Advogado de PM corrupto tem tara por travestis e gays…Meu caro , ilegal, imoral e contrário a todos os valores religiosos universais é PM matar, roubar , torturar e matar a céu aberto…Deixe de ser um boçal do Direito, Excelência! 7

Acusado de homofobia, advogado anexa fotos de pornô gay em processo

Advogado Celso Vendramini - Reprodução/Facebook
Advogado Celso Vendramini Imagem: Reprodução/Facebook

Rogério Gentile

Colunista do UOL

10/02/2021 10h24Atualizada em 10/02/2021 16h31

O advogado Celso Vendramini encaminhou à Justiça uma série de fotos de gays praticando sexo em locais públicos para se defender no processo em que é acusado de ter cometido homofobia contra uma promotora.

Vendramini foi denunciado pelo Ministério Público, pois, em 2019, durante o julgamento de dois policiais militares acusados de matar suspeitos de crimes, disse, entre outros comentários, ser fã do presidente russo Vladimir Putin e que “na Rússia não tem passeata gay”. “Vai ser veado lá na Rússia para ver o que acontece.”

O caso não tinha relação alguma com a orientação sexual dos envolvidos, mas Cláudia Ferreira Mac Dowell, a promotora que acusava os policiais de assassinato, é lésbica. Durante a sua fala na sessão do júri, o advogado perguntou se ela era casada e fez referência à aliança que usava na mão esquerda.

No processo em que é acusado de homofobia, o advogado afirma que não sabia dos “gostos ou preferências sexuais” da promotora e que em momento algum “pregou repressão, segregação, ou qualquer coisa em desfavor dos homossexuais”.

Vendramini diz que apenas expos suas convicções religiosas e valores morais, assim como teceu críticas a comportamentos verídicos e criminosos, citando “atos obscenos em via pública e a sexualização de crianças”.

Fotos de gays fazendo sexo em locais públicos, de crianças segurando bandeiras do arco-íris (símbolo do movimento LGBTQ+) e de uma atriz transexual interpretando o Jesus crucificado foram anexadas ao processo.

Na defesa apresentada à Justiça, ele diz que o Ministério Público não tem legitimidade para questionar os temas que um advogado aborda ao defender seus clientes.

“Se Vendramini entendeu que, naquele caso, convenceria os jurados através da contraposição dos valores conservadores da ideologia de direita e dos valores da ideologia de esquerda, a ninguém é dado o direito de questionar sua escolha”, afirmou à Justiça o advogado Ronaldo Lacava, que representa Vendramini no processo aberto pelo Ministério Público.

O promotor Gilberto Ramos de Oliveira Júnior disse à Justiça que, além das “ofensas generalizadas” aos gays, “é certo que Vendramini ofendeu a dignidade e o decoro da promotora de Justiça, cuja opção (sic) sexual é pública e notória, por todos conhecida”.

O processo ainda não foi julgado.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

  1. Misturou alhos com bugalhos.
    Advogado “experiente” usou um argumento sem nexo.
    Envolveu a vida pessoal da promotora.
    Não deveria envolver a promotora, a defesa sempre erra, quando tenta atacar o MP, tentar desmerecer algum membro, pior, usando de ataque pessoal, racismo, homofobia, etc… falta de senso…(risos).
    Ninguém precisa gostar ou aceitar, a vida particular do outro.
    Respeitar é lei, o advogado errou feio…(risos).
    Além de meter o bico na vida alheia, foi tocar no assunto mais polêmico que existe no ocidente.

    Curtir

    • Ele não ofendeu a pessoa física. Poderia até saber….
      Mas no ato não se dirigiu a ela. Foi só depois do julgamento que ela disse ser homosexual.
      O processo criminal contra ele (que para muitos, inclusive reus perigosos, correm e sigilo), foi amplamente divulgado na integralidade.
      É um processo esquisito. Parece vingança. Com as devidas proporções e importância do caso, Lavajato contra Lula.

