A honra e a dignidade de Lula não vale uma pinga, mas a conservadora magistratura de São Paulo condena promotor do GAECO por sarcástico epíteto: “encantador de burros” 11

Promotor do GAECO é condenado a pagar R$ 60 mil a Lula por danos morais

Resultado de imagem para Cassio Roberto Conserino

O promotor Cassio Roberto Conserino foi condenado a pagar R$60 mil ao ex-presidente  Lula por danos morais. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, ele publicou em 2016 nas suas redes sociais que o petista é ” um encantador de burros”.

O juiz Fabrício da Cruz , de São Bernardo do Campo, considerou que o promotor teve a “nítida intenção calculada e provocativa de humilhar, menoscabar e desprezar” o ex-presidente ao publicar uma imagem com conteúdo “ofensivo”.

O juiz ainda disse que o grau de culpa é elevado já que se trata de um promotor que deve ter uma conduta “ilibada, assim como tratar com urbanidade as partes” dos processos.

Com efeito, a magistratura de São Paulo se mostra cada vez mais conservadora e repressora em matéria de liberdade de manifestação em cotejo com os direitos de personalidades públicas de duvidosa conduta pública e privada.

Excelência , a honra e dignidade de Lula não vale uma pinga!

MP – SP: Concurso Público com 80 vagas…Grande oportunidade para jovens delegados estudiosos 18

MP – SP: Concurso Público com 80 vagas é divulgado

Candidatos devem atender a todos os requisitos do edital para se inscrever, dentre eles é necessário comprovar três anos de atividade jurídica.

Terça-feira, 26 de março de 2019 às 09h58

MP - SP: Concurso Público com 80 vagas é divulgadoNesta terça-feira, 26, o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP – SP) divulgou no Diário Oficial o edital do 93º Concurso Público para preencher 80 vagas na função de Promotor de Justiça Substituto.

Dentre os requisitos exigidos o candidato deve ter concluído o curso de bacharelado em Direito, em escola oficial ou reconhecida; haver exercido por três anos, no mínimo, atividade jurídica; estar quite com o serviço militar; estar no gozo dos direitos políticos; gozar de boa saúde física e mental; ter boa conduta social e não registrar antecedentes criminais incompatíveis com o exercício da função.

A inscrição preliminar será realizada pela internet, mediante acesso à página eletrônica do Ministério Público do Estado de São Paulo (www.mpsp.mp.br), a partir das 9 horas do dia 27 de março de 2019 até às 21 horas do dia 25 de abril de 2019, observado o horário oficial do Estado de São Paulo. Nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 280,00.

Há isenção de taxa para os candidatos que se enquadrem nos itens especificados no edital de abertura disponível em nosso site. O procedimento para solicitar o benefício também encontra-se discriminado no documento oficial.

Este Concurso será realizado em três etapas fases, sucessivamente: Prova preambular, de caráter eliminatório; Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório; e Prova oral, de caráter eliminatório e classificatório.

A prova preambular, terá duração de cinco horas e constará de 100 questões objetivas de múltipla escolha, com questões de: Direito Penal; Direito Processual Penal; Direito Civil; Direito Processual Civil; Direito Constitucional; Direito da Infância e da Juventude; Direito Comercial e Empresarial; Tutela de Interesses Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos; Direitos Humanos; Direito Administrativo; Direito Eleitoral.

Já a Prova Escrita será composta de Dissertação, uma peça prática e cinco questões sobre matérias indicadas no edital. Neste caso a duração é de quatro horas.

Em nosso site você encontra o edital de abertura oficial e pode obter mais informações.

Jornalista: Karina Felício
 
edital_de_abertura