Crente libidinosa só pensa naquilo – A deputada Marta Costa de religiosa não tem nada…É a encarnação da maldade e da negação à diversidade e pluralidade…Minha cara, inadequada influência na formação de jovens e crianças é a sua “teologia” que de sagrada não tem nada…Falsa moralista, proponha a proibição de propaganda de cerveja e a proibição de cultos e missas engana trouxas na TV, rádios e internet…É por gente assim que eu prefiro o Diabo! 47

Alesp vota nesta terça projeto que proíbe propagandas com LGBTs

Para a autora do projeto, a deputada Marta Costa, LGBTs são má influência na formação de jovens e crianças

Alexandre Putti

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) vota nesta terça-feira 20 um projeto de autoria da deputada Marta Costa (PSD) que proíbe a veiculação de publicidade com pessoas LGBTQIA+ ou famílias homoafetivas no estado de São Paulo.

Leia também:Osmar Terra vira réu por improbidade após censurar edital com obras LGBT“Vejo o pior dos cenários para o movimento LGBT em 2021”, diz Duda SalabertPeça online de coletivo da periferia de SP trata de temas do universo LGBT

Segundo a parlamentar, essas propagandas trariam “desconforto emocional a inúmeras famílias” e que mostram “práticas danosas” às crianças. Para ela, a proibição vai “evitar a inadequada influência na formação de jovens e crianças”.

Na prática, se for aprovado o projeto, ficará proibida no estado propagandas como a da Natura no dia dos pais em 2020, que trouxe o vereador de São Paulo Thammy Miranda com seu filho. Também a do Boticário em 2019, que colocou um casal gay no dia dos namorados.

A deputada Erika Malunguinho (Psol), que é uma mulher trans, lidera a oposição ao projeto dentro da Alesp. Segundo a parlamentar, a iniciativa reafirma a desumanização que a população LGBTI+ enfrenta no País.

“A maior Casa legislativa do País opta por não enxergar o que, de fato, vulnerabiliza crianças e adolescentes: trabalho infantil, abuso físico e sexual, ‘balas perdidas’ em contextos periféricos, entre outras violências”, afirma a deputada.

“Como apontado por pesquisadoras/es, a estratégia utilizada por setores conservadores tem como objetivo criar um pânico moral em torno das questões de gênero e sexualidade. Isso foi materializado por esse projeto de lei, mas não é inédito, visto que segue a lógica da ‘ideologia de gênero’ e suas distorções discursivas. A retórica utilizada por esses parlamentares reafirma a desumanização  que a população LGBTI+ já é historicamente submetida neste País, induzindo como responsáveis por causar danos éticos e morais às crianças”, diz Erica.

Nas redes sociais, há uma forte campanha contra o projeto com a #LGBTnãoÉmáInfluência. 

  1. Só pensam… naquilo!
    Basta ver o vereador carioca, defensor da familia e dos bons costumes, enxergando LGBT no que se tratava da LGPD. Que banho de àgua quente (lembram da polêmica do golden shower?)…
    Bom, mas a questão é polêmica, sim.
    O capitalismo (grandes marcas, o mercado) não está preocupado com o respeito e com a dignidade destas pessoas humanas. Ocorre que os consumidores tradicionais já não conseguem absorver tudo que a capacidade produtiva pode desovar no mercado, seja porque o poder aquisitivo não é o mesmo ou porque estão entulhados pelo excesso. É preciso um novo exército de àvidos por consumo, grupo abundante nos segmentos antes marginalizados ou de considerados “cidadãos de segunda classe”. E não nos enganemos! É só o dinheiro que interessa! O PL da deputada é só um indicativo de que nada mudou. Um preto ou um LGBT com $$$ na carteira (comprador de fato) não terá o mesmo bom atendimento que um tradicional “duro de boa aparência” (caroço) que esteja só dando uma olhadinha na vitrine.
    Ps.1) Apesar do esperneio da campanha com o Thamy, as ações da Natura tiveram grande valorização na BOVESPA, à época.
    Ps.2) Considerando que o público LGBT vem aumentando, empresário que focar só no consumidor “tradicional” vai perder mercado.

    Curtido por 1 pessoa

  2. “O Brasil é maior do que Bolsonaro e Lula”, diz Doria

    Governador de São Paulo confirma que disputará prévias para candidatura presidencial do PSDB
    Por César Felício e Cristiano Romero — De Brasília e São Paulo

    22/04/2021 05h00 Atualizado há 50 minutos

    Doria: “Geraldo Alckmin poderá disputar o Senado Federal, havendo evidentemente um entendiment

    Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link https://valor.globo.com/politica/noticia/2021/04/22/o-brasil-e-maior-do-que-bolsonaro-e-lula-diz-doria.ghtml ou as ferramentas oferecidas na página.
    Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.

    Curtir

  3. Dr Guerra, abre um post para comentários das operações realizadas com a entrada em residência sem mandado para coibir jantares, tudo em nome do combate a pandemia.

