“Chupamedia do Bolsonaro”cala a tua boca e deixa de brochar na hora “H”…Os teus valores morais – de evangélico de última hora pra tocar a culpa no santificado DIABO – aprendidos com o teu pai ainda são muito lembrados pelas GANG BANG lá na Alameda Paulo Gonçalves, na Colina de São Vicente…Respeita as minas abestado! …Você é um fantoche “coisificado” , sem vontade própria, uma sombra resultante de um recalcado ganancioso …Tu e o outro 22 são duas vergonhas para o Santos, para São Vicente e todo o Brasil…Verdadeiramente, teus valores morais são idênticos aos do Bolsonaro: SONEGAR DOS FISCOS TUDO O QUE FOR POSSÍVEL , DESVIAR DIVISAS, FAZER FILHO COM MENINAS DE 15 ANOS e MALTRATAR GAROTAS DE PROGRAMA…Pague o ISS devido para a cidade que te revelou, você não nasceu sabendo, foi treinado e ensinado a jogar 62

Moleque a tua vergonha ao falar sobre os motivos de apoiar Bolsonaro está estampada nos teus olhos. Vergonha por ter que se submeter às ordens do teu pai.

Já está na hora de ser homem e nos trazer mais uma Copa do Mundo …

Pois até agora tu não fez nada por nenhum time, nada pela seleção ; pois joga para si mesmo e para o seu pai ficar cada vez mais bilionário…

Seja africano; deixe de ser escravo …

E mulher branca só é melhor do que mulher negra na cabeça de quem foi “adestrado” a acreditar que tudo que é do branco é melhor!

Haz el papel de un eunuco, un niño mimado y débil. ¡ Un desvalido afectivo y sin coraje intelectual! ¡Ni siquier tienes novia, las mujeres solo quieren tu dinero!

!Cagón deja de joder. ¡

Eres una lata! Evasor Majadero.

“El Chupamedia de Bolsonaro” aprende primero a bajar la caña sin tener que pagar y sin maltratar a las putas.

Vete a la mierda pajero de tu própio padre!

Recuerda que todo tu dinero no vale nada en Europa.

Allí la ley, sobre todo para los estafadores corruptos, sea italiano, francés, alemán, español o extranjeros, es muy grave.

¡Y no eres como el argentino, no eres como el portugués y NO ERES PELÉ!

¡Métete esos valores morales en el culo, bestia sin vergüenza!

 

 

 
 

  1. Bolsonaro tira o leite das crianças para o Centrão mamar

    Fernando Brito
    22/10/2022
    9:16 am

    Desculpem o título, feito da memória deste blogueiro dos tempos em que trabalhou em jornais populares. É, porém, a descrição exata do que está se passando.

    Mas é exatamente isso o que revela o UOL, em preciosa reportagem de Carlos Madeiro, ao mostrar o que aconteceu com a distribuição de leite às famílias pobres e com crianças na áreas mais pobre do Brasil.

    Não é uma “alegação”, mas algo que se confirma nos números oficiais do Ministério da Cidadania, de onde saiu o gráfico da ilustração.

    Mesmo sem considerar o alcance de quando foi criado o programa PAA (Plano de Aquisição de Alimentos, rebatizado de “Alimenta Brasil”, dá para ver como o arrocho nas verbas federais destinadas a comprar, através das prefeituras, leite para a distribuição entre os mais carentes, impactou a nutrição das crianças.

    Dos cerca de 6 milhões de litros que se adquiria em fins do ano passado, o volume caiu, em agosto deste ano (último mês para o qual há dados oficiais) para apenas 350 mil litros. Informa Madero que “entre janeiro e agosto, o total de litros distribuídos caiu 87% em comparação ao mesmo período do ano passado”.

    O dinheiro subtraído do leite das crianças foi parte dos recursos “economizados” pelo governo para bancar as emendas do Orçamento Secreto, naturalmente. O Plano de aquisição de Alimentos, que contava em 2014 com dotação de R$ 430 milhões, teve este ano verbas de apenas R$ 59 milhões e, na proposta de Orçamento apresentada por Bolsonaro, terá menos ainda em 2023: R$ 2,6 milhões.

    Ou meros 0,5% do que se aplicava 8 anos atrás.

    Além de fazer roncar a barriga das crianças. a destruição do programa do leite aniquila as condição de sobrevivência de uma multidão de pequenos produtores da pecuária: as compras de leite feitas a eles para distribuição aos carentes chegou a beneficiar 28 mil pequenos criadores. Em agosto deste ano, pelos dados oficiais, foram apenas 54 que venderam seu leite para o “Alimenta Brasil”. No melhor mês do ano, ficaram num pico pouco acima de 600.

    Infelizmente, algo assim não é manchete na mídia brasileira, nem que não fosse com a comunicação explícita que aprendi a ter nos velhos jornais do final dos anos 70.

    Preferem ficar cuidando “guerra religiosa”, enquanto Herodes tira o leite das crianças.

