Delegado baleado em briga com modelo fala pela 1ª vez: ‘Só tomei tiro’ 55

Do UOL, em São Paulo

07/06/2020 O delegado Paulo Bilynskyj fala pela primeira vez sobre após ser baleado em briga com modelo - Reprodução/Globo

O delegado Paulo Bilynskyj, atingido por seis tiros durante uma briga com a namorada Priscila de Bairros, falou publicamente sobre o caso publicamente pela primeira vez em entrevista que foi ao ar hoje no Fantástico.

“Eu achei que ia morrer. Que ninguém ia saber o que tinha acontecido”, contou Paulo. “Só tomei tiro. Não consegui chegar nem perto dela. Não consigo entender por que ela fez isso. Eu fecho os olhos e só vejo isso, ela atirando.”

Bilynskyj afirmou em um vídeo gravado no hospital que levou seis tiros de sua namorada depois de Priscila ver uma mensagem no celular dele que não gostou. Na versão do policial, ela teria se matado após atirar contra ele.

Com passagem pelo DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), atualmente o delegado é plantonista no 101º DP (Distrito Policial), no Jardim das Imbuias, zona sul de São Paulo.

O delegado Paulo Bilynskyj, 33, e a modelo Priscila Delgado de Bairros, 27 - Arquivo pessoal
O delegado Paulo Bilynskyj, 33, e a modelo Priscila Delgado de Bairros, 27

Imagem: Arquivo pessoal

Já a modelo foi encontrada ainda com vida no corredor do apartamento, com uma marca de tiro na altura do peito. Ela foi socorrida a um hospital próximo, mas não resistiu ao ferimento.

Priscila morava até abril em Curitiba, onde trabalhava com um primo.

Família de Priscila contesta delegado

Por outro lado, a família da modelo afirmou também na Globo que não acredita na versão apresentada pelo delegado e disse que ela não tinha contatos com armas.

“Eu continuo acreditando que não foi assim, que ela não se suicidou”, disse Vilmar Brunis de Bairros, pai da jovem, que negou que ela tivesse conhecimento sobre armas. “Só se ele a ensinou, nunca teve contato com arma nenhuma”.

O advogado da família contesta a versão de Paulo, e levanta outra hipótese. “Ele a desarmou e, com a mesma arma que disparou contra ele, disparou um único tiro mortal contra a Priscila. Eu não vejo essa possibilidade do suicídio”, diz José Roberto Rodrigues da Rosa.

O advogado ainda apresentou outra suspeita. “Nos chamou a atenção a foto em que a arma está com o carregador fora da arma e um cartucho que não está disparado ao lado. Aquele cenário é de atirador que acabou de usar a arma, não de uma pessoa leiga e que se matou com aquela arma”Foto de arma utilizada no caso do delegado Paulo Bilynskyj e da modelo Priscila de Bairros - Reprodução/Globo

 

  1. “Eu achei que ia morrer. Que ninguém ia saber o que tinha acontecido”

    POIS É CAMPEÃO, MESMO COM OS FATOS APURADOS EM BREVE CAIRÁ NO ESQUECIMENTO ESSA TRAGEDIA,
    PORTANTO A PARTIR DE TUDO ISSO, SEJA MENOS PAVÃO, MENOS ”PULIÇA” DE INSTAGRAM, PARA DE SER VENDEDOR DE FUMAÇA………
    !!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Ele não aprendeu NADA! já está no instagram se vangloriando dos ferimentos e fazendo stories da recuperação.

      Quer apostar quanto que ele irá mencionar o fato a partir de agora nos seus “cursos de tiro” para pagar de fodão???

      o pior é saber que esse merda sairá impune, e aquela princesa sendo enterrada como suicida.

      Curtir

  2. 1º O fato é que nas redes sociais posta vídeos onde parece um tigre, marrento, imponente. Nas entrevistas fala parecendo um gatinho querendo mingau.
    2º Muito estranho. O cara disse que deixou de seguir mais de 500 pessoas por ciúmes dela. Que gente doida da cabeça, eu hein !
    3º Essa história está muito estranha. Porque retirou o estojo de munições da arma?