    Curtir

    • Seria um bom debate. Juridicamente, acredito ser ilegal essas incursões nas residências das pessoas.

      Curtir

      • Estranho ease “fato”… Casa mesmo ou balada camuflada em aparente ambiente residencial?!
        Mas se for verdade… E daí?! Na favela entram… E com câmera e tudo…
        Depois vão para programas sensacionalistas se promoverem para as eleições…

        Curtido por 2 pessoas

    • Não deve haver o que discutir, pois aglomerações hoje constituem crime contra a saúde pública – art. 267 e 268 do CP.
      Havendo crime, há flagrante e aí já era. Pé na porta, em Moema ou Guaianazes, sejam presos os realizadores e participantes e segue o jogo. Nem precisa do VAR.
      Quanto à possível promoção pessoal de alguns que efetuam as prisões, aí é outra discussão.

      Curtido por 2 pessoas

      • Se aglomerações hoje constituem crime, e as pessoas devem ser presas em flagrante, por que não houve nenhuma prisão por infração a saúde pública em recentes bailes funks no Heliópolis e algumas comunidades da Zona Leste, como divulgados na grande mídia?
        Ali sim, eu vi aglomeração de pessoas, e em sua maioria sem mascaras, cadê os super pulissas para meter em cana os infratores?

        Curtir

        • Vi na TV operações em bairros pobres e ricos, com a cobertura do Datena. E você, abordou alguém sem máscara? Orientou? Encanou?

          Curtido por 1 pessoa

      • E detalhe lá nem precisava meter o pé na porta, estava fácil demais, todo mundo na rua, nem haveria discussão se precisava ou não de mandado.
        Era só encanar.
        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Curtir

    • Também acredito ser ilegal, na verdade um absurdo.
      Lembro que todas as ditaduras começaram cerceando as liberdades individuais em nome de uma pseudo proteção do povo.
      No nazismo marcavam os judeus e os agrupavam em locais distintos dizendo que era mais fácil para protege-los.
      É assim que começa.

      Curtir

  4. Deputados aprovam restrições a quem não tomar vacina contra a Covid
    Projeto de lei impõe apresentação de carteirinha para entrada em em transportes públicos, concursos e escolas; medida depende de sanção de Doria
    ACidade ON – São Carlos | ACidadeON/São Carlos
    21/4/2021 10:49

    Assembleia Legislativa de São Paulo. (Foto: Divulgação/Alesp)
    A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na terça-feira (20) projeto de lei que torna a imunização contra a Covid-19 obrigatória e impõe restrições a quem não tomar a vacina.

    De autoria do deputado Campos Machado (Avante), o projeto cria a obrigatoriedade de apresentação de carteira de vacinação para ingresso em creche, estabelecimentos de ensino fundamental, médio e superior, públicos ou particulares, de crianças, alunos, professores, funcionários e prestadores de serviço. A nova lei ainda obrigará o documento no embarque em ônibus, trens, aeronaves, embarcações e ainda para a obtenção de documentos públicos, inscrição em concursos públicos e ingresso em cargos públicos.

    Na justificativa da proposta, o deputado afirma que a vacinação deve ser feita de “maneira universal e imperativa” e demonstrou preocupação com a disseminação da Covid-19 que torna a situação como “absolutamente emergencial”.

    O projeto prevê ainda regulamentação por parte do governo do Estado. Para poder ter validade, o governador João Doria (PSDB) ainda precisa dar sanção. Ele tem a opção de vetar parcialmente ou totalmente a proposta aprovada. Caso seja vetada, os deputados podem derrubar a decisão em plenário.

    Curtir

  5. Na cúpula do clima, o bozo foi o último a falar e o Biden (anfitrião que organizou o evento) deu uma desculpa qualquer e se retirou na hora do discurso do Pinóquio…. Aff. Vergonha alheia !!! Parabéns aos envolvidos !

    Curtido por 1 pessoa

  6. Eu pretendia votar na Ângela Merkel em 2022, mas agora decidi votar no Biden!

    Curtir

  7. Meu Deus que me proteja, ou melhor, a todos nós contra a pm.

    Me desculpem falar sobre outro assunto, mas vai ser fácil do porquê que o governador afastado do RJ se mostrou tão simpático com a pm né.

    Agora eu entendo porque ele desceu daquele helicóptero fazendo aquela gracinha toda qdo aquele bandido foi morto pelos seus protegidos fardados.
    É que para ele bandido só pode existir dentro da pm ou da própria casa.

    https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2021/04/22/alvo-de-suspeita-de-esquema-de-pms-com-pcc-irmao-de-witzel-e-detido-em-sp.htm

    Curtir

  8. Moro é suspeito e não adiantou tentativa de “melar” isso no STF
    Fernando Brito
    22/04/2021
    7:16 pm

    A tática ficou clara com o longo e enxundioso voto de Luís Roberto Barroso, com um longo e patético discurso de louvação a Sergio Moro, Deltan Dallagnol e os procuradores da Lava Jato era, visivelmente, a de prolongar para a semana que vem a definição da suspeição do ex-juiz de Curitiba, que parece estar definida por maioria.

