O fiasco de Marcio França e o fortalecimento do PSDB de João Doria – São Vicente é 45 , com Solange Freitas 2

Rivais em 2018, Doria e França se atacam nas redes sociais

 

Pois é, para tristeza de muitos policiais e alegria de milhões de paulistanos , Marcio França não chegou ao segundo turno na Capital e o seu cunhado, Pedro Gouveia, perdeu a prefeitura de São Vicente; com isso levando ao desespero e a depressão centenas de gafanhotos locais , uma boa parte deles se locupletando às custas da pobre população vicentina desde 1997, primeiro mandato de França como prefeito.

Diga-se de passagem, França até que foi um excelente prefeito durante dois mandatos. Por justiça, enquanto contou com o apoio de Mario Covas e do PSDB!

Depois insistiu em eleger marionetes como sucessores e a prefeitura de São Vicente acabou assemelhada a uma organização criminosa.

Enquanto governador cometeu uma série de irregularidades por interesses pessoais, chegando a ser indulgente com policiais bandidos em troca de apoio.

Sem esquecer de um membro da camarilha que exigia dinheiro em Departamentos policiais , na cara dura , sem conhecimento do chefe , diga-se!

Além de uma assessoria de campanha especializada em divulgar pesquisas fraudulentas e causar prejuízos aos simpatizantes. Acrescente-se aqui as notícias de que não pagou dívidas de campanha junto a fornecedores e prestadores de serviço.

Certamente, a capital não estaria em boas mãos se governada por França; especialmente sem o apoio direto do PSDB.

De quem se tornou desafeto!

Em São Vicente foi assim, França liderava , mas quem executava eram Secretários membros do PSDB e com o dinheiro disponibilizado pelo governo estadual: PSDB.

Por gratidão , Márcio França deveria apoiar abertamente Bruno Covas na Capital e Solange Freitas em São Vicente.

Até porque ficou muito ruim para a imagem da cidade o atentado sofrido pela candidata do PSDB, certamente executado por traficantes que, hoje, estão imiscuídos na Administração da cidade.