Filho da puta não é o dono do boteco, filho da puta é você que há anos vem extorquindo os donos dos caça-níqueis…A ordem só vale para o DEINTER-6: ACABAR COM O JOGO…E no resto do Estado, Dr. Nico? Chegou o momento de sermos todos EX-CORRUPTOS! 1

Um recado aos garbosos policiais civis e militares que – depois de 25 anos – estão invadindo estabelecimentos comerciais e destruindo com estardalhaço máquinas caça-níqueis…

Filho da puta não é o dono do boteco, filho da puta é você que há anos vem extorquindo os donos dos caça-níqueis…

Praça, se você é honesto , tenha ódio do filho da puta que lhe comanda e que mordia toda quinzena. Cuidado com a Lei de Abuso de Autoridade e com as penas pela maldade…Membro do BAEP além de destruir objeto de crime chama dono de bar de filho da puta…( Se o comerciante for mente ligeira falou consigo mesmo: se a minha mãe fosse puta eu estaria vestindo farda igual a tua, né? )

E Delegados cuidado nessa hora , o Dr. Gaetano logo se vai e você fica….

E outro recado , sou delegado ex-pulso , mas posso opinar: Dr. Promotor chefe do Gaeco se tem prova para prender Delegado Diretor dentro do Palácio da Polícia que cumpra com o seu dever; não mande recados do tipo : “ou acabem com o jogo ou Diretor será algemado”…

Vossa Excelência não teria essa disposição para prender os diversos Procuradores de Justiça que se lambuzaram em vantagens instrumentalizando a Polícia Civil…Alguma vez Secretário de Segurança deu ordem para acabar com o jogo? Nunca! Acabaria com a “vis atrativa do cobiçado cargo”!

Excelência e se tiver que prender não chame a PM, pois ninguém lhe oferecerá resistência.

E mais: já que a ordem superior é para acabar com o jogo na Baixada Santista , suposta ordem do Dr. NICO para o Dr. Caetano Vergine, Vossa Excelência , como novo Delegado Geral , deve fazer o mesmo na Capital, no ABC, Campinas e todos os DEINTER-s

REMINISCÊNCIAS DE UM EX-CORRUPTO

Delegado que fez denúncia foi desleal, afirma corregedor

São Paulo, sexta-feira, 06 de julho de 2007 

ANDRÉ CARAMANTE
DA REPORTAGEM LOCAL

MARIANA CAMPOS
DA AGÊNCIA FOLHA, EM SANTOS

O delegado Caetano Paulo Filho, da Corregedoria da Polícia Civil, disse ontem que o órgão abriu um processo administrativo contra o também delegado Roberto Conde Guerra por “ele ter sido desleal à instituição”.

O delegado Guerra criou um blog na internet para denunciar supostas irregularidades cometidas por policiais.
Na tarde de ontem, Filho confirmou que a Corregedoria havia intimado o delegado Guerra para que ele formalizasse as denúncias feitas em seu blog, o “Flit Paralisante” https://flitparalisante.com/

Mas o delegado, sem apresentar justificativa, não apareceu. ( NÃO COMPARECI POR NÃO SER OBRIGADO A ME APRESENTAR NA CORREGEDORIA DA CAPITAL, POR QUE NÃO VEIO ME OUVIR NA CORREGEDORIA DE SANTOS…NÃO ERA SEU SUBALTERNO E NÃO ME REPORTARIA A DELEGADO PROFESSOR DE CURSINHO! )
Questionado sobre o que Guerra deveria ter feito, caso não utilizasse o blog para fazer denúncias, o delegado Filho disse: “Ele deveria ter comparecido [na corregedoria] ou ter feito [as denúncias] pelas vias hierárquicas”. ( Dr. irmão do Dr. Domingos, na Corregedoria de Santos compareci duas vezes e provei por meio de petições devidamente protocoladas. Não tenho culpa que as usaram para limpar as próprias bundas sujas )
As acusações de Guerra também envolvem alguns atuais coordenadores da Polícia Civil na Baixada Santista e ex-dirigentes da corporação na região que, segundo Filho, deverão ser interrogados.
No blog, o delegado Guerra cita nominalmente policiais, departamentos da Polícia Civil e até valores recebidos por eles para manter o funcionamento irregular de caça-níqueis, bingos e até do jogo do bicho.
Na quarta-feira, o delegado Guerra foi interrogado pelo promotor de Justiça Cássio Conserino e confirmou denúncias feitas em seu blog, mas disse não ter provas. ( OBVIAMENTE QUE TINHAMOS BONS ELEMENTOS DE PROVAS! )


Texto Anterior: Frase

Frase

“O bom salário desestimula [a corrupção], mas não evita. Há exemplos na República que são notórios”


RONALDO MARZAGÃO
secretário da Segurança Pública

Doutor Marzagão , verdade, já naquela época havia exemplos notórios até NO MINISTÉRIO PÚBLICO DE SÃO PAULO!

Ah, nesta oportunidade, lhe agradeço por ter dado causa à minha demissão…Provou ao lado de quem estava!


Próximo Texto: Governo oficializou afastamento de só um policial suspeito
Índice

Governo oficializou afastamento de só um policial suspeito

Das 20 pessoas suspeitas de ligação com caça-níqueis que deixariam as funções, só um nome saiu no “Diário Oficial”

O próprio policial tomou a iniciativa de deixar o cargo; número de investigadores também passou de 20 para 13, segundo o governo

GILMAR PENTEADO
DA REPORTAGEM LOCAL

Vinte dias depois de a Polícia Civil paulista anunciar que 20 policiais investigados por ligação com o esquema de máquinas caça-níqueis seriam afastados de seus cargos de chefia, apenas um deles teve o afastamento oficializado no “Diário Oficial” do Estado. Isso porque o próprio policial tomou a iniciativa de deixar o cargo.
Sem a publicação no “Diário Oficial”, os investigadores-chefes não têm os rendimentos reduzidos pela perda da função. Além de não ter seu afastamento oficializado, um dos investigados ainda teve sua designação para outro distrito policial publicada na terça-feira, mantendo o seu cargo de chefia.
O número anunciado de policiais a ser afastado das funções de chefia também foi reduzido: de 20 para 13 investigadores.
Os afastamentos foram anunciados pelo comando da polícia paulista no dia 16 de junho, um sábado, 22 dias depois de o advogado Jamil Chokr, que defende empresas de caça-níqueis e bingos, ser flagrado com anotações com telefones e nomes de policiais.
A Corregedoria da Polícia Civil apontou 27 policiais suspeitos de ligação com Chokr. Pelo menos 20 investigadores desse grupo, que tinham cargos de chefia, seriam imediatamente afastados, segundo declarou o secretário da Segurança Pública, Ronaldo Marzagão. Esse número também passou a ser repetido pela cúpula da polícia.
Para a Secretaria da Segurança Pública, os afastamentos visavam dar transparência à investigação. A polícia, no entanto, não forneceu os nomes dos policiais suspeitos nem os locais onde trabalhavam.