    Curtir

  3. A polícia, deveria acompanhar a “evolução” digital, deveriam acompanhar as mídias sociais de alguns “puliças”, chega a certo ponto que o cara “trabalha” para o Instagram, facebook etc…, não é correto essa exposição de armas na mídia, mas para que se preocuparem com isso, mais importante são as cadeiras né….

    Curtir

  4. Seria mais fácil ele falar a verdade, que agiu em legítima defesa e parar de fazer esse rodeio todo.
    Fica a dica: Polícia não é brincadeira, tem que ter vocação!

    Curtir

  5. Melhoras ao Paulo.
    .
    É um grande amigo e colega.
    .
    Chega a ser ridículas as teses que inventaram para a ocorrência. Ainda que ele tivesse matado a modelo teria agido em legítima defesa, ou alguém se daria seis tiros para forjar uma ocorrência?
    .
    Infelizmente a exposição do Paulo nas redes sociais, além de milhares de seguidores trouxe também milhares de invejosos.
    .
    Grande abraço meu amigo. Melhoras e saiba que desde o primeiro momento que soube dessa tragédia te coloquei em minhas orações.

    Curtir

  6. To vendo a hora do polícia acabar. Outro dia vi dois “pulica”, um desceu da viatura todo paramentado, enquanto o outro estava sentado no banco do passageiro, usando o celular e olhando sua cara no retrovisor. Hoje não se vê mais vocação nesta garotada, eles querem andar de viatura e postar fotos nas redes sociais, igual a esse delegado de polícia, que chorou igual a um menino mimado, faltou tremer o beicinho, igual meu filho, quando faz cagada. Vire homem, assuma seus erros de cabeça erguida e siga a sua vida, mesmo que involuntariamente, você tem culpa, pois ela foi inserida neste mundo de fanatismo por armas.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Só faltou tremer o beicinho, igual meu filho, quando faz cagada. Vira homem, enfrente seus problemas de cabeça erguida, siga a sua vida e deixa de ser policial de Facebook. Mesmo que involuntariamente, você tem culpa, pois a inseriu neste mundo de fanatismo por armas.

    Curtir

  8. temos que separar os fatos

    A exposição dele em redes sociais é uma coisa, que merece ser criticada e até ser punido (exibir, desnecessariamente, armas).

    Outra coisa é uma ciumenta (não vou entrar no mérito se tem razão ou não) que não confia no próprio taco apelar para o 8 ou 80 por causa de mensagem de celular.

    Curtir

  9. Vocês acreditaram mesmo naquele chorinho? Acho que a advogada falou: “faça uma entrevista emocionado”… e saiu aquilo….

    Curtir

  10. Que ele se deu 6 tiros e totalmente improvável realmente, agora o mais provável e que ele a desarmou e desferiu o tiro fatal em legitima defesa,como afirma o advogado da namorada, até pq tem muita coisa mal explicada na situação, e tal como ocorreu com arma em nome de uma mulher e outra ai que parece que virou fumaça mesmo após ter sido apreendida , e localizada pela PM, que pelo meu ver sabe diferenciar um fuzil de um acessório, mas as providencias de arredondamento já estão sendo tomadas, tal como o residuográfico não ter sido coletado devido ao seu “péssimo estado de saúde”, estado esse que não permitiu o exame de coleta de resíduo da mão mas permitiu o mesmo gravar um vídeo se defendendo, arma na sala com o carregador ejetado, munição ejetada após o suposto suicídio, receita medica de código 13 encontrada pelo pai dias depois mesmo após o apartamento ter sido periciado onde essa receita não foi encontrada na pericia , que deve ter sido feia nas coxas, sendo que não acharam a receita, todas essas pontas soltas que já estão sendo aparadas, agora se o mesmo tivesse falado que atirou como o colega acima disse , seria legítima defesa, mas o nobre e covarde Youtuber não queria ficar com a alcunha de MATA XANA , o que os seguidores iriam pensar , todo operacional, treinado, estilo SWAT, e nunca derrubou um mala , nunca deu uma cana de vulto na carreira , só matou a xana , iria ficar muito feio né, ai prefere imputar o suicídio a menina , que não ta ai para se defender , fazendo a família enterrar a filha como suicida, isso e a maior covardia, só quem ja sentiu isso sabe o que é enterrar um filho como suicida ,deveria ao menos ser digno e sujeito homem e segurar a legitima defesa, agora quanto a inveja que muitos deve, ter dele , acho dificil de um cara que nunca foi policia, so youtuber, e com míseros 7 anos de policia já arrumou 4 pica na corro, situação com PM, forjar flagrante , usar a instituição para se promover e agora essa…. realmente e alguém que desperta muita inveja pela gloriosa carreira, que pelo menos consiga colocr a cabeça no travesseiro e dormir em paz sabendo o que realmenbte fez…