    Curtir

  2. Lula sobre Neymar: “Tem medo de eu descobrir a dívida que Bolsonaro perdoou dele”

    Por
    UmDois Esportes
    18/10/2022 20:54

    Neymar em treino da seleção.| Foto: Jonathan Campos/Arquivo/Gazeta do Povo

    13
    Compartilhe
    Envie de presente
    O candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deu uma alfinetada no jogador de futebol, Neymar, durante entrevista ao Podcast Flow, na noite desta terça-feira (18).

    Recentemente, Neymar declarou apoio ao atual presidente, Jair Bolsonaro, candidato à reeleição.

    “O Neymar tem o direito de escolher quem ele quiser para ser presidente. Eu acho que ele está com medo de, se eu ganhar as eleições, descobrir o que o Bolsonaro perdoou da dívida do imposto de rende dele”, começou Lula.

    “Eu acho que é isso. Acho que é por isso que ele está co medo de mim. Obviamente que o Bolsonaro fez um acordo com o pai dele. Mas, enfim, isso não é um problema do presidente, é da Receita Federal, não meu”, emendou.

    VEJA TAMBÉM:
    Em julgamento, Neymar dá a sua versão dos fatos em caso sobre corrupção
    Lula se refere a um episódio de 2019. Neymar recorreu a Bolsonaro, com a ajuda de seu pai, para reclamar de uma dívida milionária com a Receita Federal. O caso ainda não foi resolvido e a dívida, de cerca de R$ 8 milhões, segue sendo questionada na Justiça.

    O encontro entre o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, com Bolsonaro aconteceu em abril de 2019, com o objetivo de “prestar esclarecimentos” sobre o processo contra o atleta, que tramitava no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

    Além de Bolsonaro, o pai de Neymar se encontrou com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo o próprio ministério, Neymar pai pretendia prestar esclarecimentos sobre o processo fiscal pendente de julgamento.

    O encontro aconteceu dias depois de Neymar Jr pedir a anulação do processo que cobrava multa sob a suspeita de omissão de rendimentos do jogador do PSG. O processo se iniciou em 2015 e apurava o período entre 2011 e 2013.

    Inicialmente, a Receita Federal cobrava R$ 188 milhões de Neymar Jr que, questionou o valor no Carf sendo que, no ano de 2017, o órgão julgou o caso e a dívida pública foi perdoada em 95% do total. A multa passou a ser então de R$ 8 milhões.

    Neymar ainda recorre do valor no Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região.
    Leia mais em: https://www.umdoisesportes.com.br/futebol/lula-sobre-neymar-tem-medo-de-eu-descobrir-a-divida-que-bolsonaro-perdoou-dele/
    Copyright © 2022, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

    Curtir

  3. A copa esta aí, será que desta feita fará o minímo do que tds nós esperamos dele, ou teremos a sorte de nem vê-lo jogar, pq aí as chances de sermos campeões aumenta muito. disse:

    A chamada é uma bomba do Rivelino nos bons tempo bem no meio do saco, td indica que deve ser um correio elegante para o “bemmar”.

    Curtir

  4. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/10/fim-de-desconto-de-servidor-aposentado-em-sp-e-aprovado-por-deputados.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

    Curtir

  5. PLC 43/22 revoga desconto previdenciário de aposentados e pensionistas
    Servidor Público 20 Outubro 2022 21 Outubro 2022

    Publicado em regime de urgência pelos 94 deputados da Alesp, texto pode ser aprovado na próxima semana
    Por Redação

    Entrou em tramitação, em regime de urgência, nesta quarta-feira (19) na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o Projeto de Lei Complementar (PLC) 43/2022, que revoga parte da Lei Complementar nº 1.012/2007 e põe fim aos descontos previdenciários em aposentadorias e pensões de servidores públicos.

    O texto refere-se aos aposentados e pensionistas que recebem benefício acima de um salário mínimo do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), em caso de déficit atuarial.

    Assinado pelos 94 deputados da Alesp, o PLC apresenta como justificativa o “Demonstrativo da Projeção Atuarial do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores – Orçamento da Seguridade Social 2021 a 2096”, documento que projeta quadro de insuficiência orçamentária nas próximas décadas, o que poderá causar um custo social ainda maior do que o percebido nos últimos dois anos aos aposentados e pensionistas que recebem proventos mais modestos.

    A matéria precisará passar por aprovação dos parlamentares, em votação que deverá ocorrer na próxima semana. Caso acatada, será encaminhada para sanção do governador Rodrigo Garcia (PSDB), antes de publicada em Diário Oficial. De acrodo com o artigo 2º do documento, os efeitos da lei só entrarão em vigor no dia 1º de janeiro de 2023.

    Em janeiro deste ano, a São Paulo Previdência (SPPrev) publicou uma portaria atualizando as faixas de contribuição previdenciária com base no aumento do salário mínimo e também considerou o aumento do teto do RGPS (Regime Geral de Previdência Social).

    Atuação da AFPESP em favor dos servidores

    A AFPESP e diversas entidades, que juntas integram a Frente Paulista em Defesa do Serviço Público, lutam pela aprovação do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 22, desde 2020, defendendo a revogação do confisco de aposentadorias dos servidores públicos aposentados e de seus pensionistas, para garantir justiça social.

