi agredir e pelos relatos e registros, já agredida há tempos…É PUTA!

    Gosta de apanhar…e vai acabar morrendo na mão de outro lixo como o morto, pois PUTAS assim só se metem com lixos como esse que foi encaminhado diretamente à porta do cramunhão…

    Eu quero é mais…

    😂😂😂

    Curtir

    • Pô meu, vc se identifica como oficial da Polícia Militar de São Paulo.
      Com todo respeito, mas na atual situação vc fazer um comentário desse é pq está bem seguro com as suas afirmações.
      Se caso a Rede Globo ou qualquer outra emissora tiver acesso neste seu comentário, vc não irá dizer que alguém invadiu o seu aparelho né?
      Eu não acho que o rapaz foi agredido e morto por racismo, é o meu ponto de vista, mas o mundo todo está pegando bem pesado contra o racismo, e essa sua postagem neste momento é bem comprometedora
      Se limita aí oficial da pm de São Paulo.

      Curtir

  24. É lamentável ditos policiais (técnicos) se deixarem levar pelos discursos políticos de redes sociais. Essa luta desnecessária entre ideologias (como se ainda estivéssemos na Guerra Fria) pra saber quem tem razão ou não, é tão desnecessária quanto grama sintética em gramado natural.

    Vamos nos afastar das emoções de redes sociais e sejamos técnicos e racionais. O que temos?

    A vítima sofreu por ser negra? ela apanhou por conta da sua cor de pele? temos essa afirmação? eles deram seu depoimento dizendo que bateram na vítima por conta da sua cor de pele ou vamos só presumir? presumir que a vítima morreu em função exclusiva de sua cor? vamos então querer um Direito Penal que puna sujeitos por conta de presunções?

    Ao meu ver não houve crime de racismo, pois prova não há. O que há é, na minha visão, lesão corporal seguida de morte. Um exemplo sobre Preterdolo. Não vejo elementos que demonstrem que os agentes quiseram o resultado morte. Tiveram a intenção livre e consciente de arrastar a vítima e matá-la nas dependências do supermercado. Creio que tiveram a intenção livre e consciente de realizar a lesão corporal e tiveram culpa no resultado que extrapolou aquilo que os agentes esperavam.

    E mais, lembremos que a vítima também tem sua parcela de culpa, pois ajudou a provocar o resultado, pois ao invés de seguir a orientação de se retirar do estabelecimento, conforme requerimento dos seguranças, decidiu agredi-los, conforme vídeo já disponibilizada. Com a agressão sofrida pelos seguranças, estes revidaram no crime de lesão corporal que teve o resultado morte.

    Não vejo que morreu em razão de sua cor.

    Morreu por uma fatalidade incorrida no despreparo dos seguranças.

    Curtir

    • Atualmente a imprensa suja e comprometida desse miserável país é quem determina como deve ser aplicada a lei. E os ‘ excelentíssimos otoridades ‘, incompetentes em sua grande maioria, com medo da opinião pública atropelam o texto legal e acatam os absurdos gritados pelos novos paladinos da justiça jornalistas. Com certeza os idiotas seguranças e a infeliz funcionária serão exemplarmente condenados para servirem de exemplo e satisfazer a ‘causa’ antirracista levantada pelos hipócritas de plantão. Mesmo que rasguem a lei penal. Mesmo que ignorem a jurisprudência. E o que é muito mais perigoso, mesmo que cometam uma grande injustiça. Que devem ser punidos não resta dúvida, porém, no parâmetro das normas legais que regem o atual ordenamento jurídico.
      Pena que escolheram muito mal o mártir representativo da ‘ fake do movimento contra a exterminação dos negros no brazil ‘ criada e planejada pelos órgãos de imprensa.

      Curtir

  25. O ocorrido nos ensina duas coisas:
    1 – que não se demora mais que cinco minutos para cagar.
    2 – que um chute bem dado no saco evita muita coisa.

    Aprendamos.

    Curtir

  26. Hoje pela manhã na cidade de Campinas um segurança NEGRO arrastou pelo chão um homem branco, provavelmente embriagado, que estava dormindo em frente a rodoviária. Até o momento nenhum hipócrita de plantão promoveu o show midiático do racismo exterminador dos menos favorecidos. Nada, nem carnaval na televisão, nem publicações dos jornalistas paladinos da justiça formadores de opiniões dos acéfalos, nem blogueiros militantes, nem frescura nas redes sociais, manifestações de políticos corruptos aproveitadores, ade vogados fantasiados de capas pretas do STF exercendo funções de juízes zelando pela demo cracia, muito menos os demagogos tão sensibilizados com a ‘discriminação racial ‘.

    Curtir

Os comentários estão desativados.