    Curtido por 1 pessoa

  11. Mister SEAL de rede social e lorotinha. A cara da advogada e do pai na reportagem do fantástico entregou a bandeja para quem quiser ver.

    Curtir

  12. Preliminarmente, Cel. Miler e Maj Olímpío são oficiais da mesma turma de Barro Branco(Aspirantes 1982).

    O Olímpio é um parceiro das forças de segurança deste Estado, independentemente da instituição. Sempre se disponibilizou a apoiar, incondicionalmente, as pautas por melhores condições de trabalho e salarial das entidades de classe das instituições deste Estado.

    O mesmo não pode ser dito em relação ao Cel. Elias, aluno mediano no Barro Branco, que decolou na carreira por ser lobista da PM no Congresso Nacional, graças a sua qualidade de bom articulador.

    Ao passar para a reserva(aposentadoria) criou a entidade “DEFENDA PM”, cujo proposta básica não é defender as atribuições legais e constitucionais da PM, pelo contrário, é invadir as atribuições de outras instituições, com flagrante infração às disposições legais e constitucionais existentes, criando demandas absolutamente desnecessárias e infundadas para dar a PM a atribuição legal e constitucional que ela não tem.

    Sem sombra de dúvidas, a PM presta relevantes serviços à população deste Estado, mas é inegável os recorrentes casos de abusos, muitos dos quais com resultado morte, repercutidos em parte pela mídia nacional, decorrentes de abordagens violentas, com flagrante violação dos protocolos existentes.

    A existência de uma polícia judiciária, de natureza civil, para apuração de infrações penais protagonizadas por PM’s, é indispensável para a defesa do cidadão e do Estado Democrático de Direito. É a garantia de transparência que deve existir na apuração quanto à legalidade da atuação policial.

    Não deve pairar dúvidas sobre a verdade real dos fatos, o que só é possível numa investigação imparcial, não maculada por nenhum interesse corporativo.

    Para que amanhã ou depois, o cidadão não tenha que fazer parte da entidade “DEFENDA SE DA PM”, devemos ficar atentos às decisões judiciais e movimentações legislativas que possam acarretar o esvaziamento das atribuições legais e constitucionais das instituições existentes, e, por via reflexa, o enfraquecimento do controle na atuação dos integrantes das PM’s em todo o Brasil.

    Como policial, não votei no Dória, e acertei em ter feito essa opção. Mentiu quando na campanha se comprometeu a recompor a precária situação salarial dos policiais no Estado, o que persiste até hoje. Em São Paulo, tanto policiais ativos como inativos, recebem um dos piores salários do Brasil.

    Votei no Bolsonaro e me arrependi muito por isso. Sua bandeira de combate à corrupção, com a qual me identificava muito e acreditava que aconteceria, com a indicação de Sérgio Moro para o Ministério da Justiça, foi esgarçada em apenas um ano e meio de governo. Sérgio Moro pediu exoneração em razão, entre outras coisas, da flagrante e suspeita ingerência de Bolsonaro na Polícia Federal. Somando-se a isso, a inusitada negociação de cargos no 1º e 2º escalões da administração com o centrão (segmento”barganhento” da Câmara dos Deputados, que tem entre seus integrantes, vários condenados e processados por atos de improbidade administrativa).