    Com objetivo similar ao PLC 43/2022, o PDL 22 foi apresentado à Alesp no mesmo ano de sua autoria, no entanto, ainda não passou por votação no plenário.

    Curtir

  6. Fim de desconto de servidor aposentado em SP é aprovado por deputados
    DOUGLAS GAVRAS E BRUNO LUCCA

    ter., 25 de outubro de 2022 10:22 PM
    ARQUIVOSÃO PAULO, SP, 20.10.2022 – O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
    ARQUIVOSÃO PAULO, SP, 20.10.2022 – O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) aprovou por unanimidade nesta terça-feira (25) o fim do desconto previdenciário de servidores estaduais. Caso seja sancionada pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB), a medida passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2023.

    Em nota, o governo do estado afirmou que Rodrigo já havia prometido durante a campanha eleitoral, em que foi derrotado, que revogaria o aumento da contribuição dos servidores públicos e que irá sancionar o projeto tão logo ele seja encaminhado.

    A aprovação do PLC (Projeto de Lei Complementar) 43/2022 era uma demanda dos servidores que surgiu a partir do desconto da contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, com a reforma previdenciária estadual, de 2020.

    ANÚNCIO –

    A reforma dos servidores elevou a idade mínima para aposentadoria no estado de São Paulo, mudou a fórmula de cálculo do benefício, aumentou a contribuição previdenciária, limitou o acúmulo de benefícios e também modificou regras da pensão por morte.

    O desconto, de 12% a 14% nas aposentadorias e pensões com valor acima do salário mínimo, havia sido instituído em setembro daquele ano, pelo ex-governador João Doria (então do PSDB), após a aprovação da reforma. Antes, só tinham a incidência de alíquota os benefícios que ultrapassavam o teto do INSS.

    Antes da reforma, deveriam contribuir para o regime somente os servidores ativos. A mudança de 2020 instituiu que também os inativos ou pensionistas efetuariam o pagamento. A alíquota proposta foi de 12% a 16%, a depender da faixa salarial.

    De R$ 1.212,01 a R$ 3.473,74, a cobrança é de 12%; de R$ 3.473,75 ao teto do RGPS (Regime Geral de Previdência Social, atualmente em R$ 7.087,22), de 14%; acima do teto, o desconto é de 16%.

    Com a aprovação da nova proposta e mantido o texto original do projeto, apenas servidores e pensionistas que recebem acima do teto continuarão pagando a contribuição mensal.

    Em sua conta no Twitter, o presidente da Alesp, deputado Carlão Pignatari (PSDB), comemorou a aprovação do projeto:

    Uma das primeiras parlamentares a comemorar a aprovação do projeto nas redes sociais, a deputada Professora Bebel (PT) afirmou que a aprovação do projeto de lei é uma grande vitória para os servidores, encerrando o que ficou conhecido como “confisco dos aposentados”.

    “Esse projeto, construído por muitos deputados, foi uma das lutas que travei na Assembleia junto com a Apeoesp [entidade que representa os professores] e outros sindicatos que representam os servidores. Coloquei como prioridade esse PLC, subscrito pelos 94 deputados, para facilitar a aprovação na Casa Legislativa e, assim, livrar os servidores dessa criminosa injustiça criada no governo de Doria e Rodrigo Garcia.”

    Segundo a deputada, o próximo passo é garantir que o estado devolva os valores que já foram descontados dos servidores desde a aprovação da reforma.

    Curtir

  7. ESSES ESQUERDOPATAS SÃO MUITO SEBOSOS, CHUPA L@DRÃO!!!

    A CASA CAIU FAZ TEMPO, ONDE O PT BOTA A MÃO É SÓ ROUBALHEIRA, DESTA VEZ ROUBARAM ATÉ AS INCERSÕES DE PROPAGANDA DA CAMPANHA DE BOLSONARO NO NORDESTE.

    COM BOLSONARO O BRASIL DECOLARÁ IGUAL A UM FOGUETE, BORA TRABALHAR DE VERDADE, NÃO ADIANTA FICAR RECLAMANDO, TIRE O BUNDÃO DO SOFÁ, ISSO É COISA PARA DERROTADOS, MAMADORES DA ROUANET E ACÉFALOS MILITONTOS.
    CAIXA PRETA DE AVIÃO É IGUAL CABEÇ@ DE PETISTA, SÓ SE ABRE DEPOIS DA DESGRAÇA FEITA!

    Curtir

    • Ministro do SBT abandona o navio

      Fernando Brito
      28/10/2022
      4:42 pm

      O ministro das Comunicações, Fábio Faria, acaba de pular fora do barco bolsonarista, ao se dizer “profundamente arrependido” por ter criado a crise das inserções que não teriam sido veiculadas e provocado o pedido de bolsonaristas para adiar as eleições, verbalizado, entre outros, pelo filho do atual presidente, Eduardo Bolsonaro.