Amigo
A pesquisa dos nomes dos 27 policiais suspeitos no “Diário Oficial” mostra que apenas Afonso Henriques Soares Rodrigues, chefe dos investigadores do Deic (Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado), teve o seu afastamento publicado -mudanças de cargos de chefia têm de ser publicadas porque envolvem remuneração e também para dar transparência.
Isso ocorreu no dia 20 de junho, quatro dias depois do anúncio de punições feito pela polícia paulista. Rodrigues, que é amigo de Chokr, pediu para sair da função, o que teria agilizado a publicação do seu afastamento. De lá para cá, nenhum outro afastamento foi publicado pela polícia.
A assessoria da Secretaria da Segurança Pública afirma que todos os afastamentos foram realizados e serão publicados no “Diário Oficial” nos próximos 15 ou 20 dias (leia texto nesta página).
O investigador Sidney Mota de Oliveira, na lista dos policiais investigados, também é citado no “Diário Oficial”, mas não para perder o cargo. Na terça-feira, foi publicada a sua designação para assumir a chefia dos investigadores do 40º DP (Vila Santa Maria), na zona norte da capital paulista.
Segundo a secretaria, o número correto de investigadores que perderiam cargos de chefia é 13, e não pelo menos 20, como chegou a ser anunciado pelo governo. Segundo a pasta, houve um erro de informação e se descobriu que menos investigadores do grupo de suspeitos tinham função de chefia.



Polícia Civil terá o Dr. Gaetano Vergine como diretor do DEINTER-6 17

Polícia Civil terá novo diretor na região e ‘efeito dominó’ é esperado

Por Santa Portal em 18/05/2022 às 21:31

Foto por: Reprodução/Santa Cecília TV e Reprodução/Polícia Civil

A Polícia Civil na região terá novo comando. O delegado Gaetano Vergine assumirá a direção do Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 no lugar de Manoel Gatto Neto. A troca ainda não foi oficializada, porque depende de publicação no Diário Oficial, o que já pode ocorrer nesta quinta-feira (19). Porém, nos bastidores da instituição a mudança é tida como certa e irreversível.

Atual diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), Vergine comandará agora a Polícia Civil em 24 municípios, de Bertioga a Barra do Turvo, na divisa com o Paraná. Essas cidades da Baixada Santista, do Litoral Sul e do Vale do Ribeira integram as cinco delegacias seccionais do Deinter-6 (Santos, Praia Grande, Itanhaém, Jacupiranga e Registro), cujos titulares também deverão ser trocados.

O chamado “efeito dominó”, também conhecido por “dança das cadeiras”, é comum quando ocorre a substituição de algum diretor e sempre cria um clima de expectativa e apreensão. O primeiro sentimento é compartilhado entre aqueles que não se sentiam prestigiados pela antiga gestão, mas com a nova chefia têm a esperança de ocupar um posto de destaque.

O sentimento de apreensão passa a ser o daqueles satisfeitos com os atuais locais de lotação, mas que passam a se preocupar com possível troca. A mudança na cúpula do Deinter-6 e o consequente efeito dominó passaram a ser cogitados com mais força desde o último dia 25 de abril, quando o governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou o delegado Osvaldo Nico Gonçalves para comandar a Delegacia Geral de Polícia.

Nico assumiu a chefia da Polícia Civil no Estado no lugar do colega Ruy Ferraz Fontes, que foi ser diretor do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), antes comandado pelo novo delegado geral. O Santa Portal não apurou para qual unidade Gatto será designado, mas ela não será o Decap. Vergine já chefiou o Deinter-6, sendo substituído justamente por quem agora substitui. (EF)

Fonte: SANTA PORTAL

Conteúdo protegido. Leia mais em http://santaportal.com.br/policia/policia-civil-tera-novo-diretor-na-regiao-e-efeito-domino-e-esperado/

Por quê estou proibido de jogar no bicho? Seu Neco e sócios observem o que está acontecendo com os parceiros do Rio de Janeiro? 6

Tá certo que Carioca que não fizer cariocada é Paulista. Aqui uma piada , não uma ofensa. Mas analisem a personalidade transviada da delegada que foi presa cagando com R$ 2.000.000,00. O tipo de VAGABUNDA, pois quem trabalha honestamente como policial não tem fortuna, para quem não basta do couro fazer a correia.. Narcisista que subiu da sarjeta para o meio fio , tendo a necessidade psíquica de se exibir afrontando a Sociedade e os seus colegas , até aqueles mais comedidos que se contentam apenas “com o de lei” ( dei lei era o pouquinho que a Administração em outros tempos mandava como pequeno bônus , mas que em novos tempos te manda para te escravizar ). Oportuno lembrar o dito popular ” o cúmulo da burrice é roubar mais do que se pode carregar ” . Nos dias de hoje: o limiar da ganância é roubar o que nem pode gastar e nem tem , além do colchão, onde esconder ! Mas compra carrão de presente de aniversário e faz selfie para se exibir poderosa , sabendo que a maioria nem sequer pode comprar livros para o filho: DELEGADA VAGABUNDA SIM, encostada na política baixa em vez de exercer suas funções exemplarmente. BANDIDA QUE PODE ATÉ SER MORTA PELOS SÓCIOS DO CRIME…Aqui em Santos o CARLINHOS VIRTUOSO se fodeu, fodeu a família, os colaboradores, os demais Banqueiros e os exatores ( os que recolhem o imposto que nem sequer chega ao que pagariam de ISS para as prefeituras ), porque bancava festas , viagens e , rotineiramente, aparecia na coluna social de A TRIBUNA. E foi avisado , mas “cagava e andava” e “não pagava o que tinha que pagar” . E para quem achava que BICHEIRO é gente boa , tenta futuramente cobrar os prejuízos que ele causou por narcisismo, psicopatia e mesquinhez. O GAECO não vai pedir mandado de busca e apreensão para o BANCO VIRTUOSO Ltda. Doutores: É O CEMITÉRIO VERTICAL EM SÃO VICENTE! E a dona nem sabe: libras esterlinas de ouro, moedas de ouro, barras de ouro , barras de platina , diamantes e joias artisticas não estragam e nao perdem valor . E dólares, euros e moedas fortes no Uruguai se mantém sempre renovadas. E pra transportar ele tinha o seu pequeno exército de PMs aposentados . Assim se comenta há muitos anos que o banqueiro DAMASCO faria do local , alem de o cemitério, a sua fortaleza e Banco . Pode ser ficção, mas construir cemitério vertical sabendo que a municipalide iria construir um ao lado é meio estranho. Policiais aposentados mal pagos e sem instrução alguma sobre segurança privada. Além de, entre eles, quando desligado da “firma” , como justa vingança , impossibilitado de ir a Justiça do Trabalho, haver quem apenas teve o recurso da delação anônima. Escrevam: ESTÁ PRESO , MAS CONTINUA MILIONÁRIO E CREDOR DE VULTOSOS DIVIDENDOS. E vai cobrar de quem explora o seu território, mesmo sendo o maior , talvez o único, culpado pela própria condenação e a condenação e desgraça de dezenas de boas pessoas. E , indiretamente, pela morte de um investigador. Por fim, a Delegada é uma bandida , que macula a sua nobre origem negra , gente sofrida, trabalhadora e cidadã; além de manchar os pares íntegros da sua profissão policial. Mas não apareceu uma outra bolsonarista racista , ocupando o cargo de Desembargadora, para enfiar a língua suja , no rabo dessa desonesta , por meio das redes sociais. E nem estaria disseminando mentiras como fizeram e ainda fazem com a vereadora Marielle Franco; executada , possivelmente , pelo mesmo time da Delegada corrupta. Aquela foi assassinada moralmente , sexualmente e racialmente por ser honrada e de firme caráter. E a piada defensiva da criminosa: ganhou nas redes sociais….Mas não foi da Google e nem do Facebook, pois depositam em conta corrente.