    O eventual envolvimento do filho Senador na chamada “rachadinha”, o firme propósito de indicar o outro, Deputado Federal, para a embaixada dos EUA, corroborado pela péssima atuação de vários ministros (relações exteriores, meio ambiente e educação), com verbalizações inoportunas, bem como sua própria oratória, repleta de palavras de baixo calão, vez ou outra com posturas que afrontam a liturgia do cargo que ocupa, são algumas das razões que fundamentam meu arrependimento. Sem falar na indisfarçável indiferença às milhares de mortes de brasileiros pela covid-19, bem como a enorme capacidade de desagregação em tudo o que põe a mão ou comenta.

    Felizmente, as instituições se mostram muito mais consolidadas nos dias de hoje. A “ruptura”, conforme palavras do filho, é algo muito improvável que aconteça. Somos uma democracia consolidada. A bem da verdade, somos muito mais do que 70%.
    Não é uma minoria que além de não ver, não enxergou o que o despreparo e a insensatez de quem detém o poder pode acarretar. Nada vai impedir o Brasil de corrigir seus erros e seguir seu destino como uma das grandes nações do mundo.

    Curtido por 1 pessoa

  13. Acredito mais em legítima defesa do que suicídio.
    Por que quando o Delegado viu a mulher armada ele não trancou a porta para se esconder dos tiros?

    Curtir

  14. O que dar para fazer ao sair do banheiro de sua casa e ter alguém fazendo visada com uma arma em sua direção?
    .
    O Paulo B., desde o tempo de academia tinha polícia no sangue. Era ele e o Daniel Trizuzzi (atualmente delegado no RJ) quem hasteava a bandeira do Brasil uma vez por semana no nosso curso de formação na Acadepol.
    .
    Quanto a munição ejetada é perfeitamente possível que a vítima fatal tenha ejetado manuseando a arma, e o carregado ejetado é perfeitamente possível, pois, a moça se suicidou com um tiro no peito e não na cabeça. Os PMs que atenderam a ocorrência informaram que ela ainda estava viva quando eles chegaram.
    .
    Não ter sido feito residuográfico no Paulo, no momento da ocorrência foi razoável, ou queriam que ele ficasse esperando a perícia (horas depois de acionada é que chega no local), pra só depois dar entrada na UTI?
    .
    Com sua atuação nas redes sociais e dando aulas, o Paulo conseguiu mais admiradores para nossa polícia do que os invejosos que o criticam.
    .
    o próprio Ministério Público que é tão crítico da nossa atuação disse que a investigação está sendo realizada de forma escorreita.
    .
    Com exceção do achismo de alguns, nada há a indicar que não ocorreu uma tentativa de homicídio seguida de suicídio, por motivos passionais.

    Curtir

    • Todo o respeito ao Dr. ao seu bem-querer a um colega de Polícia.
      Mas tá bem quadrado…

      Curtir

    • Parabenizo sua lealdade. Só que a entrevista do Fantástico foi ridícula, teria sido melhor não fazer. E, modesta opinião minha, Polícia é lugar de gente que entra e sai de um lugar sem ser visto(a), de gente que as outras pessoas nem imagina que são polícia, e não de quem quer chamar a atenção o tempo todo.

      Curtir

      • Então Marcus, mas essa é a sua opinião.
        Ela está certa para você.
        Mas todos tem direito de fazer o contrário, desde que seja respeitando a legalidade.

        Curtir

        • Sim, é apenas o que considero correto. E todos têm direito de fazer diferente, desde que seja legal, como você disse. Se eu não tenho nem whatsapp, legal. Se o sonho do cara é participar de um reality show – ele declarou isso – legal também.

          Curtir

  15. Na minha época um sujeito desse era chamado de “comédia” simples assim.
    Não vou entrar no mérito da ocorrência.

    Curtir

    • Acho que você está é com inveja do sucesso que o cara tinha.
      Está tipo aquele cara que vê as policiais com $$$ e carrão e fica com inveja.

      Curtir

    • Sinal dos tempos meu caro…
      Te parafraseando…concordo integralmente contigo…

      Comédia ou…

      BOSTÃO!