    Já não adiantava desde que dois votos conduziam nesta direção: o de Kássio Nunes Marques, que não deu uma cambalhota para reverter sua posição de votar pela continuidade do julgamento do caso na 2ª Turma e o de Alexandre de Moraes, que confirmou o diagnóstico de que se fazia ali uma tentativa de, ilegalmente, reverter um resultado – regimentalmente impossível – de uma turma do Supremo.

    A partir daí, estava desenhada a derrota do “lava-jatismo” e a maioria do Tribunal correu a desmanchar a manobra, reagindo à manobra que, claro, tinha no comando o presidente da Corte, Luiz Fux, que desde o início do julgamento pilotava-o na tentativa de anular a suspeição de Moro.

    Ricardo Levandowski, Dias Tofolli e Carmem Lúcia anteciparam seus votos, para levar a 6 a 2 o placar da votação, formando maioria.

    Rosa Weber forçou a prolação do seu voto e, servindo-se de um problema de som, Marco Aurelio Mello apelou para um pedido de vistas, que não tem mais nenhuma importância diante do placar evidente de 7 a 4 em favor da validade da decisão sobre – o voto de Fux é claro.

    Poucas vezes o confronto numa sessão do Supremo foi tão forte quanto nesta sessão. E, por ser forte, sinaliza que a maioria que se formou é pela suspeição de Sergio Moro, ainda que não fosse este, diretamente, o que se julgava.

    Assim, pode-se dizer que, como é previsível a mediocridade do voto de Luiz Fux, quando Marco Aurélio devolver o processo a julgamento – isso se insistir no inútil pedido de vistas – pode-se dizer que Luiz Roberto Barroso fez a despedida fúnebre de Moro que, por tudo, merece não o nome de “Canto do Cisne”.

    Foi, afinal, o “canto do Marreco”, com direito a uma discussão, como se diria no meu tempo, numa discussão padrão Resenha Esportiva Facit , um programa esportivo onde se consagrou a máxima de que “a bronca é livre”, com um bate-boca entre Gilmar Mendes e Barroso.

    Que, agitado, não se conformava com o “a nega tá la dentro” em favor de Lula.

    Curtir

  9. Confira o cronograma de vacinação da covid-19 no Estado
    Vale lembrar que em Campinas a vacinação, organizada pela Prefeitura, está fazendo o agendamento para pessoas com mais de 65 anos
    Da Redação | ACidadeON Campinas
    21/4/2021 11:16

    Veja o cronograma na matéria. (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

    O governo de São Paulo anunciou ontem (20) a antecipação da vacinação contra a covid-19 para um novo grupo: pessoas com Síndrome de Down, pacientes transplantados e pacientes renais em diálise. Também foi divulgado, a vacinação de motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais.

    Abaixo destacamos o novo cronograma de vacinação divulgado pelo Estado ontem.

    Vale lembrar que em Campinas a vacinação, organizada pela Prefeitura, está fazendo o agendamento para pessoas com mais de 65 anos e profissionais da saúde acima de 50 anos (veja aqui).

    CONFIRA O NOVO CRONOGRAMA DO ESTADO

    PÚBLICO ALVO / DATA DE INÍCIO / QUANTIDADE DE PESSOAS NO ESTADO

    65 e 66 anos / 21 de abril / 760 mil

    64 anos / 23 de abril / 420 mil

    63 anos / 29 de abril / 420 mil

    60, 61 e 62 anos / 6 de maio / 1,4 milhão

    Síndrome de Down (18 a 59 anos) / 10 de maio / 50 mil

    Pacientes renais em diálise (18 a 59 anos) / 10 de maio / 40 mil

    Transplantados imunossupirimidos (18 a 59 anos) / 10 de maio / 30 mil

    Metroviários e ferroviários / 11 de maio / 10 mil

    Motoristas e cobradores de ônibus / 18 de maio / 165 mil

    Curtir

  10. Cara, esse governo é muito asno mesmo. Preparou e divulgou um lista com 23 possíveis perguntas da CPI da covid19. Na verdade deu de graça um roteiro para a CPI fud#r o Gov do bozo. Tem questão nessa lista que nem entraria na pauta, tipo: sobre genocídio indígena. Me salve Jesus, dessa burrice! Que Intelijumência Kkkk

    Curtir

  11. ‘Oscar’ de melhor roteiro para a CPI vai para o Planalto

    Fernando Brito – 26/04/2021 – 8:30 am

    https://tijolaco.net/wp-content/uploads/2021/04/23.png.webp

    Ótimo trabalho do repórter Rubem Valente, no UOL – logo confirmado e reproduzido pelos demais veículos de imprensa – revelou a planilha de 23 acusações das quais o governo Bolsonaro tentará se defender na CPI da Covid.

