Casal de PMs é preso suspeito de furtar R$ 53 mil durante abordagem em SP 23

Dois PMs estão presos por suspeita de furto em São Paulo - Folhapress

Dois PMs estão presos por suspeita de furto em São Paulo Imagem: Folhapress

Josmar Jozino

Colunista do UOL

23/08/2020 08h48Atualizada em 23/08/2020 08h55

A Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo prendeu em flagrante os soldados Rafael Valentine Reis e Ana Beatriz Santos da Rosa Oliveira, do 22º Batalhão, suspeitos de furtar R$ 53.863 de uma pessoa durante uma abordagem policial na noite da última sexta-feira (21), na zona sul da capital.

A vítima foi abordada pelos PMs às 21h15 na rua Elizabete Linley, no bairro de Americanópolis, Os soldados estavam em serviço e ocupavam a viatura 22305, da 3ª Companhia do 22º Batalhão.

Oficiais da Corregedoria da Polícia Militar foram avisados sobre o furto do dinheiro minutos depois da abordagem. Os tenentes Bonadio, Kolle e Santana revistaram a viatura utilizada pelo casal de soldados e nada encontraram.

Porém, na 3ª Companhia do 22º Batalhão, os oficiais realizaram uma vistoria nos armários e nos veículos dos policiais. Segundo a Corregedoria da Polícia Militar, o dinheiro estava escondido no Renault Sandero branco de Ana Beatriz.

A Corregedoria da PM registrou o APFD (Auto de Prisão em Flagrante Delito) 085/319/20. Rafael Valentine e Ana Beatriz vão responder a processo por peculato (quando um funcionário público se apropria ou desvia bens em razão de seu cargo).

Ambos foram transferidos para o Presídio Militar Romão Gomes, na Água Fria, zona norte da capital. O artigo 303 do Código Penal Militar prevê pena de quatro a 20 anos de prisão para esse tipo de crime. O UOL não conseguiu contato com os advogados dos dois policiais.

Procurada, a PM confirmou os dados apurados pela reportagem e informou que foi aberto inquérito para investigar o caso. Questionada sobre a identidade da vítima e por qual motivo os soldados ficaram com o dinheiro dela, o órgão não respondeu as indagações.

O 22º Batalhão da PM, no Jardim Marajoara, zona sul de São Paulo, é o mesmo que sofreu uma grande operação realizada pela Corregedoria da Polícia Militar e pelo Ministério Público Estadual em dezembro de 2018.

Na ocasião, 53 policiais militares foram presos acusados de ligação com traficantes do PCC (Primeiro Comando da Capital). Com eles foram apreendidos armas com numeração raspada, R$ 80 mil em espécie, além de drogas escondidas inclusive nos armários do batalhão.

Dos 53 PMs presos, 32 eram soldados, 13 cabos, sete sargentos e um subtenente. No ano passado, a Justiça havia condenado 42 policiais militares. As penas variavam de 5 anos a 83 anos de prisão.

Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça apontaram que os PMs cobravam propina de traficantes do PCC para não coibir o tráfico de drogas na região patrulhada pelo 22º Batalhão.

O Ministério Público Estadual apurou que os pagamentos feitos aos policiais militares ocorriam semanalmente ou quinzenalmente e variavam de R$ 300 mil a R$ 500 mil.

    • Melhorando o salário, auxilia… Mas, nada está garantido! Em algumas circunstâncias, o desvio de conduta, a desonestidade, etc., está tão arraigado a um indivíduo, que não há nada que se possa fazer…

      Curtir

    • Alguém laçou o povo na rua?
      Se é assim, deixe de prender pé-de-chinelo em periferia. Eles, pés-de-chinelo, optam pelo crime com muito mais justificativas do que concursados estáveis…

      Curtir

    • Legal. De novo essa justificativa. Ninguém laçou mesmo. Agora quer polícia de primeiro mundo ou que atenda o que o senhor almeja, então é melhor mudar de País.
      Paga mal? É o que terá. Não gostou foda-se! Se torne policial e faça algo a respeito.
      Esse é o melhor tipo de resposta.
      Polícia já ganha muito bem pelo que faz e por como é vista não é mesmo?
      Vão ter que continuar com esse serviço podre e pedindo misericórdia para registrar um BO que nunca terá solução. Vai continuar pagando mal? Vai ter policial fazendo bico, PM roubando e etc. Só policiais de alguns Departamentos que não adiantaria ganhar bem, pois ainda assim seriam corruptos.