      Curtido por 1 pessoa

  2. O que importa é que ao final os PMs foram absolvidos!

    A promotora, gay ou não, não consegui apesar do ser poder “investigatório” condenar no mínimo foi incompetente!
    E como saiu derrotada entrou nesta seara de homofobia!
    Quanto à ação contra o advogado é bem cara do MP paulista, ficaram “ofendidinhos”, mas quando promotor(a) desanda a falar m….em plenário contra réu(s), entrando muitas vezes no particular das pessoas sem qualquer relação com os fatos em julgamento aí pode!
    Discriminação e ofensas morais contra PMs e PCs no tribunal do júri feitas por membros do MP é legal e bacana, quando o veneno volta é discriminação?
    Se é que as “supostas” ofensas, terno que o grupo folha e site UOL adoram utilizar, foram feitas e endereçadas à promotora!
    Quantos policiais já foram chamados de vagabundos, para dizer o mínimo, e estão ali respondendo justamente por trabalhem!
    São muitas e muitas vezes que promotor(a) se excedem e nada acontece!
    Sempre se escondendo atrás do corporativismo barato transvestida de autonomia funcional! Quantos membros do MP são pegos fazendo m….por aí a desculpa padrão; “Misturou remédio para depressão com bebida”. Se é que é possível alguém que ganha o que eles ganham ter depressão!
    Quando promotor recebe para estudar no exterior em vez disso faz turismo à custa do erário, não apresentando nem o TCC e fica tudo por isso mesmo! Cadeia, jaula, demissão não acontece, não existe nenhum outro promotor para apresentar denúncia!
    Promotor que descarrega 2 carregadores de pistola em play boy, desarmando, na praia e alega legitima defesa! E cola!
    Ou outra melhor ainda, promotora “alega” tentativa de roubo, em bairro de bacana, mata motoboy desarmando, repito desarmando, com 10 (dez) tiros foge do local do crime e não dá nada para o dedo mole!
    Sem contar outras coisas esquisitas desta ocorrência, em vez de se apresentar na delegacia da área ou DHPP e vai fazer o BO no DEIC!
    A verdade que o MP sofre das mesmas mazelas que as forças policiais que eles são especialistas em usar quanto é para proveito próprio, tipo PMs fazendo segurança nos prédios do MP, num claro desvio de finalidade mas adoram apontar o dedo acusador quando as coisas não vão bem!
    Com a diferença eles são muito bem remunerados para fazer média e m….!
    Estou farto de ter que ir ao fórum depor de OS que cumpri, não tendo participado da investigação, propriamente dita, só porque o promotor por preguiça não leu o meu relatório e que arrolou como testemunha de acusação.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Sou um dos policiais que estavam sendo julgados ali. Em momento algum o Eminente Dr Vendramine ofendeu a Dr promotora, muito menos a comunidade LGBT, muito pelo contrário, ele mesmo disse que se seus filhos um dia se pronunciasse homossexuais, ele não teria nada contra, a sua indignação era em relação as crianças e atitudes de gays em passeatas , quando alguns estavam enfiando crucifixo no anus e vagina. Fomos impedidos de colocar roupas comuns pela juíza e pior, meses antes a mesma juíza autorizou traficantes usarem quando estavam sendo julgados por homicídio. A promotora chegou a dizer que traficante era profissão. Isso não é crime? Me senti humilhado naquela condição. Sou trabalhador e pai de família. E tem mais coisas que serão usado em data oportuna. Dr Vendramine, profissional exemplar, digno, honesto. Não defende bandido. Ali havia quatro policiais profissionais e honestos. Engraçado que não foi nenhum representante do direitos humanos no visitar no presídio. Será que a senhora promotora sabe disso. Não me lembro dela ter repreendido a juíza quando recusou água para nós na audiência. Vamos nos afastar da hipocrisia e vim pra realidade. Policiais são presos por estarem trabalhando. Nunca um garçom vai preso por matar alguém porque estava trabalhando, não é inerente a sua profissão. Infelizmente acontece de estarmos trabalhando e haver confronto. O que a justiça quer, que morremos? Pelo amor de Deus, esse advogado e excelente, nos ouviu no presídio e achou um absurdo estarmos presos. As testemunhas eram parentes dos ladroes, respeitamos a dor , mas à justiça, até aquele momento, não respeitou a dor dos nossos familiares. Se tivesse sido dessa maneira, porque ela não o prendeu? O representante do ministério público tem que acusar em cima das provas, não por ideologias.

    Curtir

Os comentários estão desativados.