    Com o favor do governo em elaborá-lo, faz-se assim o longo roteiro do documentário de horrores que foram as ações, omissões e os requintes de maldade do atual presidente, com 23 situações que compõem o fio principal: como um homem manipulou uma catástrofe sanitária para obter dela o combustível de seu projeto autoritário de poder, obtido pela fermentação do ódio, com a levedura da estupidez e do calor de uma sempre ameaçada intervenção militar.

    Pois é esse roteiro que já está se desenvolvendo e toma corpo a partir de amanhã, com a instalação da CPI, tendo como ponto central seu item 11 – “O governo politizou a pandemia” – em torno do qual se desenvolvem as várias tramas que a isso conduzem.

    Esta é a questão central: por que se praticou o negacionismo, o charlatanismo, a incitação ao uso das Forças Armadas, a militarização do Ministério da Saúde, a procrastinação na compra das vacinas e tudo o mais?

    A resposta, já evidente, é essa: a de tirar proveito político do desespero da população diante de uma catástrofe, usando-a para exacerbar os conflitos políticos.

    É evidente que o Brasil teria perdas, como todos os países do mundo tiveram, com a pandemia. O fato é que aqui ela foi potencializada pelos objetivos político do Sr. Jair Bolsonaro.

    A pandemia contou aqui com a ajuda de uma “pedalada mortal”.

    Curtir

  12. Sr. Sempre, este relatório do governo nada mais é do que uma confissão de culpa. Nem o mais imbecil dos criminosos agiria desta forma, a não ser no confessionário, onde o padre é obrigado a guardar segredo. Se quiserem evitar a gozação, tanto nacional quanto internacional, o que eu considero muito difícil, vão ter que encontrar um bode expiatório (algum funcionário da casa civil desprovido de massa encefálica) pra assumir a responsabilidade por esta cagada astronômica!

    Curtido por 1 pessoa

  13. Quem é esse corrupto travestido de policial integro , homem da lei, policial austero e honesto. disse:

    Policiais de São Paulo suspeitos de livrarem a cara do rei dos cassinos

    Curtir

  14. Mais uma imbecil que foi eleita deputada às custas do falso evangelho que segue e prega. Vá para o INFERNO!

    Curtido por 1 pessoa

  15. 2ª dose: irresponsabilidade que vai virar bagunça

    Fernando Brito
    26/04/2021
    5:46 pm

    Está explicado porque o Ministério da Saúde, mesmo admitindo que havia quase 2 milhões de pessoas com a data de vacinação de reforço atrasadas, não fez uma campanha de comunicação para chamar esta gente a completar a imunização.

    Não há vacinas, e o próprio ministro Marcelo Queiroga o admitiu hoje.

    Não era difícil a quem tivesse um lápis e um papel de pão para fazer contas de somar que isso iria acontecer, quando se liberaram as reservas técnicas da Coronavac para serem aplicadas como primeira dose.

    Foi o que fez este blog, há 15 dias, para escrever que estávamos perdendo a batalha da vacina também na segunda dose.

    Praticamente todas as segundas doses a aplicar são de Coronavac e praticamente todas as poucas vacinas que se tem a entregar são Astrazêneca.

    E qual foi a razão disso? Não deixe de lado o lápis e o papel e anote: no dia 21 de março, enquanto Marcelo Queiroga e Eduardo Pazuello andavam em par, o Ministério da Saúde autorizou a utilização de todas as vacinas contra a covid-19, entregues para Estados e municípios, para aplicação da primeira dose, invertendo a orientação de manter reservadas as doses necessárias para completar a imunização.

    Foi a maneira de, artificialmente, acelerarem a vacinação, aplicando o dobro do número de doses, durante um mês.

    Só que agora não tem com que aplicarem a segunda dose, nem quando o Butantan completar a entrega dos menos de 5 milhões de doses do seu primeiro contrato, o de 46 milhões, o que deve acontecer a partir da próxima segunda-feira.

    Mais, só se os chineses implantarem imediatamente o segundo contrato, de 54 milhões de doses o que, se acontecer, tem forte chance de atrasar-se, pelo recrudescimento da epidemia na Índia e pelo fato de que a China, também no último mês, acelerou fortemente seu processo interno de vacinação, com a aplicação, em média, de 5 milhões de doses por dia, parte delas de Coronavac.

    E daqui a três meses, poderemos ter o mesmo problema com a Astrazêneca, pois a Fiocruz admite que terá um hiato em sua produção se – e quando – passar a usar o insumo nacional, depois de esgotadas as ainda incertas encomendas do importado.

    Mesmo as “amostras nada grátis” que a Pfizer promete entregar em breve (1 milhão de doses) não suprirão, por razões óbvias, esta lacuna.