      Ele admitiu que o erro na disponibilização das peças de propaganda foi da própria campanha de Jair Bolsonaro:

      “A falha era do partido, que percebeu o problema tardiamente, e não do tribunal. Como havia pouco tempo para o TSE fazer uma investigação mais aprofundada, eu iniciei um diálogo com o tribunal em torno do assunto”.

      Ora, conte outra, seu Fábio, porque bater às portas do TSE pedindo 150 mil inserções a cinco dias do final da campanha não é “diálogo”, é crime.

      Faria diz que não teria feito a entrevista “bomba” se soubesse que aquilo geraria uma crise e que decidiu “sair de cena” quando viu as dimensões que a “denúncia” tomou.

      Imagine a força que Jair Bolsonaro está fazendo para segurar a caneta Bic e não assinar a exoneração do genro de Sílvio Santos e não piorar a situação.

      Mas não tem nada, não. Segunda-feira está aí mesmo.

      Curtir

  8. Acusação de fraude feita por Bolsonaro usa dados de software, não auditoria Hanrrikson de Andrade Do UOL, em Brasília 26/10/2022 12h30Atualizada em 26/10/2022 13h28 A acusação de crime eleitoral que a campanha de Jair Bolsonaro (PL) fez por suposto favorecimento ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em inserções de rádio do Nordeste é baseada em dados coletados e processados por software de monitoramento de audiência de emissoras, desenvolvido pela empresa Audiency Brasil Tecnologia, e não por uma “auditoria”, como disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria, na noite de segunda-feira (24). A campanha do presidente e candidato à reeleição pleiteia no TSE (Tribunal … – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/eleicoes/2022/10/26/acusacao-fraude-radios-nordeste-bolsonaro-lula.htm?cmpid=copiaecola

    Curtir

  9. Acusação de fraude feita por Bolsonaro usa dados de software, não auditoria Hanrrikson de Andrade Do UOL, em Brasília 26/10/2022 12h30Atualizada em 26/10/2022 13h28 A acusação de crime eleitoral que a campanha de Jair Bolsonaro (PL) fez por suposto favorecimento ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em inserções de rádio do Nordeste é baseada em dados coletados e processados por software de monitoramento de audiência de emissoras, desenvolvido pela empresa Audiency Brasil Tecnologia, e não por uma “auditoria”, como disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria, na noite de segunda-feira (24). A campanha do presidente e candidato à reeleição pleiteia no TSE (Tribunal … – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/eleicoes/2022/10/26/acusacao-fraude-radios-nordeste-bolsonaro-lula.htm?cmpid=copiaecola&cmpid=copiaecola

    Curtir

  10. Agora, só com armação

    Fernando Brito
    26/10/2022
    11:29 am

    Mais duas pesquisas, mostram um quadro de maior favoritismo de Lula nas eleições de daqui a quatro dias.

    Na Quaest, repete o patamar medido em todos os levantamentos já publicados esta semana: Lula lidera com 7% dos votos totais e 6% nos válidos (o que só se explica por arredondamentos, já que as diferenças, entre os válidos, são iguais ou maiores que entre os votos totais, por óbvio).

    Na Poder Data , a diferença que estava em apertados quatro por cento, sobe para seis (53% a 47% de Bolsonaro).

    É obvio que pesquisas de opinião são eficazes – e não perfeitas, claro – na detecção do as intenções de voto, mas continuo acreditando que, porque são empresas e, como tal, sujeitas à pressão do governo, tenho certeza de que todas elas guardam uma certa prudência, até porque, numa eleição muito disputada, um ou dois pontos de oscilação têm um peso imenso.

    Ninguém põe o pescoço debaixo da espada e eu prefiro acreditar que a turma do mercado financeiro, mais capaz do que qualquer jornalista no campo da inside information que, há três dias seguidos, mantém um cenário de baixa confiança na vitória de Bolsonaro.

    Curtir

  11. Bozo nem perdeu ainda e já começou com o mimimi de perdedor. Quero ver domingo à noite… Vai ter uma enchente de lágrimas, inclusive aqui nesse blog! Ninguém vai aguentar o chororô! Kkk

    Curtir

  12. A máquina midiática de mentiras do Bozo tentando até os últimos momentos reverter o inevitável.

    Curtir

  13. Amanhã termina essa tragédia nacional que é o horário eleitoral e segunda iniciamos uma nova era. disse:

    O Putin tupiniquim e seu plano “B”. Reunião com os comandos das FFAA. Quem sabe se segunda ele não inicia a semana no Alvorada fardado de paraquedista. Já sentiu que a fake da eventual falta de inserção de sua propaganda em meia dúzia de rádios não colou. “Conhecerás a verdade e a verdade vos libertará”. Disse que acabaria com a reeleição e não acabou. Não negociaria com o centrão e negociou. Criou para ele um orçamento secreto com emendas do relator cujo dinheiro ninguém sabe quanto e para onde foi. Fala em liberdade de imprensa e decreta cem anos de sigilo em recorrentes atos de duvidosa moralidade e/ou legalidade. O povo parece já ter formalizado um juízo de valor de quem ele efetivamente é. Começa a despencar nas pesquisas. Espero que confirme nas urnas

    Curtir

  14. Éhhh Bolsonaro, essa farra vai acabar no próximo domingo.
    Depois disso, se realmente as apurações de crime for sério no Brasil o Pau no Guedes terá que se explicar qto a sua afirmação de que equipe do Bolsonaro roubar menos.