      Finge que paga? Finjo que trabalho! Esse tipo de salário trouxe todos os tipos de servidores. No meu caso quanto menos eu aparecer e dar as caras melhor. Assim tenho tempo para fazer dinheiro, já que ninguém me laçou.

      Curtir

    • Mal caratismo não tem ligação com salário….. Tá cheio de corruptos no judiciário e no legislativo e eles têm os salários mais altos do funcionalismo público. Até é presidente “MITO” Tá enfiado em corrupção até o pescoço…..

      Curtir

  1. O princípio da “otoridade” e a inversão de valores na “Reserva Moral do Estado” disse:

    É repugnante e nos causa enorme indignação a recorrente usurpação do princípio da autoridade como resposta ao legítimo exercício do poder de polícia administrativa e de ordem pública por seus agentes.

    Recentemente, tornaram-se públicas, as imagens da execrável conduta de um desembargador, ao ser abordado por uma guarnição da Guarda Civil Municipal de Santos, com o propósito de orientá-lo quanto à observância de normatização administrativa sobre medida sanitária de uso de máscara para evitar a transmissão de moléstia grave.

    O que não era público, e só foi revelado agora, é que o mesmo desembargador, anos atrás, vilipendiou uma policial militar no exercício de suas funções, como atendente do centro de operações, a chamando de analfabeta, a ameaçando, determinando-lhe providências fora do seu alcance, e, com o propósito de intimidá-la, avocava amizade com vários oficiais da corporação. A policial militar formalizou Registro Digital de Ocorrência e ficou nisso. Cadê a atuação das entidades de classe, através de seus departamentos jurídicos, colocando-se à disposição para defenderem a honra da policial e a imagem da instituição, junto ao juízo competente, diante do robusto conjunto probatório a respeito? Será que nada foi feito porque em nada resultaria ou porque para a instituição não seria “politicamente” interessante?

    Não bastasse isso, durante a semana, fomos surpreendidos pela reportagem da TV Record, dando conta da injustificável, quiça, criminosa admoestação de uma Coronel Comandante do Batalhão de Marília ao seu subordinado, um Soldado do Policiamento de Trânsito, em razão de ter cumprido com seu dever de ofício. A inexplicável inversão de valores, deu-se ao fato de ter abordado uma motorista, filha de uma vereadora local, a qual conduzia o veículo com irregularidade quanto a documentação e com os pneus “carecas”, razão pela qual fez as autuações e guinchou o veículo, providências legais cabíveis ao fato. O diálogo nada edificante entre comandante e subordinado, é repleto de frases sugestivas que nos permite concluir que, para ela, o princípio da isonomia tem suas exceções, dependendo do “jogo de cintura” e do que “politicamente” seria mais adequado o agente público fiscalizador fazer. Ao final, fechou com chave de ouro, informando ao subordinado que seria recolhido do setor por ter cumprido com seu dever de ofício e bradou a frase: “O que você está pensando que é ?”

    Comandante – Significado: Mandar em companhia de.
    Parabéns pelo exemplo. Espero que não seja paradigma para ninguém.
    Por isso somos filiados da entidade “Defenda o bom PM”, que, infelizmente, não existe

    Curtir

  2. pergunta de ignorante. O auto de prisão em flagrante nao teria que ser lavrado por um delegado de policia?
    sem sarcasmo, mas o advogado dos reus nao consegue anular o auto tendo em vista ser lavrado por pessoa incompetente para o ato? crime não sendo militar, tem validade?