    Curtir

  16. Não tire o todo pela parte. Felizmente a grande maioria não compactua com esse tipo de coisa, muito embora venha da cúpula das instituições. disse:

    O cara de Mutley e físico de Fred Flintstone que trocou a medalha, medalha, medalha por dinheiro, dinheiro, dinheiro, se “phodeu”, ou melhor, perdeu. Perdeu a coletoria em boca rica da capital, mas tem amigos poderosos e importantes, alguns na cúpula do “parquet”, logo estará de volta, quiça como diretor do DPPC, DEIC, etc., o bom barão a cúpula volta. É assim que funciona a coisa aqui. Ladrão, só chineleiro do plantão, na cúpula, só barão.

    E o “coroné” comedor, tão cafajeste quanto o deputado que, sub repticiamente, levou a mão no seio da colega. Dando chave de galão para obter favores sexuais da subordinada, inclusive casada com outro subordinado seu. Grande canalha. E o nível do diálogo, que a bem da verdade não passou de um monólogo, nojento que protagonizou: “Vem com as unhas pintadas de vinho, sapatos altos e camisola curta” ; ” A coisa vai esquentar”; “Não tenho medo de nada” ; ” Quando a coisa chegar no TJM, o desembargador é meu amigo”. Imagina ter uma mulher, uma irmã, uma filha subordinada a um canalha desses. Que falta faz uma Doutora Eliana Passarelli no TJM, ela iria adorar pegar um IPM desses nas mãos.

    Se na cúpula das forças de segurança deste Estado, temos comandantes e dirigentes com tamanha distorção de caráter, o que a população pode concluir em relação ao resto.

    Por conta disso cidadão, não tire o todo pela parte. Felizmente a grande maioria não compactua com esse tipo de coisa, muito embora venha da cúpula das instituições.

    Curtido por 1 pessoa

  17. O juiz vai virar uma mosca, Renan, um falcão.

    Fernando Brito
    26/04/2021
    11:11 pm

    A decisão de um juiz de primeira instância em Brasília impedindo a eleição do senador Renan Calheiros como relator da CPI da Covid vai durar menos que uma drosófila, aquelas mosquinha de vida curta que, por isso, não tão usadas em ensaios biológicos e, com todo o respeito ao judiciário, costumam aparecer em banheiros mal limpoes e ventilados.

    Como não houve eleição e não, sequer, registro de candidaturas, no caso, a decisão não se funda em fatos – mas apenas em suposições. O que, sabe o mais primário Direito, não sustenta decisão judicial, exceto como hipótese, em consulta aos tribunais supremos.

    Não dura até o meio dia a decisão do juiz

    O Congresso não tem de cumprir uma decisão que interfere, sem previsão explícita, em sua autonomia. É o contrário do que se passou na imposição de que se instalasse a CPI, porque havia a previsão constitucional de que, preenchidos os requisitos formais – e estes eram fatos comprováveis – esta deveria ser criada.

    Se Renan Calheiros fosse já o relator da CPI e houvesse uma investigação dirigida a seu filho, governador de Alagoas e ele próprio não se declarasse impedido sobre isto, claro que seria possível – e desejável – um afastamento judicial.

    Do contrário, faz-se do juiz – de cada juiz – um paladino “moral” que pode decidir, a despeito da lei, sobre o que considera ou não adequado em qualquer poder.

    Ainda mais este, dono de um passado nebuloso.

    O presidente do Senado já disse que não cumprirá a “decisão”.

    A ação bolsonarista que levou a isso, porém, atingiu seu objetivo: o de criar conflito e confusão entre os poderes.

    Não basta que o Tribunal Regional Federal da 1a. Região, faça, como logo fará, a anulação da decisão.

    É preciso que seja punido exemplarmente pelo Conselho Nacional de Justiça, por infração ao dever básico de apoiar-se em fatos, e não em hipóteses, para julgar “preventivamente” outro poder da República.

    O ambiente pútrido em que se deixou colocar o Poder Judiciário leva a isso. É preciso um mata-moscas para conter o que se gerou destas emanações.

    Mas, em matéria de radicalização, o bolsonarismo acaba de cometer o seu pior erro

    Curtir

  18. Uma perguntinha para a turma do “se der merda a gente tira”…. dá pra tirar ainda esse ano, ou a merda ainda tá pouca? Obrigado…. ass: turma do “Eu avisei” !

    Curtir

  19. Dr. Guerra isto ainda é um blog de polícia ou não?
    Coloca um post de interesse policial.
    Por exemplo:
    Sobre carreiras de Polícia Judiciária.
    Sobre necessidade de certos cargos (Agente de Telecomunicações, Auxiliar de Papiloscopista, Carcereiro) cargos que só existem na Polícia Civil de São Paulo.
    Sobre os desvios de função para regularização e unificação de cargos.
    Vejo:
    Agente Policial e de Telecomunicações, Auxiliar de Papiloscopista e Carcereiro fazendo B.O e Investigando.
    Investigador e Escrivão fazendo grampo/TI, planilhando preso e população, dirigindo e removendo preso e etc.
    Todo mundo na Polícia Civil faz tudo.
    Delegado de Polícia Judiciária.
    Escrevente de Polícia Judiciária.
    Agente de Polícia Judiciária.