Pra quem diz que o jogo de bicho tá parado segue um comprovante de aposta de um ponto do bicheiro preso pelo GAECO arrendado aos bicheiros denunciados pelo GAECO…Aliás, só mudaram de cobertura e mansões! 1

Ah, aposta de R$ 0,85 apenas pelo uso não autorizado do comprovante da aposta. Roubar muito dinheiro de bicheiro é louvável, mas se contentar com sobras, restos e migalhas é se fazer de lata de lixo. E pra polícia que acha que bicheiro e maquineiro é gente amiga digo : é mais fácil ter fidelidade de uma puta!

19 – Do cachorro!

62 – Do leão!

São Francisco faz milagre em Santos e acaba com a corrupção: ninguém mais recebe propinas de caça-níqueis e jogo do bicho…( “ninguém ” dos Zé-ninguém…) 1

Os bicheiros e maquineiros foram proibidos de efetuarem a pequena contribuição espontânea que , até a primeira quinzena , era ofertada ao baixo clero ….

Certamente, para o Santo protetor dos animais, policial de DP é corrupto e vagabundo , nunca prenderam um único bicheiro, tampouco um único dono de caça-níqueis!

E lá do céu São Francisco não pode ver o que acontece nas ruas dos Distritos e o que fazem titulares e seus subordinados.

A única coisa que ele sabe e que a DIG , incansavelmente , reprimia a jogatina e participava de todas as diligências do GAECO, não é ?

Mas o que se pode fazer com tantos corruptos nas unidades de base…

Um milagre, né?

Já que não posso acabar com o jogo e prender o contraventor proíbo o pagamento .

E acabo com o grave crime de corrupção!

E aquele que apreender maquininha e prender apontador de jogo do bicho será investigado, pois estará fazendo prova de que, antes da esmola mixar, recebia a migalha quinzenal.

Contudo , mereceria parabéns quem fosse pra cima: apreendendo, quebrando, prendendo..

Policial pode ser um tantinho corrupto, mas não pode ser sócio de banqueiro de jogo do bicho , nem dos operadores dos caça-níqueis e cassinos do Gonzaga!

Alguns podem estar presos, outros processados e alguns , aparentemente , fora dos negócios, mas os dados continuam rolando.

E muitos deitando em berço esplêndido!

Na imagem é um asno ou um burro na sombra?

(Observação: quem está a poucos meses do fim de gestão encheu burra e não esta preocupado com os burros de carga! )

Amanhã , quem sonhar comigo , pode apostar no veadinho!

Mas aprendam que o pejorativo para homossexual é VIADO ( de transviado ) !

E as dezenas do veado no jogo do bicho são: 93, 94, 95 e 96.

Quem me chamar de FDP, de castigo, vai sonhar com a própria mãe e deverá apostar na vaca: 97, 98, 99 e 00.

Ah, 00 é o que tem dado no bolso!

Quem sonhar com gente trabalhadora que se contenta com pouco: as dezenas do burro no jogo do bicho são: 09, 10, 11 e 12.

Melhor não sonhar com gato, mas no jogo do bicho o grupo do bichano é composto pelas dezenas 53, 54, 55 e 56.

Se você sonhar com Diretor ou Seccional : as dezenas no jogo do bicho são: 61, 62, 63 e 64.

Dito o acima:

“Restaure-se a moralidade ou locupletemo-nos todos!”

Já dizia o inesquecível Stanislaw Ponte Preta ( pseudônimo do escritor Sergio Porto ).

E lembrem também da sabedoria do Barão de Itararé:

“De onde menos se espera, daí é que não sai nada”.

Delegado aposentado traficando drogas? Que burro, deveria ter feito como tantos outros: trafico no exercício das funções! Mas, alem de não ter o nome divulgado, não perderá os proventos da aposentadoria e nunca será chamado de EX ( PULSO ) ! 7

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um delegado aposentado da Polícia Civil de 64 anos foi preso sob suspeita de tráfico de drogas, por volta das 19h30 desta terça-feira (3), quando estava em um posto de combustíveis na região de Barueri, na Grande São Paulo.

Além dele, um homem de 31 anos e uma mulher, de 29, foram presos e levados à Delegacia Central da cidade da região metropolitana, sob suspeita de envolvimento no mesmo crime. A defesa do trio não havia sido localizada até a publicação desta reportagem.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu três quilos de cocaína, R$ 17 mil, uma arma de fogo, além de celulares e um documento falso.

Policiais militares rodoviários faziam patrulhamento, na altura do km 30 da rodovia Castello Branco, quando desconfiaram do delegado aposentado e do casal, quando o policial, segundo a corporação, teria escondido um pacote sob a roupa, assim que avistou os agentes.

O aposentado estava ao lado de um Fiat Siena, ocupado pelo casal, quando avistado pelos PMs rodoviários.

Em seguida, segundo relatado pelos policiais militares em depoimento, o aposentado caminhou em direção a um Volkswagen Jetta, estacionado a cerca de 30 metros do carro onde ele conversava com o dupla.

Ao ser abordado, ele revelou aos PMs que havia escondido R$ 17 mil sob a roupa. Primeiramente, afirmou que o dinheiro era o pagamento por um serviço prestado ao condutor do Siena. Depois, de acordo com registros da Delegacia Central de Barueri, ele mudou a versão, alegando que a quantia havia sido um empréstimo.

Jogo do bicho cada vez mais sofisticado na Baixada Santista 15

O jogo do bicho na Baixada Santista, logo depois da prisão do maior bicheiro da região, Carlinhos Virtuoso , além da investigação e processo criminal contra os filhos do finado NECO , rapidamente se modernizou e acompanhou a sofisticação da Capital , do ABC e de grandes cidades do Estado de São Paulo.

Todo o processo de apostas e estruturação do negócio passou a ser informatizado por meio de sofisticados sistemas de processamentos de dados desenvolvidos e mantidos no exterior por meio de licenciamento de Empresas offshore (International Business Company) – IBC.

O IBC é uma empresa com responsabilidade limitada, sem quaisquer obrigações. 

São sediadas em paraísos fiscais.

É a estrutura empresarial mais utilizada no mundo offshore e se caracteriza por estar isenta de impostos, contabilidade e pelo anonimato de seus proprietários.

Os bloquinhos de anotações e os carimbos de resultados deram espaço a maquinetas modernas, semelhantes aos de pagamento de cartões de crédito.