    Curtir

  15. A milícia pode tomar São Paulo?

    Fernando Brito
    28/10/2022
    1:10 pm

    Já era sintomático que o candidato Tarcísio de Freitas tivesse tanto empenho em abolir a câmaras que os policiais de São Paulo passaram a usar, com excelentes resultados aobre a letalidade policial.

    Agora, quando fica provado que um agente da Abin – leia-se, do Palácio do Planalto – quis obrigar um cinegrafista a apagar imagens que podiam ajudar a elucidar a morte de um homem – desarmado – na comunidade de Paraisópolis, no falso atentado que sua campanha procurou explorar, já não é possível deixar de considerar que, a depender do resultado das urnas, a proteção a matadores e aos grupos de execução sumária pôs o pé na porta para entrar, definitivamente, no ambiente policial de São Paulo.

    Nós, cariocas, sabemos o que foi a “tomada do poder” – ou, pelo menos, da periferia do poder – por estes grupos.

    No Governo Moreira Franco, a partir de 1987 e com a promessa de “acabar com a violência em seis meses”, eles passaram a circundar o Palácio Guanabara que, aliás, abriu a porta para bandidos, como o caso do sequestro do publicitário Rubem Medina, no qual esteve envolvido Nazareno Barbosa, figura próxima ao governador e a seu irmão, Nelson.

    Hoje, na TVT, no programa Bom para Todos, a partir das 15 horas, vou falar um pouco sobre esta memória e sobre o caso do suspeitíssimo “abafa” criado no caso Paraisópolis. A transmissão ao vivo vai abaixo:

    Curtir

  16. Lula vence o debate no pedaço que importa

    Fernando Brito
    29/10/2022
    9:51 am

    Por mais que os que têm o voto definito e inegociável torçam para que os debates de 2° turno sejam um massacre do candidato que apoiam sobre o que rejeitam, não é assim que se medem os efeitos de um confronto destes.

    A primeira premissa é de que, numa eleição onde mais de 90% os votos estão cristalizados, os efeitos serão necessariamente pequenos.

    Mas, justamente pelo equilíbrio da disputa, mais decisivos são.

    E justamente por isso, penso que o resultado do confronto de ontem foram excelentes para Lula e desastrosos para Bolsonaro, embora o primeiro não tenha podido ser exatamente como é e o segundo tenha sido um fiel retrato de si mesmo.

    Lula foi menos gentil do que costuma ser, mas Bolsonaro foi exatamente o “valentão de botequim” que lhe habita os modos, desconcertado quando não é obedecido.

    No final das contas, ambos exibem (ou não) o comportamento que ainda se espera de um presidente da República.

    O resultado, creio, está expresso na tendências de voto obtidas em grupos de pesquisa com eleitoras que não votaram em Lula ou Bolsonaro, que o gráfico da pesquisa qualitativa da Atlas Intel registram aí em cima.

    Curtir

  17. Bozo tentando ganhar no tapetão. Policia rodoviária Federal barrando ônibus de nordestinos que vão votar! Que beleza. O golpe tá aí!

    Curtir

    • O cara já ganhou e vc chorando. Q blza. Hahahahaha Parabéns pelo seu candidato ter vencido. Terá uma batalha dura. Omedeto!!!! Tinha q ser assim pelo visto. Dois lixos. Picanha na segunda-feira ou hoje?? Kkkkkk Parabéns de verdade. Quero ver as manobras bolsarianas a partir de hoje. Vai ser feio. Principalmente pq o plano de governo do Lula se chama vingança. Kkkkkkk

      Curtir

  18. ESCRIBA CADÊ VC… EU VIM AQUI SÓ PRA TE VER …. ESCRIBA CADÊ VC… EU VIM AQUI SÓ PRA TE VER …… ķkkkkkkkk kkķkkk kkķkkk kkkkkkkk kkķkkk kkkkk

    Curtir

  19. Desinflar o bolsonarismo, o desafio para já

    Fernando Brito
    31/10/2022
    7:23 am

    A multidão imensa reunida na Avenida Paulista, até a madrugada, foi um lindo e comovente espetáculo, mas não deve servir de engano.

    Por tudo o que aconteceu, a vitória de Lula tem tons de milagre. Afinal, nunca se mobilizaram, na escala em que vimos, dinheiro público, preconceitos, manipulação da fé como nestes anos e, sobretudo, na campanha eleitoral.

    No campo institucional, desapareceu a Procuradoria Geral da República, transformaram-se as polícias e as Forças Armadas em linhas auxiliares do governante e a gestão da economia em uma “panfletagem de dinheiro” pré-eleitoral.

    O ato final destes abuso, ontem, chegou ao impensável, com barricadas da Polícia Rodoviária nas estradas para evitar que o nordestino pudesse votar, algo que nem a ditadura fez.