    Curtido por 1 pessoa

    • Tudo virou política hoje, as pessoas estão doentes. Não há mais debates além da ideologia e política.

      Curtir

    • Esqueceu do Atepol, Aux.Necro, Fotógrafo e Desenhista? Quer reestruturar vai ter q trabalhar no IML e IC também. Não venham com ladainhas de “outra polícia” ou cargo “técnico”. Vai ter q fazer tudo sem chororô.

      Curtir

      • Agente de Polícia Científica tá bom?

        Vc sabe que quem trabalha com Delegado faz parte da carreira jurídica, ou seja, trabalha com o judiciário, área policial de humanas.

        Trabalhar como Médico e Perito faz parte de serviços científico, ou seja, trabalha com laudos, área de exatas.

        Curtir

        • Já se doeu né? Kkkk Minas não fez isso. Pq aqui faria? Outra coisa… Ali o trabalho é basicamente p a Civil no auxílio de investigação. Correto? Antes era Departamento da Civil aliás. Ripa era p lá. Tô nem aí nome de carreira. Quero salário.

          Curtir

  20. Solta essa aí Dr. Conde Guerra.

    KKKKK, pelo que deu para entender funciona mais ou menos assim na PM de São Paulo: Se vc der para mim, aqui vc sobe.

    E é aí que o metido a comedô se fode, a moça tem caráter e é mulher de boa índole e não está a venda. Parabéns soldado Fem pela coragem, mas poderia bem divulgar o nome do ten. coronel fudidão né!

    https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2021/04/27/apos-ser-ameacada-soldado-da-pm-denuncia-coronel-por-assedio-sexual.htm

    Curtir

  21. Lamentável.
    Sou de Direita, hetero e super contra o PT e seus derivados.

    Sou a favor da causa LGBTI+.
    Aprovo comerciais na TV ou em qualquer outro meio de comunicação, que se apresente qualquer personagem homossexual.

    Por um simples motivo, necessidade.
    Isso, necessidade sim.
    Precisamos educar nossos filhos, o respeito à diversidade e não julgar pela aparência.

    A PM é péssima nesses quesitos.

    Curtido por 1 pessoa

  22. “Tudo virou política hj em dia”…. não, nesse blog aqui sempre houve manifestação política, além de outros assuntos. Na época da eleição esse blog era um inferno com alguns vulgos tipo: “jararaca”, “cascavel” e outros defendendo seu candidato. O que mudou atualmente é que a categoria bolsomínion tá entrando em extinção! Conheço uns colegas que enchiam nosso saco aqui dia e noite, e hj estão na toca. Alguns tem a cara de pau de dizer que votaram no Amoedo… kkkk o amoedo deveria pedir recontagem de voto kkkk

    Curtido por 1 pessoa

    • Votei no Bozo e não estou arrependido. Sim. Eu não esperava nada dele, apenas não queria a quadrilha do PT. Por mim já demorou p dar impeachment ou qq outra coisa. O senhor votou em quem? Não tenha a cara de pau de dizer q votou em branco ou anulou. Votou no Haddad? Aí sim é sem comentários.

      Vamos ver quem vence em 2022… O encantador de Burros ou o Rei do Gado.

      Curtir

      • Parabéns pela coragem em admitir que votou nesse genocida que nos levou à categoria de “pária mundial”. Ultimamente não tenho conhecido muitos bolsomínions, estão todos escondidos. Quanto a mim, na hora do segundo turno avaliei que tínhamos um professor e um miliciano e fiquei com o primeiro… e não me arrependo. Aquela quadrilha que saiu fazia algum milagre porque “quebrou” o Brasil, mesmo assim a gasolina era 2,50… o gás de cozinha 39,00, o kg do bife 18,00… e ainda deixou reservas cambiais pro bozo torrar… acho que prefiro a quadrilha. Vc acreditou na mamadeira de piroca e agora estamos no fundo do poço. A elite já está caindo na real que deu merd@. Falta esses pobres de direita tipo você… acordarem! E dou encerrado por aqui… já fiz muito em responder pra um cara que diz que votou e não esperava nada mesmo…. então vc estava certo. Parabéns à vc. Só lamento que estamos com fama de retardados lá fora e isso serve para mim tbem, que nem votei nesse lixo !

        Curtido por 1 pessoa

        • Ok. O “Professor” com maior índice de rejeição em SP condenado por caixa dois na campanha. Tudo era barato… Agora paga a conta. Parabéns por acreditar em políticos. Também dou por encerrado o assunto.