Atualmente o apostador , de forma fácil e rápida , chega ao ponto de aposta diz o número para o apontador do jogo do bicho ( agora deve ser mais correto chamar de digitador ), passa o próprio cartão bancário para pagar a aposta e recebe impresso o volante do jogo como comprovante.

Se o cliente não possuir cartão, pagando em dinheiro, o comprovante impresso ( a “pule” ) pode ser liberado por meio de senha específica ou o apontador emprega cartão de sua responsabilidade.

Logo depois do sorteio os resultados, também são impressos e disponibilizados nos pontos .

Não obstante a sofisticação, os “apontadores” ou “bookmakers” ( corretor de apostas que recebe entre 20% a 25% do valor das apostadas que vende ) , podem ser vistos e encontrados sentados em cadeiras nos cantos de bares, bancas de jornal , praças e ruas movimentadas; alguns aparentando serem vendedores ambulantes, mas realizando as apostas, sem o papel e caneta.

Substituídos pela pela máquina de apostas , máquina de cartões , mini impressoras e seus smartphones.

Contravenção penal ?

Não mais!

A questão , atualmente, vai além do simples jogo pelo qual o apostador arrisca o seu dinheiro na esperança de ganhar determinada quantia.

A questão, o problema , não é a contravenção penal, e sim os crimes tributários contra os municípios, estados e a União . Também , a evasão de divisas ( você acredita que um bicheiro Português não possui milhões de Euros em Portugal ? ) a lavagem de dinheiro e a cultural – INSTITUCIONALIZADA CORRUPÇÃO POLICIAL .

Tudo desaguando no crime de ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA , de regra, armada!

O apontador não é mais um simples contraventor ; de dez anos para cá é um membro de organização criminosa.

Diga-se , conforme o seu faturamento em espécie , permanece como depositário dos valores e, pessoalmente, faz pagamentos de prêmios e movimentações bancárias.

As Bancas já não necessitam de fortalezas para a contabilidade e guarda de vultosas quantias em dinheiro; nem de manter dezenas de “apanhas” e corpo de seguranças armados ( de praxe policiais inativos ) .

Os apontadores estão para a organização que explora as apostas como o PASSADORES DE MACONHA DAS ESQUINAS estão para o “patrão do tráfico” !

Mas , verdadeiramente , ainda são tratados como trabalhadores inofensivos. Eles são!

A conduta nem tanto!

Se vê um ou outro encaminhado para lavratura de Termo Circunstanciado quando invade ponto de Banca alheia.

Fato comum nas divisas dos diversos territórios das Bancas!

Acaso alguém perguntar para uma autoridade policial o que se faz para reprimir o jogo , a resposta vem pronta e decorada :

  • A polícia tem muitas prioridades com a criminalidade violenta ; não adianta pegar um apontadorzinho dentro de um boteco ou na esquina.
  • Não resolve , porque vamos pegar o lado mais fraco.
  • O nosso objetivo , tendo a inteligência policial como ferramenta, é investigar , planejar e agir com rigor contra os endinheirados Banqueiros!

E continuando vai dizer : segundo a legislação brasileira , trata-se de “crime anão” , infração de menor potencial ofensivo .  

As demandas são muitas ; não se torna prioridade.

E a ilustre autoridade vai se desculpar : a polícia tem suas limitações por combater em várias frentes.

A verdade é que a Policia Civil nunca investigou e levou ao Poder Judiciário um único Banqueiro de jogo!

Em tempo algum a hierarquia determinou repressão ao jogo.

A atribuição de repressão da jogatina é privativa do cargo de Investigador de Policia…( Não é ? )

E exclusivamente deles – dos tiras – é a corrupção!

Não dividem com ninguém!

O mesmo se pode dizer das demais modalidades de jogos: bingos eletrônicos e caça-níqueis !

Em relação aos últimos : explorados em público DEBOCHE!

Falando em deboche, sem querer tripudiar da má-sorte alheia , se você tem contra si mandado de prisão preventiva acusado de inúmeros crimes , como advogado , lhe daria duas alternativas:

  1. apresente-se diretamente ao MP ou ao Juiz e aguarde pacientemente a atuação do seu defensor ( ainda ganha um pontinho com as autoridades ).
  2. Se esconda , já que não concorda com a melhor orientação , nos confins do Pantanal e nem celular leve consigo ( aguarde um milagre advocatício ) ;

Agora não tem cabimento se homiziar, nas cercanias da sua residência principal , com duas garotas , provavelmente brigar pelo valor do michê , fazer suposta ameaça e , ao final, ser preso em flagrante por posse de arma de fogo e a módica quantia de R$ 120.000,00.

Sou obrigado a dar uma outra orientação: nem gaste dinheiro com advogado!

Procure ajuda do profissional correto: um Psiquiatra!

Não estou brincando , não estou me divertindo , tampouco exultando o infortúnio dessa pessoa…

Mas , evidentemente, perdeu totalmente o equilíbrio emocional!

Congratulações ao NICO , novo Delegado Geral 27

Rodrigo Garcia anuncia a troca no comando das polícias Civil e Militar

Coronel Ronaldo Miguel Vieira assume o Comando Geral da PM e Osvaldo Nico Gonçalves é o novo Delegado-Geral da Polícia Civil do Estado

Ter, 26/04/2022 – 6h54 | Do Portal do Governo 

O governador Rodrigo Garcia anunciou nesta segunda-feira (25) o novo comando das polícias de São Paulo. Para o Comando Geral da PM assume o coronel Ronaldo Miguel Vieira, que estava no Comando do Batalhão de Choque. O novo Delegado-Geral é Osvaldo Nico Gonçalves, que até então era responsável pelo Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE).

Rodrigo Garcia destacou que ambos os novos comandantes vêm de tropas especiais e operacionais das polícias. Ele ainda anunciou que pretende na próxima semana dar início a uma série de medidas de combate à criminalidade já com o novo comando das polícias à frente das operações.

Ronaldo Miguel Vieira, de 51 anos, ingressou na PM em 1989 e foi promovido a coronel em 2019. Esteve à frente dos comandos de Policiamento de Área Metropolitano-1, Casa Militar, Regimento de Polícia Montada 9 de Julho e de cinco batalhões. Chefiou a Divisão Operacional do Comando de Policiamento de Choque e atuou como comandante de Companhia Territorial e do Policiamento de Área.

O delegado Nico, de 65 anos, ocupava o cargo de diretor do DOPE. Ele ingressou na Polícia Civil em 1979, como investigador. Mas foi como delegado que se destacou pela experiência na rua no combate à criminalidade.

Foi o fundador do primeiro Grupo de Operações Especiais (GOE). Chefiou ainda as equipes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), do Grupo Armado de Repressão a Roubos (GARRA), do Grupo Especial de Resgate – GER (DEIC), unidade especializada na soltura e livramento de reféns, e foi delegado de polícia na Capital, estando à frente de grandes eventos, como a visita do Papa em 2007 e a Copa do Mundo de 2014. Nico assumiu o comando do DOPE em 2019.