    Curtir

  3. Tira trezopeta.

    Nesse caso, não, pois se trata de interesse militar envolvido, já que o dinheiro era referente ao ARREGO DO BATALHÃO.

    Quem trabalha em Americanópolis, sabe do que estou falando. E a informação já cantou aqui.

    Houve desacerto com os malas na hora do pagamento, armaram essa casa de caboclo e sobrou apenas para esses dois coxinhas trouxas, apesar de praticamente todo o quartel estar envolvido. A própria corregedoria passou pano.

    Esse 22 BPMM vai com muita sede ao pote. Quer todo o faturamento das biqueiras pra eles.

    Curtir

  4. Ocorre que agora eles mesmos apreendem, mandam prá perícia, oficial preside flagrante, fodem todo o local de crime e por aí vai. Como caminhamos à extinção , logo eles abraçarão tudo. Lá existe efetivo, o que mais se vê são novos policiais nas ruas, bem como novas viaturas, é Spim, Duster prá todo lado. Aqui somente delegacias completamente defasadas, falta de efetivo de todas as carreiras, centrais de flagrantes com um escrivão, viaturas antigas e sem manutenção e nem sombra das prometidas no começo do ano.

    Curtir

  5. Ninguem nos laçou na rua, mas a nossa profissao é a mais perigosa que existe. Ninguem morre somente pela profissao, somente policial

    Ademais, por que o investigador do amazonas e mato grosso ganham mais que o de sp para fazer exatamente a mesma coisa?

    Curtir

    • A questão não é se PCs de São Paulo merecem ou não merecem ganhar melhor salário. Pelo comentário do Hater sou levado a acreditar em que valem quanto pesam. Se pesa nada…
      Ademais, corpo mole é só na periferia. Em regiões nobres, o B.O registra até receita de bolo… Se a madame assim desejar.
      Mas este não é o ponto. O ponto foi: falta de condição justifica delitos de quem tem salario garantido pelo resto da vida, ainda que “baixo”?
      Então o “zé-povinho” desempregado tem motivos de montão…
      Hater: pelo raciocínio do seu colega lá em cima, seleção fraca porque o salário é ruim. Passa tudo! Se fosse salário de PF, muitos dos que passaram até hoje entrariam no DP só para pedir BÉO…
      É o raciocínio dele…

      Curtir

      • O único crime justificado seria furto famélico. De resto nenhum. O ponto é: não trabalham pq são vagabundos que ninguém laçou na rua e só fazem produção em preto favelado da periferia e dondocas em Alphaville. O famoso no Jardins madame deita e rola.
        Não peso nada? Não sou trouxa. Já fiz minha parte. Quer tirar estabilidade para ver se funciona a coisa? Pague melhor. Não vai pagar? Vai continuar a mesma coisa e até mesmo piorar. Imagina pessoal cheio de vontade de solucionar crimes e ir para o “combate” por esse salário… Pessoal vai vir para fazer maldade e roubar. Caso já seja assim repito: mude de País.
        Cansei de gastar em viatura do meu bolso, atender 13, madame otaria, “tiozinhos” conhecedores da legislação e tudo quanto é tipo. Trabalhar em feriados e sair de madrugada para operação segura cadeira. Tudo por esse valor.
        Logo como eu não posso fazer greve, tenho que segurar cadeira de corrupto e ainda tem uma população Zé povinho com opinião semelhante à sua, acabo por fazer o menos possível para que sobre tempo para trabalhar em outra coisa.
        Não posso lutar por melhor vencimento? Ahhh tenho que lutar dando um bom atendimento e “resultado”… Claro! Como se dependesse só de mim e não dos milhares de dinossauros, encostados, corruptos e etc.
        Eduardo…
        Eu sei que não terei um bom salário. Já coloquei isso na minha cabeça, mas a sua resposta de ninguém “te laçou” é típica de quem tem ranço por funcionário público e que não quer vê-los em melhores condições por nada. Principalmente por achar que já ganham muito pelo que fazem. Isso é frustração?! Por não passar no concurso (que lá é grande coisa), talvez por passar apuro na mão destes ou por não ter o serviço desejado.
        vc pensa: que primeiro mostre o bom resultado é depois peça algo.
        Eu penso: como Zé povinho e o Governo quer q a Polícia se lasque eu vou arrumar dinheiro de outra maneira.