          Curtir

          • Te digo: se o Haddad não tivesse se cercado de tanto fanático e um e outro novato metido a esperto, teria sido tão nom prefeiro quanto a Marta. Foi a que deixou legado para a cidade e foi rejeitada na reeleição. Mas corredores que se iniciam nas periferias estão ai até hoje, bilhete único idem.
            CEUs: eu via o projeto como politiqueiro. Mas hoje, amadurecido, vejo que há casos de fazer as vezes do SESC onde este não existe, com teatro, biblioteca…
            Depois Haddad, faixa exclusiva onde não cabia corredor (até hoje) e ciclofaixas agora implantada decentemente. Legados e ideias. Se tivesse sido um.pouco mais independente, São Paulo teria inciado a sua imersão no clube das cidades de alto potencial turístico, tipo Madri etc…

            Curtido por 1 pessoa

            • Concordo em partes Eduardo. Diferentemente do colega acima q aparenta não ter cérebro algum e faz afirmações com base no achismo e imbecilidade o senhor parece ser um cara inteligente ou pelo menos mais comedido com as palavras.
              Ciclo faixa: necessário. Porém foi feita sem planejamento e infraestrutura para dividir entre carros e ônibus. Sem contar q essa faixa do Haddad tem o metro quadrado mais caro q já vi. Falou q a tinta era “especial”. Já viu q elas estão, em sua maioria, apagadas?
              Faixas de ônibus: acertou em cheio. Porém como colocar uma faixa exclusiva para o ônibus com o trânsito impossível q já temos devido ao fato q a cidade não acompanhou a evolução da população. Nossa cidade não foi feita para ter projetos tão importantes, parece uma cidade Africana tentando se passar por Europeia. Kkk
              CEU: Gostei também.
              Gostei do legado de fato. Não sou hipocrita em dizer que não. Coisas boas ficaram para trás. Porém a corrupção também. Kkkk Tipo Malu rouba, mas faz. Porém o Maluf (com todo o respeito) fez bem mais.

              O q me deixa injuriado é conversar com pessoa q claramente é de esquerda, mas q não sabe contra-argumentar sem ofender ou fazer afirmações toscas. Tipo a do colega que diz q acreditei em mamadeira de piroca e que eu já teria de me dar por satisfeito por receber a resposta do idiota. Estufa o peito e escreve essa groselha.

              Para ele é melhor pagar tudo barato e deixar a conta para as gerações futuras. Legal né… O importante é o “EU” agora. Gasolina barata e toda aquela groselhada escrita.

              Ok. Direito dele, mas vc vê a coerência da pessoa.

              Já li um comentário seu quase parecido… Vc escreveu q era melhor tirar qualquer coisa do Governo a deixar para os outros. Ok. Justo também.

              Eu sempre acreditei em um Presidente(a) q governasse p todos e q fizesse um Brasil menos desigual. Porém aqui todo mundo vê o próprio lado e não do País. Não é verdade? A quantidade absurda de desalentos vivendo de auxílios e bolsas p ter q trabalhar. Pessoas q gastam além do q podem com coisas supérfluas e etc.

              Este Será faltou argumentos. Além de ser um baita de um mal educado. Cansei destes termos nojentos de internet (no qual só mostra a falta de cérebro e originalidade da pessoa. Jargões tipo: mamadeira de piroca, vai p Cuba, vai p Venezuela, faz arminha, E o Lula?, Bozo genocida… Sério? Além da falta de criatividade, acaba faltando cérebro.

              Falou mal do Bolsonaro é comunista e sei lá mais o que. Falou mal do PT, ou bem, é o mesmo.

              Desculpa o meu desabafo… Já não aguento esse povo.

              Pus na balança um professor contra um miliciano…. Kkkkk Pelo jeito ele já sabia que o Bolsonaro era ou é envolvido com milícias antes da eleição. Vê a coerência do comentário do cara? Se ligou na estória do Jargão? Como argumentar com um ser deste.

              Agora vamos ser párias e pagar a conta todos juntos. Não gostou? Aeroporto, impeachment, assassinato ou esperar próximo Governo.

              Curtir

      • 400 mil mortos pela pandemia. Mendigos aos montes nas ruas. Rachadinha e mamatas dos filhos. Ameaça de ruptura. Idiotas ineptos e facínoras como ministros. Brasil pária internacional e aviltado pelas nações.

        Mas o importante era tirar o PT.

        Sem mais.

        Curtido por 1 pessoa

        • Mesmo tipo de argumento… Mas o importante era tirar o PT. Fala sério. Com o PT as coisas seriam melhores… Parece a lógica q todo pobre tem q ser de esquerda, mas blza.
          Essa mamata dos filhos q se lasque. Tomara q leve um impeachment ou coisa pior. Assim como o filho do Lula q de uma hora p outra virou um dos maiores empresários do País.

          As coisas seriam melhores com Haddad? Tem bola de cristal também?

          Quer ser de esquerda, centro ou direita… Q seja! Porém use a lógica e argumentos plausíveis. Bolsonaro está ruim p cacete. Nem sei como não caiu ainda, mas já “meio q afirmar indiretamente” q o Haddad seria melhor já é outra coisa. Não tem como saber.

          Sem mais.

          Curtir

        • Q discursinho de “ain ain Bozo”…
          Mas o importante era tirar o PT… Sim era e é. Se tudo está caro hoje é pq a conta uma hora chega. É tão difícil de entender? Detalhe… Pq ainda não deram impeachment?
          Esse discurso seu é desse será são de esquerdistas claros. Eu não sigo lado e não tenho político ou partido de estimação.