“Agradeço o empenho, dedicação e exemplo do coronel Alencar, que liderou a PM nos últimos 2 anos, e do delegado Ruy Ferraz, que comandou a Polícia Civil de São Paulo”, disse Rodrigo.

“Nemo est supra legis”. Ninguém está acima da lei. – “Nós temos leis e eu sei ter vontade.” …( Digo : temos leis; eu uma pequenina vontade de infringir algumas delas…rs ) 5

Dr. , cuidado com aquilo que escreve , lembre-se: “ninguém esta acima da lei e nenhum Delegado de Polícia está acima de quaisquer suspeitas” – Vossa Excelência, inclusive!

Falsa erudição em relatório policial beira a empulhação! Muitas palavras, muitas mentiras!

E não deveria ter esquecido que o ex-governador foi benevolente com o seu colega de carreira , amigo e ex-superior hierárquico: Elpidio Ferrarezzi!

Carregar nas tintas , fazendo julgamentos morais serve apenas para patentear falta de isenção…

Fé inabalável na Justiça , benigno deferimento ?

“Temos indícios veementes de que houve corrupção policial”, afirma Promotor do GAECO!

“Nemo est supra legis”. Ninguém está acima da lei. Foi com esta provocativa frase em latim que uma dupla de delegados civis caiçaras abriu o capítulo sobre Márcio França (PSB) em relatório destinado ao Poder Judiciário para embasar as medidas de busca e apreensão que foram deflagradas na quarta-feira, 5 de janeiro de 2022.

Doutor, um dos Promotores do GAECO , por generalização , lhe chamou de corrupto ; demonstre a sua fé inabalável na Justiça e represente administrativa e criminalmente em desfavor do ofensor , além de ação de reparação de danos ; clame por benigno deferimento dos seus pedidos .

E não diga que não tem nada a ver com o objurgatório cruel do Promotor, a obrigação de repressão ao crime organizado em toda a Seccional de Santos lhe cabe “ex officio” !

Não necessita pedir permissão para agir!

—————–

https://jornalggn.com.br/justica-2/relatorio-da-policia-civil-no-caso-marcio-franca-mostra-que-lava-jato-fez-escola/

“Temos indícios veementes de que houve corrupção policial”, afirma Promotor do GAECO! Sem desmerecer a investigação do MP , mas não há corrupção policial (“Isso non ecziste”)…A DIG do DEIC de Santos não tem tempo para investigar pés-de-chinelo como bicheiros , maquineiros, donos de puteiros, etc. . Tem que priorizar e privilegiar investigações contra o MARCIO FRANÇA , por exemplo…Mas o prefeito do Guarujá é assunto Federal, vai entender? 4

Máfia formada por membros da mesma família em SP é investigada por movimentar milhões de reais com jogos de azar, diz Gaeco

Segundo promotores, organização age como se fosse uma máfia e movimenta milhões de reais.

Por Rodrigo Nardelli, g1 Santos

16/04/2022 05h13  Atualizado há 2 dias


Suspeitos de integrar organização criminosa de jogos de azar estão foragidos

https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.510.1_pt_br.html#goog_479739269

00:00/06:52

Suspeitos de integrar organização criminosa de jogos de azar estão foragidos

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Geaco) denuncia e investiga uma organização que explora jogos de azar formada por diferentes gerações da mesma família em Guarujá, no litoral de São Paulo. De acordo com os promotores, o grupo age como uma máfia e movimenta milhões de reais.

De acordo com a denúncia, os investigados investem em imóveis que já foram fechados pela polícia para a exploração dos jogos e expansão dos negócios ilícitos. Dessa forma, eles também mantém os clientes que tinham o costume de frequentar aqueles pontos. Além disso, a organização é suspeita também de corromper autoridades para continuar lucrando com atividades ilegais.

A organização é formada por diversos membros e gerações da família Verdério, de Guarujá. A família têm empresas que alugam mesas de bilhar e jogos eletrônicos e são responsáveis também por administrar centenas de máquinas caça-níqueis e casas de jogos de azar, que não são permitidas por lei.

Grupo formado por membros da mesma família agia como máfia, diz Gaeco — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Grupo formado por membros da mesma família agia como máfia, diz Gaeco — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Investigação

Segundo o Ministério Público, em 2013 um dos membros da família pediu para sair do negócio e alegou que queria sua parte, que correspondia a R$ 10 milhões em dinheiro e outros R$ 40 milhões em terras. O órgão teve acesso a uma conversa em que esse membro revela que a organização era composta por quatro sócios.

Na mesma conversa, o homem também cita ter ido para Porto Alegre (RS) e instalado mil máquinas caça-níqueis no local. Ele também aponta que seu filho, que seria neto do patriarca da família, estaria ganhando um salário de R$ 15 mil, e que ele deveria passar a receber R$ 50 mil, como o filho de um dos funcionários apelidado de Chokito.

Promotores descobriram, nas investigações, que a organização criminosa atuava na sombra do Gaeco. As autoridades fechavam as casas de jogos e apreendiam máquinas caça-níqueis de outros grupos. Assim, a família de Guarujá assumia o ponto. Dessa forma, ainda garantiam a clientela que estava acostumada com o local.

Diversos imóveis possuíam máquinas caça-níquel — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Diversos imóveis possuíam máquinas caça-níquel — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Movimentação milionária

Segundo o promotor do Gaeco Renato dos Santos Gama, somente na Baixada Santista, quase 700 pontos de exploração da família foram constatados. Ele ainda pontua que a organização se dividia em cerca de 30 zonas financeiras, e que cada uma delas faturava em torno de R$ 210 mil a R$ 240 mil mensais.

Além disso, o promotor revela que a organização teria crescido por dois motivos: pela derrubada dos concorrentes e pela conivência do poder público. “Temos indícios veementes de que houve corrupção policial”, afirma. As autoridades receberiam propina para não proibirem a prática dos jogos de azar gerados pela família.

A Justiça determinou o bloqueio de mais de R$ 25 milhões em bens, referentes às movimentações financeiras da família entre os anos de 2014 e 2017. Além disso, nove pessoas acusadas de participar da organização criminosa receberam prisão preventiva.

Gaeco diz que organização movimentava milhões de reais — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Gaeco diz que organização movimentava milhões de reais — Foto: Reprodução/TV Tribuna

——————————————

https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2022/01/marcio-franca-e-alvo-de-operacao-da-policia-civil-em-sp.shtml

Caro Sr. “Natu@bunda.com” ( IP CORPORATIVO ) –  Me ajuda aí, como o GAECO derruba um e logo vem outro pro lugar, me conta : “quanto é  a paga para os VIPs” , quero reajuste e os atrasados …Mas não das mãos de maquineiros , entende, ne? 1

Aquele que sabe quem você é
Natu@bunda.com
200.233.59.125
Os teus R$10 mil não estão chegando certinho pelas mãos do rabo de cavalo??

Ou o álcool corroeu teu cérebro??