        Sua briga deveria ser com os políticos e não com nós. Eu tenho total direito de pensar o mesmo que o senhor em relação aos PROFESSORES.

        Resumo: nada vai mudar. Seu chororô de frustrado e meu chororô de frustrado. Jogo que segue. Pau na lomba da população.
        Fazer o que?

        Curtir

        • Rsrs…
          É?!
          Tem um post novo no Flit referindo a um colega seu… Já tinha lido o blog dele. Pensa como você, aparentemente, s.m.j…
          Sabe quando você na condição de consumidor valorizaria/reconheceria um serviço/comerciante/empre-sário (mercado em geral aí…) que pensa (age) como você?!
          Iria à falência… Se o povo ler o blog do seu amigo vai ter “cidadão de bem” exigindo troco do salário que o Estado paga…

          Curtir

  6. A coisa está pior do que se imagina. Falta comando(tenentes e sargentos) na rua. Tá todo mundo no quartel escondido atrás de computador. disse:

    Fizeram isso porque faltaram no retreinamento.

    Curtir

  7. É melhor parar com esse retreinamento. Parece que não está dando muito certo não. disse:

    Como desgraça pouca é bobagem, no final de semana PM mata PM num roubo a mão armada.

    Curtir

  8. Nada pior que PM ladrão.

    Quer matar Nóia e vagabundo…sem novidades…mas mão de velcro, é imperdoável!

    Que sofram todas as punições possíveis.
    Que seus parentes sofram por saberem que são ladrões…
    Se tiverem filhos, que esses saibam que seus pais eram ladrões que usavam fardas…os seres mais repulsivos que existem.

    Curtir

  9. Não justificando, mas juiz e desembargador ganhando mais de 100 mil mês, obras superfaturadas á rodo, deputados de sp ganhando milhões em emendas, gastos da assembleia com serviços chegando a casa de centenas de milhões, baixo retorno dos impostos, procuradores, auditores promotores, funcionários do legislativo ganhando salários irreais para a realidade brasileira, mas a escória e o ladrão pm?

    Roubo bilionário ao erário estadual todos os meses!!!

    Temos q reinventar esse país, uns arrogam probidade, mas não fazem nada para sua Instituição ter mais equidade, pra que o funcionalismo nao tenha tanta desigualdade de salário, sendo a mesma fonte pagadora.

    Fácil apontar o dedo quando ganha mais de 25 mil mes do estado!

    Roubo de dinheiro, ao erario tb e ganhar mais de 25 salários mínimos num paus lotado de miseráveis, favelados e congêneres!

    Vai arrotar sua honestidade em outras terras!!!

    Curtir

  10. Os policiais militares que comentam aqui me desmintam se eu estiver errado. O dinheiro foi encontrado no armário da policial. Isso quer dizer que algum superior os autorizaram a abandonar o patrulhamento para irem à companhia. Esse batalhão esta localizado numa região dominada pelo PCC e pelo visto os policiais não estão sendo fiscalizados nem por sargentos e tampouco por oficiais.

    Curtir

  11. Ninguém se pergunta porque será que a PM não fala sobre o dono do dinheiro ? Nada se fala das drogas que estavam na mala? O que estava fazendo essa pessoa as 21:00 h com 53 mil + drogas na rua ? Porque a “corregedoria” foi tão rápida em fazer a apreensão e devolver o dinheiro e não citar as drogas que estavam na mala?
    Isso está cheirando a armação

    Curtir

Os comentários estão desativados.