    A ruína deixada por Bolsonaro é imensa e, só ela, já torna hercúlea a missão do novo governo.

    Mas isto não é tudo. Teremos, a partir de hoje, um governante em desespero, diante da perda do poder extremo que possuiu.

    Até o dia clarear, não reconheceu o resultado das urnas, embora não lhe reste outra saída, porque o país inteiro, exceto por núcleos enlouquecidos, já o aceitou e, como vimos, comemorou nas ruas.

    Não se pode adivinhar o que dirá mas, independente das palavras, pressente-se que haverá “fogo no parquinho”, com altas fortes na inflação artificialmente baixa e provável aumento dos preços da gasolina, comprimido para gerar votos.

    Lula deve passar parte da semana quieto, e assim deve ser, porque não sabemos o que virá, seja em matéria de final de governo, seja em transição da gestão da administração pública.

    A depender disso, talvez seja mais rápida a definição dos comandos da economia, para tentar conter um possível pandemônio.

    A articulação política, esta já começou, com a sinalização de que Simone Tebet terá protagonismo na articulação no Congresso. Ninguém se surpreenda de ela, via Gilberto Kassab, chegue logo ao governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas, amarrando o pé mais firme que restou ao bolsonarismo. Também Marina Silva, sinalizando para as preocupações ambientais no Brasil e lá fora.

    O resto seria mera adivinhação adiantar.

    Exceto o fato de que este é o momento de fazer desinflar o bolsonarismo que contagiou quase metade dos eleitores, e Lula sabe disso.

    Nisso, a hostilidade de Bolsonaro no pós-eleição ajudará. Porque, mesmo que reconheça a derrota formalmente, não o fará sem resmungos e contestações e oferecendo zero ou quase zero de cooperação na transição de governo.

    E, além disso, caiu por terra sua arrogância em falar que o que dizia era o que pensava e queria a maioria dos brasileiros.

    Não, nós não somos selvagens.

    Curtir

  20. Silêncio de Bolsonaro é motivo de baderna nas estradas

    Fernando Brito
    31/10/2022
    12:54 pm

    Quem estiver se perguntando o porquê de ser tão grave o silêncio de Jair Bolsonaro diante do seu dever de reconhecer o resultado das eleições, que olhe para os absurdos bloqueios de rodovias provocados por caminhões – e não caminhoneiros, porque a maioria é de empresas de transporte.

    Uma palavra do atual presidente, na noite de ontem, bastaria para desmobilizar os pretextos que estão sendo usados para reter milhares de pessoas em ônibus e carros particulares nas rodovias, aliás com uma ação absolutamente tchutchuca da Política Rodoviária Federal que, ontem, teve seus agentes lançados como tigrões para deter e retardar ônibus que conduziam eleitores no Nordeste.

    O seu silêncio, porém, foi a palavra-de-ordem muda desta arruaça.

    É obvio que este Capitólio rodoviário é orquestrado, para causar uma situação de comoção, que dê ao que é obrigação de Bolsonaro – reconhecer sua derrota – ares de sacrifício em nome da ordem.

    Porque isso não vai causar nenhum levante, está mais que claro.

    É o só a primeira confusão que Bolsonaro arranjará até o final de sua permanência no governo. Serão muitas, ainda.

    Curtir

  21. Surdo à voz do povo, Jair segue mudo

    Fernando Brito
    31/10/2022
    4:42 pm

    Jair Bolsonaro não tem idade para ser chamado de criança birrenta.

    Seu silêncio não é uma teima, mas uma expectativa sobre algo que, ao menos na sua mente turva e torpe, possa vir a abrir uma brecha para que fuja de uma situação da qual não há escape possível, senão o de admitir a derrota, ainda que sem conceder civilizadas condições para que aqueles a quem considera “inimigos” comecem a fazer a transição para assumir o governo brasileiro.

    Nada de espantar quando alguém considera que o cargo é seu em caráter pessoal e que, repetidas vezes, já brado que só Deus o tiraria de lá.

    O Brasil, seu povo, suas instituições e os governos de toda a parte do mundo já reconheceram que Lula é o presidente eleito legitimamente.

    Mesmo que dispusesse de meios para dar um golpe que o negasse, não há sequer um miligrama de condições políticas para isso.

    Diz-se que os ministros lhe prepararam um discurso e que é ainda incerto que o faça. Talvez espere um avanço das barricadas rodoviárias que se armam nas estradas, na sua versão caminhoneira do Capitólio. Não acontecerá, mesmo com a formidável omissão das forças de segurança.

    O fato é que Bolsonaro não tem apoio nem mesmo no campo político da direita e o mais provável é que faça um pronunciamento com muitos resmungos e algumas bravatas, prometendo reação judicial impossível.

    Menos de 24 horas depois do fim das eleições, está menor do que saiu delas.

    Está perdendo a parte de seu eleitorado que não o percebia como um algoz da democracia e, mesmo nisso, um megalômano fracassado.

    O Já ir Embora é uma realidade, queira ele ou não.