Em resposta a Aquele que sabe quem você é
Caro Sr. Natu@bunda.com

De R$ 10.000,00 para R$ 30.000,00 , há uma pequena diferença multiplicada por 24 meses.
Como não sei quem seja “rabo de carvalho” , pergunte-lhe ?
Pois a diferença estáfazendo falta para as minhas garrafas de uísque; nada baratos!

Ja que diz saber quem eu sou deve saber aquilo que bebo!
E nem sequer bebo esses lixos do tipo J.W. Black Label , Chivas, etc. ; essas porcarias de menos de duzentos reais.
Independentemente desses detalhes menores – apenas para argumentar : SOMENTE ROUBO DE LADRÃO E APENAS AQUILO QUE POSSO CARREGAR!
O LADRÃO QUE VA AO GAECO E CONTE SER VITIMA DE EXTORSÃO!
Ou se preferir faça o que fizeram com o tal TURCÃO; diga-se, de quem nunca ouvi falar enquanto trabalhei !
Mas de uma coisa tenha certeza: nunca fiz cartas , denúncias anônimas, muito menos fico enchendo o saco de ninguém POR ME ACHAR VITIMA DE INGRATIDÃO POR SERVIÇOS PASSADOS JA QUITADOS , muito menos sendo informante de radialista, jornalistas, influenciador digital e encaminhando cópias para o GAECO.
Também não inventei este Blog com o objetivo de fazer denúncias e ganhar dinheiro de maquineiros e bicheiros!
Muito menos para derrubar autoridades e chefes!
Mas , espero nunca mais relatar nada para o MP , pois fui demitido com a seguinte honraria ” foi levar os seus “informes” ao Ministério Publico , o qual todo “imbecil” sabe ser o inimigo numero um do dirigente maior da honrada Policia Civil” , assim , de rigor, a sua “higienização” dos quadros da carreira”!

Afirmo, limpinho fiquei eu longe desse tipo de “colega” !

Se tornou meu inimigo porque escrevi um artigo relatando que a tortura praticada como método de investigação , nos anos 1960, 1970, 1980 e alguns casos nos anos 1990, nunca teve o objetivo de obter informação, confissão , salvar pessoas, resgatar sequestrados, ERA PRATICADA PELO BUTIM!

Eu não o conhecia e nem ao finado pai; muito menos sabia que o pai juntamente com um famoso investigator torturaram uma família dentro do DEIC para recuperar dinheiro de assalto ao banco.

E não era pra devolver para o banqueiro!

Palavras que levaram a assinatura do grande e honrado Alberto Angerami, que nunca soube que uma boa parcela dos seus subordinados no DAP pagavam para ganhar presença sem comparecer ao trabalho. 

Fiz um artigo falando de como a Ditadura destruiu a Policia Civil , criando cargos para canalhas . Pois os honrados não se prestavam determinadas práticas exigidas pelos novos patrões( milicos ).

Ganhei esse e centenas de desafetos.
E por ódio foram essas – e muitas outras coisas – as palavras do recente defunto chamado Nestor Sampaio Penteado Filho ( que foi defenestrado do cargo de Diretor da Corregedoria Geral por suposto mensalinho que recebia do DEIC e outros.

 Quanto a corrupção na Baixada Santista , não existe nada que eu saiba que os promotores não saibam muito mais do que eu.  

O que me aborrece é ver que apenas quem executa as funções de mero apanha ( nem sabe o quanto tem no embrulho )  acaba condenado e demitido. 

E ninguém ajuda em nada: cada um que carregue a sua cruz!

Para encerrar, se tu faz parte da empresa de jogos – não gosto de denominar organização criminosa, pois, na minha opinião, as ORCRIM são formadas por membros das “três” policias – faça delação premiada!  Ah, e certos peritos são os mais perigosos! 

Caso seja  Delegado titular periférico , investigador-chefe de pequeno distrito ou aquele que da a cara buscando o dinheiro por migalhas , se cuida! Mas duvido seja você policial  civil , salvo se portador de oligofrenia! 

Aqueles que sugam o sangue alheio para se manter em grandes cargos são os primeiros  a lhes defenestrar  humilhantemente e chamar de membro de quadrilha.

Os demais , quem recebe aquela ninharia do respectivo chefe , gasta tudo numa compra pequena no mercado. 

E a maioria nem aceita , mas em razão das rotineiras noticias jornalísticas levam  fama. 

Crime de um, crime de todos ! 

Os que por necessidade aceitam  de mãos internas , não correm nenhum perigo . 

Mas o governador não da aumento geral por ter conhecimento de quem faz o papel de feitor aufere vultosas quantias. 

O MP , ouvi da boca deles, não tem nenhum interesse por quem  se vê obrigado  a  pegar as  migalhas estipuladas e entregues pela própria Administração!

Ah, as chefias policiais ficam agradecidas a quem rejeita! 

Apenas para ilustrar com um fato ocorrido não faz muito tempo:

Um Delegado titular reclamou para os superiores sobre a instalação de uma casa na rua da delegacia que  via da janela da sua sala; assim iria mandar fechar. 

A resposta bem grosseira de alguém que outrora era muito gentil: a casa continuará funcionando vou trocar você ! 

E trocou!
Filho da puta o maquineiro , que monta o seu negocio na cara da Delegacia de Policia.

E mais filho da puta a “autoridade maior” , pois na porta do Palacio da Policia de Santos ele não deixa, ne?

Já  passei por situação semelhante, mas primeiro fechei a casa sem dar satisfação pra ninguém ! 

Depois tomei na bunda , Sr. Natu@bunda.com , mas devolvi multiplicando por cem.

Ah, quanto aos supostos R$ 10.000,00 , mande quem de direito enfiar na própria bunda!

E parabens, apenas para argumentar , partindo do pressuposto de que seja  verdade  este “demitido ”  receber  mensalinho de R$ 10.000,00 , quanto  devem pagar para quem tem o domínio sobre a estrutura policial ?

Certamente,  você por essa tentativa de me desmoralizar deve  estar ganhando  muito mais. 

E só está preocupado com os seus interesses; não esta nada preocupado com quem tem contra si mandado de prisão e bens indisponíveis, tampouco com os policiais que muito  trabalham e nem pra gasolina recebem algo! 

E pessoalmente não me conhece , pois ando só e não bebo publicamente.

São poucos com quem converso por meio de telefone , por vezes , “muy loco” de Bullet ou Makers Marck…

Mas tenho ótima memoria  e raramente erro de onde veio o tiro!

Abaixo transcrevo palavras d Dr. Everardo Tanganelli Junior de que delegado deve permanecer no máximo três anos em determinada Unidade: 

Noticiantes: Qual o tempo máximo que o senhor acha interessante para um policial permanecer na mesma unidade para não ficar estagnado?

Dr. Tanganelli: De dois a três anos em cada delegacia. Seria bom que a administração, de certa forma, também fizesse mudanças temporárias em casos de policiais, pois o crime também é dinâmico e você tem que acompanhar isso. Eu acho que o policial tem que passar por várias modalidades!