      Curtir

  16. EDUARDO,
    .
    Não tem como uma ocorrência dessa ser simples, mas quadrada não tá. A narrativa dos PMs no boletim de ocorrência foi muito boa. O Dr Filipe que atendeu a ocorrência foi muito técnico. Pelo que se viu, o inquérito está fluindo de forma natural. O questionamento de alguns é devido a glock do Paulo ter sido encontrada sem o carregador e com uma munição intacta ejetada. A munição pode ter sido ejetada pela moça antes ou depois dos disparos, bem como o carregador da arma, pois, ela não morreu imediatamente, ou mesmo o carregador ter sido ejetado com a queda da arma da mão da vítima.
    .
    O Paulo tomou tiro no tórax, não foi tiro de raspão no braço ou na perna. Tomou tiros nos dedos, a típica lesão de defesa (colocar as mãos na frente da arma para se proteger). Quem na situação dele teria condições de forjar um suicídio?

    MARCUS,
    .
    Concordo contigo, sobre polícia ser discreto, mas não podemos medir os outros pela nossa régua.
    .
    Enfim, o Paulo é um grande policial e colega, e o fato dele ter tanta visibilidade nas redes sociais causa inveja em alguns.
    .
    Quem conhece o Paulo pessoalmente sabe o quanto ele é amigo e prestativo. Assim como ele, eu também sou CAC e sempre que tinha alguma dúvida ou precisa de ajuda falava com ele. Ele é o tipo de cara que para o que está fazendo para ajudar um amigo, e isso é raro.
    .
    Pelo que vimos não tem como o IP chegar a outra conclusão que não seja a tentativa de homicídio seguida de suicídio.
    .
    Desejo melhoras ao amigo.

    Curtir

    • Quanto a munição e o carregador ejetado a moça PODE ter feito , suicidio com tiro no peito não é comum mas PODE ter ocorrido , são muitos PODES para uma situação onde só tem uma versão , quanto ao residuográfico , eu com 4 x o tempo de polícia dele mesmo sem ser delegado e trabalhado na homicídios , se eu não tivesse apertado eu mesmo teria exigido no hospital o residuográfico que me livraria do BO na hora , se tinha saúde Lara gravar vídeo se defendendo daria para fazer tranquilamente o exame que todos sabemos como é feito e demora menos tempo que o vídeo que foi gravado , sendo que ele pode fazer até deitado e sem falar anda o que não causaria estresse nenhum ao mesmo , e a arma em nome de uma mulher ? Não seria posse ilegal ? Fora a outra que magicamente se transformou em acessório , será que os PM que fizeram a apreensão não sabiam a diferença de um fuzil como foi lavrado inicialmente e de um acessório ? Então fale que não está quadrado e babar muito o ovo do cara , quanto a ele ser pavão é uma escolha dele até por isso tá respondendo um PA , fora os outros , agora falar em inveja , qual história ele tem na policia , cana de vulto , a não ser seguidores no YouTube , mas cara um cada um , como falei espero uma perícia correta sem passar pano pq a realidade é só uma se fosse qualquer outra carreira já estária esperando a conclusão de tudo no PPC , e acho que pensar tb na família da moça que ser enterrada como suicida não é brincadeira , que a verdade seja revelada

      Curtir

      • Sobre a arma, acredito que seja um kit RONE.

        Alguém sabe alguma coisa a respeito da acusação dele de que sumiu grana do seu apto?

        Curtir

    • Não conheço o Dr. Paulo, nem sei sobre suas capacidades. Como não tenho redes sociais, não o acompanho. Já ouvi colegas falarem dele, o que também não me permite formar um juizo pessoal – e nem o faria.
      Mas a entrevista do Fantástico, que vi, foi ridícula e pode mais atrapalhar do que ajudar.

      Curtir

    • Legal a boa vontade em elucidar a questão no IP.
      Ah! Quando vejo aquele repórter em ação…

      Curtir

  17. Nunca terá o respeito dos policiais veteranos, será sempre visto com desconfiança.

    Meus pêsames aos familiares e amigos de Priscila, que Deus conforte seus corações.

    Curtir

    • O que você e muitos outros tem que entender, é o que o mundo está em constante mudança. A Sociedade está mudando e a Polícia abarca pessoas dessa Sociedade.
      Sei que deve dar saudades da Polícia de antigamente, mas as novas pessoas que vão entrando, são diferentes.