    Mas o país não pode sofrer com a manutenção de um presidente que o mantém em suspenso, até que se convença disso.

    Curtir

  22. TSE manda acabar com a palhaçada do “Capitólio Rodoviário”

    Fernando Brito
    31/10/2022
    10:41 pm

    Finalmente, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, faz o óbvio, ordenando que as polícias federais e estaduais reprimam a tentativa de golpe de empresas de transporte.caminhoneiros e militantes bolsonaristas que tentam convulsionar o país bloqueando, em mais de 200 pontos, as rodovias brasileiras.

    Nem era preciso, porque o artigo 353 do Código de Trânsito diz que usar “veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação na via sem autorização do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre ela” é infração gravíssima, que implica na “suspensão do direito de dirigir por 12 meses, apreensão do veículo e, para quem organize o bloqueio, multa de R$ 12 mil reais.

    Resta saber se as autoridades policiais vão cumprir a decisão com o mesmo denodo com que se dedicaram a parar ônibus que levavam a população do Nordeste para exercer seu direito de voto.

    Será que precisa-se de mais para ver que este é um caricato golpe, uma versão tosca e rodoviária do Capitólio trumpista, insuflado por gente que obedece o presidente-candidato que não aceita o resultado eleitoral.

    E está evidente que não são só alguns caminhoneiros, mas milícias bolsonaristas que se insurgem, violentamente, contra o resultado das eleições.

    Vai ser preciso deixar que o abastecimento urbano e a vida da população entre em colapso para ver que isso é uma ação orquestrada pelo submundo miliciano em que se transformou o governo brasileiro?

    Parar o fluxo de pessoas e de mercadorias em todo o país, por acaso, é “liberdade de expressão”?

    Tudo isso está ocorrendo, é óbvio, senão por ordem, por incentivo, pela omissão, do presidente da República.

    A Polícia Rodoviária Federal tornou-se – e inúmeros vídeos de “confraternização” com os bloqueadores mostram isso – cúmplices de crimes contra o direito de ir e vir da população.

    É ridículo, sim, mas é uma tentativa de golpe contra o processo eleitoral.

    Precisam de cadeia, não de diálogo, porque não há diálogo possível contra quem ataca as pessoas que querem viver o normal de suas vidas.

    E nem contra policiais que se recusam a cumprir a lei porque o criminoso é “do Mito”.

    Curtir

  23. PRF: Antes da eleição, bloqueios no nordeste para atrapalhar os eleitores do Lula. Depois da eleição: confraternização e segurança para que os bolsonaristas derrotados bloqueiem as estradas no Brasil. Será que ainda tem esperança de deflagrar o plano “B”? . Sempre falei, esse desequilibrado & família é um perigo para a segurança nacional e internacional

    Curtir

    • QUEM TEM MAIS FACILIDADE PARA SE ESCONDER:
      O ASSASSINO LÁZARO QUE ATERRORIZOU O ESTADO DE GOIÁS NO ANO PASSADO,
      OU O PRESIDENTE JAIR MESSIAS BOLSONARO COM A DERROTA PARA O PETISTA LULA?

      BOLSONARO, O LÁZARO DE BRASÍLIA!

      Curtir

  24. É evidente que não é paralisação de caminhoneiros e sim uma mobilização de paralização do direito de ir e vir nas estradas, orquestrada pelo banditismo travestido de patriotismo a serviço do psicopata & família.

    Curtir

  25. QUEM TEM MAIS FACILIDADE PARA SE ESCONDER:
    O ASSASSINO LÁZARO QUE ATERRORIZOU O ESTADO DE GOIÁS NO ANO PASSADO,
    OU O PRESIDENTE JAIR MESSIAS BOLSONARO COM A DERROTA PARA O PETISTA LULA?
    ESSA REGIÃO DE BRASÍLIA/GOIÁS É PERFEITA PARA SE ESCONDER.
    BOLSONARO, O LÁZARO DE BRASÍLIA!

    Curtir

  26. Bolsonaro chama STF para exigir ‘salvo conduto’

    Fernando Brito
    01/11/2022
    12:59 pm

    O Poder360, site do jornalista Fernando Rodrigues, diz que Jair Bolsonaro teria convidado para uma renuiãi os ministros do Supremo Tribunal Federal e já teria confirmado a presença da presidente Rosa Weber, de Gilmar Mendes, Luiz Fux e Kássio Nunes Marques. Alexandre de Moraes já mandou dizer que não irá, segundo a publicação, com a alegação de que estará em viagem.

    O objetivo seria advertir que não seria admitido “um movimento virulento contra o bolsonarismo, como tem sido sugerido por militantes lulistas” , porque as pessoas que votaram nele “votaram também contra uma pessoa que foi tirada da prisão para me derrotar nas eleições.”

    Só depois Bolsonaro reconheceria o resultado das urnas, o que faz com que tome a aparência de “chantagem” sobre os ministros, que deveriam ceder em nome de assegurarem calma ao país.