Entrevista com Everardo Tanganelli Junior – Noticiantes

Informação ao GAECO :

Sr. Natu@bunda.com , por colaboração, deixo abaixo os seus dados

P:200.233.59.125
RDNS:200-233-59-125.corp.ajato.com.br
ASN:AS19182
CIDR:200.233.48.0/20
NetName:Unknown

Owner

Name:TELEF�NICA BRASIL S.A
Address:Unknown
Phone:Unknown
Email:Unknown

GAECO causa turbilhão na Polícia Civil do DEINTER-6 , desmontando a maior , mais antiga e intocável estrutura de produção , venda , locação, arrecadação de comissões e exploração direta de caça-níqueis e apostas eletrônicas 6

 

por Flit Paralisante • Sem-categoria

Em matéria jornalística da TV A Tribuna de Santos os membros do GAECO de Santos, sob a orientação e coordenação do Promotor Dr. Silvio de Cillo Leite Loubeh , sinteticamente , prestaram contas de investigação que vem sendo realizada desde 2015 , com a finalidade de apurar informações anônimas levadas ao órgão do MP de São Paulo, acerca da suposta organização criminosa familiar

Conhecidos como família Arapoca, com sua base principal nas cidades de Guarujá e Bertioga, inicialmente, era um empreendimento legitimo que se dedicava ao ramo de fabricação, venda e locação de mesas de sinuca e bilhar. Desde as mais simples, arrendadas para donos de bares e clubes recreativos, as mais nobres para entusiastas, profissionais e clubes de competição.

Contudo , a partir do ano de 1997 , com total incentivo da Secretaria de Segurança Publica do Estado de São Paulo , lastreando-se em pareceres de notáveis com Miguel Reali Junior e decisões judiciais vendidas para empresários importadores de componentes , como tinham toda a estrutura necessária para a fabricação dos gabinetes , montagem da parte eletrônica , logística de transporte e , principalmente, os pontos em que mantinham suas mesas de bilhar arredadas , passaram a explorar – sem serem incomodados – os “brinquedos lúdicos” , as quais, ate então, aceitavam moedas de R 0,25.

Foram se sofisticando e, hoje,  aceitam apenas cédulas e dão troco para o apostador gastar mais.

Na Baixada Santista, inicialmente, poucos pagavam propina. Algus policiais eram donos de maquinas, inclusive!  

Até a Polícia colocar ordem na casa e passar a controlar o pagamento de cada caça-níqueis  em funcionamento ;  por meio da substituição mensal de um selo de controle.

Recebem propina: delegados e policiais civis, oficiais e praças da PM, guardas municipais, fiscais do comércio e alguns políticos.

Na cidade de São Vicente,  um dos vereadores controla a exploração dos caça-níqueis na área da respectiva base eleitoral, inclusive!

E o ilustre edil coloca terror dizendo contar com o apoio do PCC.

Observando-se, durante a reportagem ,  uma informação errônea levada ao MP, pois as mesas de bilhar nunca foram arrendadas mediante autorização dos donos de bares para instalação das máquinas caça-níqueis.

Em São Vicente, a Secretaria de Comercio – que deve ser  sócia  dos  CHINA da 25 de Março –  sob influência do Vereador Maquineiro , passou a dificultar a instalação das mesas de bilhar com aumento de taxas para alvará , lançamentos de multas e apreensões.

Como se pode perceber , a  corrupção existe no formato de pirâmide invertida, ou seja, quanto mais elevado o cargo mais corrupto será o   seu ocupante!

Com a Pandemia a lucratividade diminuiu, conforme se falava entre os que recebiam a propina para cesta básica .

Salientando-se, não há solicitação ou aceitação: Concussão! 

“Ou nos paga ou vai pagar caro!”

Que diminuam e cortem dos demais!

Exatamente assim!

O QUE DIZER PARA A POLÍCIA DE SANTOS ALEM DE: BEM FEITO!

Quem recebia R$ 1.000,00 ,  agora recebe – quando recebe – R$ 250,00.

Mas para aqueles que recebem R$ 100.000,00 , R$ 50.000,00 e R$ 25.000,00 ( estou sendo comedido repetindo os valores de 2007 que levei ao Dr. Conserino ) , a Pandemia nada alterou.

Para os “amigos” contraventor quebra uma parede!

Digo sobre paredes , pois  paredes das casas dessa gente não são feitas de tijolos. São feitas de maços de R$ 200,00, R$ 100,00 e R$ 50,00!

Querem apostar, amanhã a ordem será: para tudo!

Se fossem inteligentes dariam sempre a mesma ordem: PARA TODOS ou PAREM !

Alias, deveriam pedir para sair, pois se eu entendi o que o promotor disse ( lembro ter publicado algo parecido há tempos ) , a DIG de Santos foi instrumentalizada para garantir o monopólio dos amigos da Pérola do Atlântico!

Tristemente, trata-se-se de um aparato vertical de poder; quem domina a vontade de obter vantagem ilícita para si e outrem (o dinheiro também sobe para outros escalões), não é o plantonista.

Verdadeiramente , o maior responsável pelos crimes nem sequer levanta as nádegas de sua poltrona…

Ah, mas , também , se pode substituir Diretor e Seccional , investigadores-chefes, etc. !

E quem tem se fingido de morto , pede para ser preso!

E vocês viram os valores do patrimônio deles?

A alta hierarquia ganha muito bem pra impedir que os demais atuem ; assim  ficam e deixam os contraventores multimilionários.

Quando a mamata acabar a maioria vai ficar como um valoroso ex-Diretor , fazendeiro milionário , que não tem mais fazendas, não tem mais mansão , não tem mais amigos importantes e nem mais cadeira. 

SEGUNDO ALGUMAS TESTEMUNHAS  BRADOU NA CORREGEDORIA QUE O MELHOR ERA TER MATADO AQUELE CARA …

Então , seja bem feito ter que se arrastar até os 75 anos aposentando-se compulsoriamente.

Não pelo que me fez, mas pelos R$ 100,00 (cem reais) que eles cortaram do plantonista da Santa Casa!

E aos ex-lambedores dos seus bagos faço uma exortação: se cotizem para pagar as dívidas do coitado!

RESPOSTA A LEITOR – Sobre a Portaria DGP nº 2 de 19 de janeiro de 2022 , por força de interpretação extensiva aplicada ao art. 132 da LOP , o Estado antes de exigir quaisquer obrigações deve fornecer aos policiais civis tudo aquilo que for necessário ao exercício de suas funções…Sobre assinar termo de anuência para empregar o aplicativo oficial em aparelho privativo: QUEREM FAZER VOCÊ DE TROUXA!  9

App
O senhor viu o termo de anuência do aplicativo que a polícia está pedindo para instalar nos aparelhos privados?

Como é de conhecimento geral de todos os policiais civis, a Portaria DGP nº 2 de 19 de janeiro de 2022, determinou que as comunicações, por aplicativos, em decorrência da atividade policial, sejam feitas, exclusivamente, pelo aplicativo UNA.

Contudo, a Portaria não esclareceu, se o Estado de São Paulo, fornecerá ou não, os meios necessários para que o policial possa baixar o citado aplicativo, fornecendo um celular corporativo compatível, custeando o pacote de dados, etc…

Entendemos que este ônus não deve ser suportado pelo policial e sim pelo Estado, já que se trata de uma exigência para o exercício legal da profissão.