      Curtir

      • Cara, nossa vantagem é justamente a possibilidade de passar sempre despercebido. Você lá na praia ou na fila do pão, podendo dar uma cana se precisar, com o mala só sabendo de onde você saiu já na mesa do delegado que o indicia.
        Agora, ser o Johnny Cage da Civil com 500000 seguidores acaba, ou diminui muito, com essa possibilidade, convenhamos.

        Curtir

  18. Creio em lhomicídio e em suicídio. Não é porque 99% dos casos, no suicídio, que o tiro é na cabeça, que esse caso não possa representar o 1%.

    A única brecha foi o residuografico não ter sido feito enquanto ele estava no hospital. Não requer estresse, nem esforço físico para realizá-lo.

    Isso costuma deixar a “bola pingando” para alguem chutar.

    Curtir

  19. Delegado comédia.
    Faz sucesso entre gansos, vigilantes e aspirantes a policiais.
    Nunca prendeu o pinto no zíper e nunca derrubou ninguém de verdade, fora a sua namorada que foi “suicidada”.
    Delegado = carreira jurídica.
    Antes de prestar concurso, as pessoas tem que procurar saber as atribuições das carreiras.

    Curtir

    • Conheço Atendentes de Necrotério Policial que trampam quietinhos em IML…
      Um já matou 2, outro matou 3, vários mataram 1…tudo redondo, no papel.
      Várias canas…do jeito que tem de ser.
      Curioso…nenhum deles vende fumaça no YouTube.

      Curtir

    • Concordo em gênero numero e grau, delegado deve ser policia judiciaria, ou seja, presidir o inquérito e não ficar fantasiado de rambo.

      Esses comedias de rede social denigre a imagem da policia

      Curtir

    • Caralho…Sinal dos tempos mesmo…

      Eu que gosto do caos acabei de me prostrar…

      Melhor texto que li nesse blog de há muito…

      Curtir

  20. Esse polícia/youtuber, amigo de Dudu Bolsonaro vulgo “bananinha”, acho que deu um tiro no pé com essa exposição toda!

    Curtir

  21. Só quem já deu entrevistas sabe a faca de dois gumes que é. Você fala durante duas horas e vai ao ar vinte segundos.
    .
    Pelos comentários de alguns, o que se ver é que o que está sendo avaliado não é a ocorrência em si, e o que aconteceu, mas sim o Paulo e suas redes sociais.
    .
    O cara se solidariza com a família da moça (autora) e critica a vítima (Paulo).
    .
    Para alguns a polícia do século XXI deveria ser igual a do século XIX.

    Curtir

    • Então, exatamente porque a mídia é o que é, acaba sendo melhor não dar entrevista. A frase sábia do Lincoln, “é melhor ficar calado e deixar as pessoas em dúvida sobre você ser um idiota do que falar e acabar com a dúvida delas”. Mais uma vez, modesta opinião.

      Curtir

  22. Então, exatamente porque a mídia é o que é, acaba sendo melhor não dar entrevista. A frase sábia do Lincoln, “é melhor ficar calado e deixar as pessoas em dúvida sobre você ser um idiota do que falar e acabar com a dúvida delas”. Mais uma vez, minha modesta opinião.

    Curtir

  23. Polícia que entra em viela, em dois, não em 20 de grupo operacional cheio de firula. disse:

    Inveja desse “Doutor”?

    Difícil, o que tem e – No minimo- desconfiança em um policial ser Mega Blaster pika das galáxias do youtube, que vê pensa que com ele não tem criminalidade, que derruba 20 ladrões com dura com seu fuzil paramentado.

    Mas sabemos que Não, isso e só um embuste pra angariar seguidores e admiradores, está fazendo bastante $$$, de forma que não dignifica em nada nossa PC, pelo contrário.

    Olha, a Imprensa sempre vende a sua versão, mas colocar roupas da suicida” pro lado de fora, com recibo, fazer vídeo em estado precário de saúde, encontrar receita de psicotrópico, mensagens de um dia antes falando sobre estar com medo do que ela poderia fazer, não contribui, condiz muito com toda a história que ele relata.

