Parabenizamos o jornal “O Regional” de Praia Grande sobre a excelente série de matérias acerca da corrupção na Baixada Santista 12

 

 

Infelizmente a matéria não dá nome aos bois, mas segundo informes obtidos pelo Flit  a nova “cúpula da recolha” é composta por um escrivão, um investigador chefe de distrito, um perito criminal , um maquineiro que se diz assessor de um vereador de São Vicente e dois advogados .

Até o investigador  chefe a Seccional foi “recolhido” para não atrapalhar os interesses dessa facção.

Agora é lei: no caso de apreensões de máquinas eles deixam de pagar os Distritos  até que recuperem os prejuízos .

Só eles ganham!

Como é que pode, bandido ditando regras para a Polícia Civil?

 

  1. Corrupatio na nossa polícia? Isso nom equixiste. Recolha? Isso nom equixiste? Pergunta para o GAECO se equixiste isso aqui.
    Os caras oferecem até a mulher pra pegar uma coletoria.

    Curtir

  2. Tudo muito engraçado, muito ridículo, muito triste….e por essas e outras é que não ganhamos nada de aumento, nada de reajuste, nada de nada!!!! Uma minoria se beneficia, enquanto uma maioria se ferra e ficaremos a ver navios até sei quando….

    Curtir

  3. esses que foram pegos…..tem 30 anos de casa ou estão no estágio probatório? São antigões com camisa de botão ou novatos baby look ?

    Curtir

  4. Aí administrador, cadê o texto sobre os novos recolhas. Poxa poderia colocar os nomes,. Esse Ademir aposentado aí é quem mandava na atividade? Agora cá entre nós , e o Diretor e seu tira chefe , não sabem de nada. Quanto a esse jornal de Praia Grande em breve não fala mais de maquineiros, querem apostar ? Que nem o Flit, só publica o que intere$$a.

    Curtir

  5. A Baixada não era do VIRTUOSO esse ADEMIR tomou o lugar dele ? No mais que lindo, pelos menos os corruptos são unidos na gloriosa Polícia Civil, até o chefe dos escribas ta na “correria” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

    • SANDRINHA PISTOLÃO,

      Não, conversa fiada! Dizem que a banca do VIRTUOSO foi parar nas mãos de um grupo de bicheiros de Niterói-RJ, mas pra mim continua sendo do mesmo dono – o Carlinhos – que está na cadeia. Enquanto ele cumpre pena outros bicheiros da Baixada fazem a administração dos pontos e recebem uma comissão. Quanto aos fatos revelados na matéria jornalística, em linhas gerais, verdadeiros, penso que isso ainda vai dar muita notícia, pois os maquineiros estão folgados e a Polícia sem pulso.

      Curtir

  6. SANDRINHA PISTOLÃO !, ESSE TAL DE “CORRE” POR PARTE DE CHEFES DE ESCRIBAS, NÃO É NOVIDADE. LEMBRO QUE NO INÍCIO DA DÉCADA DE 90. AÍ NO 15º D.P., TINHA UM CHEQUE DOS ESCRIVÃES QUE MANDAVA MAIS DO QUE O PRÓPRIO TITULAR, LÓGIO QUE NÃO RESTAVA OUTRA, SENÃO, O CHEFE DOS “TIRAS” COMER NA MÃO DELE. A TURMA DA ÉPOCA ATÉ BLASFEMAVAM DIZENDO ” O RATINHO ESTÁ COMENDO NA MÃO DO HEITOR”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

    Curtir

  7. Desgraça pouca é bobagem.
    A infeliz coincidência é que a segunda morte em decorrência de racha acontecida na Av. Heitor Penteado, área do 23º DP, tem policial civil envolvido com o fato.
    O surreal é a “estória” apresentada. Vamos lá:
    O veículo, aquele do tipo Fiat pequeno caro pra cassete, salvo engano meu importado, havia sido apreendido no 30º DP, por força de uma investigação sobre tráfico de entorpecente, e depositado para um carcereiro, o qual o estava utilizando num final de semana, numa outra investigação de tráfico quando foi roubado, lógico que antes do repugnante atropelamento exaustivamente explorado na mídia de todo o Brasil.Para comprovar o fato o “depositário” registrou BO a respeito.
    Perguntas:
    1) É comum se depositar veículo de alto valor de mercado apreendido em investigação de tráfico de entorpecente para policial, mormente carcereiro?. Quem fez o depósito comunicou à autoridade processante?. Havia inquérito policial instaurado?

    2) Segundo a reportagem veiculada no programa Brasil Urgente do Datena, o carcereiro lotado no 30º DP, “depositário” do veículo, estava, no final de semana, utilizando o veículo numa investigação de tráfico quando o mesmo foi furtado. Carcereiro fazendo investigação? Investigação no final de semana? Se fazia investigação, a que inquérito policial se referia? Estava na posse de Ordem de Serviço que comprove o fato?

    3) Disse ter registrado o furto, curiosamente momentos antes do atropelamento, sendo que o veículo foi localizado no 52º DP que por coincidência é ao lado da área do 30º DP onde o “depositário” do veículo trabalha.

    Essa estória está muito mal contada. Não parece razoável que a morte de um cidadão de bem não seja minuciosamente apurada e responsabilizados seus autores, não importando quem sejam, pois na verdade são verdadeiros irresponsáveis e assassinos.

    Deve ser feita minuciosa apuração quando a lavratura dos BO’s de furto e de Localização desse veículo, instrumento do crime de Homicídio Doloso, e as circunstância de seu depósito na delegacia que onde foi apreendido.

    Esta me cheirando aqueles casos de apadrinhamento por força da capacidade coletora do apadrinhado.

    Tem rato nessa tuba.

    Me ajuda aí DATENA, acompanha essa bagaça.

    Me ajuda aí Ministério Público.

    Curtir

  8. Essa PC da Baixada é um antro de corrupto, ninguém se salva de delegado ao faxineiro. O chefe da seccional foi excluído por ordem do diretor por conta de brigas com outros chefes e principalmente o chefe da DIG que apreendia as maquinas dos amigos da chefia mas nunca aprrendeu uma máquina do tal araponga, maquineiro que dizem ser seu padrinho desde a delegacia do Guaruja. No meu distrito perdemos as ultimas quinzenas como disse o jornalista. Eles lá no palácio recebem e nós não. Quero o meu.

    Curtir

Os comentários estão desativados.