Assim, caso o policial não assine o termo de anuência, o mesmo não poderá sofrer qualquer tipo de penalidade, até que o Estado forneça e suporte os custos necessários e diante desta situação, o SIPESP encaminhou ofício ao Delegado Geral, buscando os devidos esclarecimentos.

SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO
DELEGACIA GERAL DE POLÍCIA
“Dr. MAURÍCIO HENRIQUE GUIMARÃES PEREIRA”
Portaria DGP nº 2, de 19 janeiro de 2022
Dispõe sobre as comunicações internas e dá outras providências.
O DELEGADO GERAL DE POLÍCIA,
CONSIDERANDO o disposto no art. 15, I, “f” e “p”, do
Decreto 39.948/1995,
DETERMINA:
Artigo 1º. Todas as comunicações realizadas entre Policiais
Civis, por meio de aplicativos, em virtude da atividade que
desempenham, serão feitas exclusivamente pelo aplicativo
UNA, disponibilizado pelo Departamento de Inteligência da
Polícia Civil.

Parágrafo único. É vedada a comunicação de assuntos de
natureza policial civil entre policiais por meio de qualquer outra
conta ou aplicativo.

Estimado Doutor Ruy Ferraz Fontes, respeitosamente, qual a definição de assunto de natureza policial civil?

Vossa Excelência , pedindo-lhe licença como “ex” de expulso , não acredita que seria mais escorreito: É proibido a comunicação de ocorrências de natureza criminal de interesse policial civil ( exemplo: homicídio ) ou que exija a intervenção policial civil – acidente com veiculo oficial de quaisquer Secretarias , por exemplo – entre policiais civis por meio de qualquer outra conta ou aplicativo , salvo motivo justificado .

Excelência , a publicação de um Edital de Concurso trata-se de assunto de natureza policial , a remoção de um dos policiais interlocutores empregando aplicativo de uso comum , do mesmo modo, é de natureza policial. Entretanto , nenhum dos dois exemplos despertam quaisquer interesses da Administração.


Artigo 2º. Todas as apreensões realizadas pela Polícia Civil, principalmente de drogas, de armas, de valores e de objetos relevantes à investigação, serão registradas por meio de gravação audiovisual e de fotografias do ambiente completo do local onde foi realizada a apreensão, as quais serão transmitidas, na
forma estabelecida no art. 1º (UNA) desta Portaria, ao superior imediato do Policial Civil que as realizar, concomitantemente ao registro (atendimento a ocorrência, diligência para cumprimento de ordem judicial e outras medidas cautelares).

AOS MOCORONGOS : se no mandado judicial constar busca e apreensão de computador e midias e outros meios de produção de provas a critério da autoridade policial: NÃO ABRA A GELADEIRA, NÃO DESEMBRULHE AS CALCINHAS DA MORADORA , NÃO ABRA A PASTA DE DOCUMENTOS DO INVESTIGADO PARA PROCURAR DINHEIRO…E ESPECIALMENTE NÃO SEJA FILHA DA PUTA DEIXANDO O SEU TITULAR EM SAIA JUSTA QUERENDO FORÇAR A BARRA POR TER ESPIRITO PERVERSO e se achar mais realista do que o rei…PRA FAZER ISSO – JOGAR GASOLINA NA FOGUEIRA – VOLTA PRA PM!

LEMBRANDO:

A IMAGEM DAS PESSOAS QUE SE ENCONTRAM NO “AMBIENTE COMPLETO” E INVIOLAVEL , quando for derrubar aquele cassino que não esta pagando o 1530, filmar frequentador é coisa de pilantra!

E pilantra do tipo que frequenta sauna gay!
§ 1º. A gravação de que trata este artigo não exclui a obrigatoriedade de formalização do ato por meio do procedimento estabelecido na legislação pertinente.
§ 2º. As gravações referidas no “caput” deverão instruir as requisições de exames periciais decorrentes das apreensões.
Artigo 3º. A realização de exame pericial em local de interesse de polícia judiciária e sobre o qual não incida o disposto no artigo 2º desta Portaria, será feita mediante requisição instruída com fotografias realizadas pelo policial que o atendeu.
Artigo 4º. O Departamento de Inteligência da Polícia Civil elaborará e divulgará ao público interno instruções detalhadas para utilização de plataforma de investigação a ser disponibilizada a todos os Policiais Civis na respectiva área de atuação.
Artigo 5º. O Departamento de Inteligência da Polícia Civil, dentro do prazo de um mês, substituirá completamente o Registro Digital de Ocorrência (RDO) pelo sistema de polícia judiciária (contendo Boletim de Ocorrência eletrônico e plataforma de investigação).
Artigo 6º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.


A LOP , embora do ano de 1979, em grande parte , manteve as mesmas normas vigentes em leis de 1962 e 1969 ( salvo engano, pois não lembro mais números de lei, datas , numero de artigos , etc. ), na época quando necessário o Estado era obrigado a fornecer – como ferramenta pessoal de trabalho – arma, distintivo e algemas.

Papel , maquina de escrever , fita, carbono, grampo e a puta que pariu sempre faltavam, mas e material da repartição . . Arma quem quisesse teria que tomar uma de um trouxa ou matar um assaltante. ( Ah, foi assim ate 1997, viu! )

Os tempos são outros , penso que um celular top de linha e imprescindível ( faz muito mais do que um notebook , basta um teclado , um mouse e uma mini impressora ; uma delegacia dentro do bolso ) . Mas o Erário só da Apple e MacBook para magistrados e promotores . Policial que possuir , ate que prove ser inocente, e corrupto.

Mas , considerando que ninguém pode ser obrigado a possuir telefone fixo; também , ninguém e obrigado a possuir telefone celular ( um telefone que preste custa os vencimentos de um delegado ) .

Um policial , no mínimo , deve , para trabalhar , portar um Samsung S20 FE ( o mais baratinho de R$ 2.500,00 ) , conta mensal: R$ 150,00.

E R$ 2.500,00 , certamente, não é a continha de uma festinha noturna de escrivães e tiras !

O pior será verificar que muitos delegados extorquiram a anuência de seus subordinados , sempre com a velha ladainha de que o policial tem que ser ordeiro é colaborar com a Administração.

Meus caros, inicialmente, o que era um objeto de uso pessoal tornara-se um objeto funcional . Não li o tal termo de anuência, mas , tenho absolutamente, na aparência e uma autorização por mera liberalidade, mas não essência e um compromisso obrigacional e sob pena de responsabilização civil, penal e administrativa.

Não sejam ingênuos!

Seus aparelhos serão apreendidos por ordem judicial ; sempre que houver qualquer pequena falha que possa levar a hipótese de manipulação .

Ademais, você confia?

E quem lhe garante que não será monitorado diuturnamente ?

No DIPOL , embora tenha transcorrido uma década, não confio NEM PODENDO!

Alias, nem sei quem seja o seu Diretor, delegados assistentes, arapongas e fofoqueiros que se passam por agentes de inteligência.