    Policial, independente de tempo de Polícia, se expor em redes sociais pode ser uma faca de dois gumes; e um deles não e nada bom.

    Dependendo da exposição, acho que e salutar a forma com que a Instituição e mostrada.

    Mas ao analisar inúmeros vídeos deste, parece me que o doutor e um Swat sempre ativo, com inúmeros confrontos, derrubadas e que Polícia judiciária e um terceiro plano.

    Curtir

  24. Para quem não entendeu ainda.

    Polícia judiciária = investigação velada. Elucidar crimes ocorridos. Homicídios, roubos………
    Nao sou contra quem quer andar fardado, fingindo ser o Rambo, mas estão no concurso errado.

    Tem concurso para esse perfil… PM, Exército, Marinha, Aeronáutica.

    As pessoas são infelizes porque fazem escolhas erradas.
    O cara passa para escrivão e quer ir pra rua dar cana. Porra, pra que fazer concurso pra escrivão então se quer ser outra carreira? Faz a carreira que você realmente quer porra.
    Esse delegado quer ser operacional, andar fardado, três fuzis nas costas 4 pistolas no corpo, granadas, spray de pimenta….. isso é coisa de menino que via filme de Hollywood. Nada contra o gosto dele, mas está no cargo errado porra!

    É uma ofensa à quem é Delegado de verdade. Vejam se promotores e juízes querem ser outra coisa ?

    Esse Delegado tinha que ser exonerado no estágio probatório, não tem o perfil para seguir uma carreira tão honrada como a de Delegado.

    Curtir

  25. Viu a morte na sua frente e ela pesava uns cinquenta e poucos quilos e devia estar tremendo toda, de nervosa. Só por isso escapou. Agora que a Alice acordou sem a barba, sugiro que quando terminar de chorar entregue a arma e o distintivo e vá para casa. Um sujeito desse é um risco para os demais em qualquer operação. Totalmente despreparado.

    Curtir

  26. Na delegacia, Bilynskyj aproveitou para se queixar do sumiço de parte de R$ 50 mil em espécie e joias de ouro que estavam guardados no apartamento dele até o dia do ocorrido. O delegado não fez boletim de ocorrência para registrar o furto.

    Curtir

    • O que posso dizer é que no meu caso o sumiço de 1000 reais já era prejuízo, estranho não fazer BO com 50.000, mais estranho essa ocorrência. Contudo acredito não vai dar nada.

      Curtir

  27. Não está quadrado? Hauahauhahaha Fala sério. O próprio residuográfico já tiraria qualquer suspeita sobre ele. O cara fez até videozinho… Residuográfico nem tem esforço. Igual tirar digital. Não dá para arredondar.
    Fica a lição. Agora perícia feita nas coxas, Delegados da casinha gostam de passar pano para os seus a fim de não denigrir, ainda mais, a imagem da Instituição.
    Difícil é ver esse “projeto de polícia” voltar as redes sociais.
    Atira bem? Muito. Manja das armas e táticas? Sim. Conhece a Lei? Sim. Tem noção? Não. Tem postura de um policial civil de verdade? Não.
    No fim “quase morreu”. Passou vergonha e ainda não aprendeu a lição.
    Tinha que levar um belo de um pé no traseiro.
    Para a família da modelo só meus pêsames, porém passarinho que come pedra sabe… Bom deixa para lá.

    Curtir

  28. Imaturidade

    Pouco tempo de relacionamento. Ela achou q havia encontrado seu porto seguro. O cara promete casamento em pouco temp o, só pra conseguir a confiança e leva lá pra cama, apesar d ve la também como imatura.

    Após alguns dias convivendo viu q não e mil maravilhas ( só quem convive junto sabe) e resolveu terminar da pior forma possível, já antecipando qualquer desfecho, manda mensagens antes di fatídico dia pra criar um pretexto, “mostrando que ela era capaz de qualquer coisa”.

    Ele cavou a própria sepultura dela, com sua conduta como companheiro.

    Curtir

Os comentários estão desativados.