          Chororô. Paga a conta e faz cara feia com arminha. Não gostou? Aeroporto.

          Ain ain parabéns para os envolvidos. #ele não. Ain eu avisei. Que cambada de chorão. Reza p outro político ganhar para vcs não infartarem mais cedo.

          Ain ain eu avisei sou um gênio. Kkk Q comédia. Parecem q tem até bola cristal. Tipo “tinha certeza que o PiTi era melhor. Inclusive o “Jenio” anterior já sabia que o Bolsonaro já era miliciano antes das investigações. Q blza hein.

          O choro é livre.

          Curtir

  23. Falta do Censo tem razão eleitoral que liminar não resolverá
    Fernando Brito
    28/04/2021
    5:19 pm

    O destino do censo demográfico brasileiro, independente da decisão do ministro Marco Aurélio Mello tem lógica, é ficar – e olhe lá – para 2022.

    É provável que a decisão – liminar de tutela antecipada – caia e, ainda que isso não aconteça, que se crie um impasse: sem previsão orçamentária, como o IBGE fará as despesas necessárias para sua realização?

    O país, é claro, precisa do Censo, mas para tem censo, com o perdão do trocadilho, para que ele aconteça precisa-se de um governo com um mínimo de senso, o que não é, definitivamente, o que temos hoje.

    Na elaboração e na aprovação do Orçamento, em lugar de espírito público, houve uma corrida desesperada por montar uma base de apoio fisiológica e, para isso, foi-se leniente ou cúmplice de um alucinado assalto aos cofres públicos, para financiar obras e programas que atendessem aos interesses paroquiais dos parlamentares.

    Não foram os recursos do Censo os cortados, foram todos os destinados a políticas públicas, em todas as áreas, exceto, talvez, a militar.

    E essa por motivações idênticas às que determinaram o arreglos com os parlamentares.

    E veremos adiante porque o Censo foi um dos primeiros a sofrer a degola orçamentária.

    O dano está feito e o próprio Sindicato dos Servidores do IBGE diz que não há mais como realizar a pesquisa este ano: “O IBGE não pode tirar o Censo da cartola sem garantia de recursos e cumprimento do cronograma necessário para a pesquisa”.

    Não se governa nem com decretos, nem com liminares. Governa-se com políticas públicas – que os serviços oficiais de estatística, como o do Censo, devem alimentar de informações e diretrizes.

    Um governo sem políticas públicas, como este, não precisa delas e, por isso, desde sua posse, vem tratando o IBGE a migalhas de pão e goles d’água, porque não quer números que reflitam a realidade, mas que louvem a administração.

    É só você ver a “reengenharia” que fizeram no Caged (cadastro de empregados e desempregados) para registrar um crescimento no número de trabalhadores que ninguém mais vê, muito menos as pesquisas do IBGE.

    Infelizmente, o que vai acontecer – com ou sem liminar do STF – é não haver o censo demográfico de 2021.

    O governo Bolsonaro não quer que se veja a realidade brasileira, degradada e empobrecida, porque ela é o mais violento libelo contra a desgraça que representou para o país. Não antes de 2022, quanto tentará prosseguir em sua desgraçada trajetória.

    O corte de verbas é conveniente ao governo brasileiro e a escuridão estatística é vital a Jair Bolsonaro.

    Curtir

  24. Como delegado de polícia por quase 30 anos, quase a metade deles nos plantões das delegacias de polícia da capital, jamais soube do comparecimento espontâneo de algum seccional de polícia para acompanhar auto de prisão em flagrante delito que por ventura tivesse sendo lavrado.

    I$$o $ó aconteceu na 2ª $eccional por inequívoco intere$$e de seu titular. Por conta di$$o, em frente da delegacia de polícia, o Jornal Folha de São Paulo, fotografou o zelo$o $eccional em de$contraído diálogo com o “Rei do$ Ca$$ino$” do Estado, quiça do Bra$il, o qual, embora surpreendido no local do$ fato$, e, $abidamente dono do negócio ilegal lá praticado, e$tranhamente deixou de ser autuado, deixando de ter $eu nome entre os autuado$ da peça coercitiva.

    Intere$$ante não?

    Churra$co!, i$$o na cúpula, infelizmente, é $azonal, em breve você volta a ter coletoria em boca rica da polícia, me$mo porque $eu operacional e arrecadador de quando você era $seccional centro, está no núcleo do poder e, embora você, sempre que possível, metia o pau no hoje Delegado Geral de Polícia, o que é bem a sua cara, com certeza não vai te deixar sem nada.

    E o Ministério Público faz que não sabe, que não vê, que não ouve que a corrupção na polícia é de teto e não de base, é de telhado e não de alicerce, é de sótão e não de porão.

    No porão só “zé chinelo”, só varrição do lixo social.

    Curtir

Os comentários estão desativados.