Sobre as drogas e armas no BAEP de Santos – BUTIM LEGÍTIMO 19

Há quem pergunte qual a finalidade de policiais desviarem drogas e armas, são muitas!

Inflacionar a produção do Batalhão para agradar o Comandante.

Coonestar abusos de autoridade contra inocentes, especialmente vítimas de homicídios por erro ou simples crueldade.

Invadir favelas , intrujando drogas e armas em criminosos sem passagens policiais. Os quais são conduzidos como membros do PCC.

Mas a principal finalidade: desvio para venda e prática de extorsões.

Sempre funcionou assim, toma-se drogas de um traficante e entrega-se para a concorrência. Auferindo-se bom lucro pelo risco que correm.

Extorquir patrões do tráfico, gente que não porta armas , não usa , muito menos traz consigo entorpecentes. Mas é dono do seu negócio. Invadem a casa ou o surpreendem transitando . A droga é introduzida e o “butim de guerra ” exigido. É traficante e rico. Ou paga pra polícia ou vai pra cadeia e gastará muito mais .

Estão errados?

Não! Procuradores recebem mais de R$ 20.000,00 de salário fixo , mais a complementação com o rateio da verba dos honorários. Ninguém fica com menos de R$ 40.000 00. E muitos são implacáveis com gente pobre , apenas para engordar ainda mais os seus vencimentos. Ninguém se indigna. Está na lei feita sob encomenda.

Fiscais da Fazenda, recebem ótimos salários e mais o rateio de multas e impostos muitas vezes inventados por eles próprios para forçar o contribuinte a pagar o que não deve. Ah, um seleta parcela rouba, mesmo!

Ninguém se indigna com a imoralidade e desonestidade exercida a pretexto de se estar defendendo o Erário. Mas a vis attractiva é outra!

Verdadeiramente, o governo do estado deu a determinadas carreiras o direito de exercer as funções objetivando o interesse pessoal. Não o coletivo. Recuperação de ativos conversa, vil privilégio que transformaram algumas dessas pessoas em corruptos oficiais.

Eu não embarcaria numa viatura policial , como Praça, por menos de R$ 1.000,00 ( mil reais por dia ). Do couro deve sair a correia ou a correria. E como ex delegado , hoje afirmo, isonomia nada. Deveriam ganhar muito mais do que magistrados e promotores. Oficias PM comandam o equivalente a enormes empresas. Ganhando uma porcaria que não pagará uma boa faculdade para os filhos. E em escola publica não há vagas para todos.

Não vale é ficar batendo e matando, muito menos perseguindo inocentes. Contudo, certamente , policial mal pago , tem “direito” ao butim. Tem que ficar rico como muitos outros servidores. Merece viver como rico , em vez de tomar cusparada na cara da elite funcional , política e empresarial .

Digo o mesmo para policiais civis que são tratados como escumalha.

Lixo do lixo, sob a ótica de gente perfumada no esgoto.

Apreenderam uma tonelada de cocaína , fiquem com a metade. Tomem tudo do ladrão, desde que não tenha vítima identificada.

E para todos digo: não maltratem, não matem quem não lhe quer matar, socorram o cidadão.

Mas tendo oportunidade fiquem com tudo o que for possível.

E com a certeza de que os falsos moralistas fazem muito pior.

A vida funcional é curta, a vida pode ser longa e deplorável com uma aposentadoria vil.

Não errem e não atravessem o negócio do colega.

Quem erra vai pra rua por fazer mal feito.

Quem se atravessa é safado.

E não digam que estou defendendo o banditismo policial.

Não!

Muito menos incentivando e enaltecendo a corrupção.

É apenas moralidade elástica. Apenas a cruel realidade!

Mas é assim que a casta da política e do funcionalismo quer que a banda toque.

E não há banda boa nem banda podre Há um grande bando armado desprezado , desvalorizado e escravizado.

E pergunto que mal faz vender cocaína e armas objeto de peculato quando autoridades superfaturam remédios e vacinas?