    Os ministros, claro, estão constrangidos com o “convite” absolutamente despropositado, porque está evidente que se busca deles uma espécie de “salvo conduto” contra responsabilizações que visem o presidente que, é obvio, devem ser analisadas pelos fatos e provas que trouxerem.

    Muito menos podem ser “aliviadas” as necessárias investigações que precisam ser feitas contra as ações e omissões da Polícia Rodoviária Federla pelas ações e omissões neste escandaloso episódio do bloqueio das rodovias, que só está sendo desfeito pelas polícias estaduais.

    Bolsonaro que, mas não vai ter, um “salvo conduto” para aquilo que terá de enfrentar desde já e, sobretudo, depois que deixar o poder.

    E não será porque “militantes lulistas” o querem, até porque Lula está totalmente entregue a missão de reconstruir o país e não, como dizia antes o ainda presidente, a “destruir muita coisa”.

    PS. Poucos minutos depois, o mesmo Poder360 diz que os ministros cancelaram o encontro, irritados com o vazamento da informação. Pode ser, mas acho que a tal reunião foi “plantada” pelo Planalto, como forma de colocar Bolsonaro numa posição de ainda algum pode

    Curtir

  27. Nem bolsonaristas acreditaram que ele condenou a baderna

    Fernando Brito
    01/11/2022
    5:52 pm

    Se alguém que saber se foram convincentes as críticas sobre o bloqueio das estradas, abolindo o direito de ir e vir da população, feitas hoje por Jair Bolsonaro, basta verificar se os bolsonaristas que interditam as vias estão deixando os locais de bloqueio.

    Só estão saindo de onde as polícias estaduais os estão dispersando à força.

    Tudo o que Jair Bolsonaro disse em dois minutos, depois de dois dias de silêncio, foi assim, insincero e que sinalizou tudo, menos conformismo com o resultado de uma eleição, para ele, “injusta”, tanto que dá razão aos que foram protestar contra seus resultados:

    “Os atuais movimentos populares são fruto de indignação e sentimento de injustiça de como se deu o processo eleitoral.”

    O resto foi proclamar “ser o líder” da direita, que “surgiu de verdade em nosso país” o que, de fato, é provável, a depender de como Bolsonaro se haverá fora do poder.

    A ver como se portará sua base política sem os benefícios da “caneta Bic” e do orçamento secreto. E ele próprio, dianta da enxurrada de ações judiciais.

    Diante da recusa dos ministros de irem ao Alvorada, parece que foi ao Supremo para pressionar o STF a tratá-lo com simpatia. Tratarão com respeito, mas esperar-lhes simpatia, a esta altura, é querer demais.

    As todas estão mais carecas que Alexandre de Moraes de saber que Bolsonaro monta armadilhas todo o tempo.

    Há ainda que esperar para vermos o que acontecerá com o país nos dois longos meses que ainda nos separam do “já ir embora”, porque ninguém pode acreditar que lhe sobrem equilíbrio, poder e dignidade para conduzir o Brasil sem solavancos.

    Curtir

  28. Próximo convênio do Estado para desobstrução de rodovias será celebrado entre a tropa de choque da PM e a Gaviões da Fiel do corinthians. disse:

    É evidente que por trás dessa paralização que não tem nada vde ser exclusiva de caminhoneiros, têm o empresariado descontente com a derrota e com a esperança de arregaçar o pouco que restou de direitos para os assalariados.
    Já viu caminhoneiro ficar parado dois dias para participar de churrasco de picanha no canteiro de rodovia regado á agua mineral, cerveja, etc, rodeados por belas loiras cujas bundas sentaram e as mãos pegaram em todo tipo de coisa, menos banco e câmbio de caminhão.
    Quanto à polícia militar, se tiver encontrando dificuldades para desobstruir as rodovias, pede uma ajudinha para a torcida do corinthians que ela tem experiência no assunto.

    Curtir

  29. O legado deste governo é um enorme rombo fiscal feito para bancar a festança em busca da reeleição. Orçamento secreto, emendas de relator, cortes na saúde, educação, meio ambiente disse:

    Lula vai receber um Brasil com o enorme rombo fiscal da festança bolsonarista em busca da reeleição.

    Curtir

  30. Próxima PPP(Participação Público Privada) no Estado: Tropa Rosa Choque X Gaviões da Fiel. Objetivo: Aprimorar protocolos de desobstrução de rodovias no Estado. disse:

    Meu grande amigo, vc mais do que ninguém sabe o porquê da letargia da tropa rosa choque da PM de São Paulo, muito mais bolsonarista do que as FFAA. São os inúmeros interesses corporativos, entre os quais a Lei Orgânica Nacional das Polícias Militares, com poderes de policiamento preventivo e repressivo, ou seja, de investigação das ocorrências que atender. Fim das câmeras nos uniformes o que vai possibilitar a disparada das duvidosas mortes decorrentes das intervenções policiais as quais despencaram no Estado a partir da obrigatoriedade do uso desse equipamento. Ademais, o próximo governador é o carioca pau mandado do bolsoNero, idolatrado pelos bota comando. Simples assim. Entende?

    Curtir

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS.. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s